ColunistaDestaquesFórmula 1Post

Yuki Tsunoda segue determinado, mesmo após todos os problemas enfrentados em Ímola

Tsunoda quer melhorar o seu desempenho, a primeira corrida com chuva na Fórmula1 não foi a boa, mas é mais uma oportunidade para apreder

Yuki Tsunoda é o estreante da temporada que desperta curiosidade, principalmente pela ‘curta’ passagem no automobilismo, os bons resultados e o seu início na Fórmula 1.

Durante o GP do Bahrein e da Emilia-Romagna, vimos desempenhos distintos do japonês, na primeira prova ele realizou uma boa prova e impressionou com a conquista dos primeiros pontos, mas durante a prova em Ímola o piloto cometeu alguns erros que prejudicaram o seu fim de semana.

A meta

Tsunoda foi para Ímola confiante, a pista que é quase um quintal para a AlphaTauri, foi utilizada algumas vezes para que Tsunoda realizasse testes; a equipe tentou preparar o japonês para assumir o assento, mas também entender um pouco mais sobre os carros de Fórmula 1 – como potência, a forma como o time opera e além do consumo dos pneus – para isso utilizaram carros da Toro Rosso para que o piloto fizesse o seu treinamento.

Os problemas

Por conhecer a pista, Tsunoda tinha como objetivo não rodar, para não perder a confiança, mas isso acabou acontecendo no TL1 quando ele parou na brita da Tamburello. No entanto, o incidente que realmente preocupou foi a batida na Variante Alta que ele sofreu durante o Q1 e ficou com o carro danificado.

A equipe optou por trocar o motor e todos os seus componentes, além do câmbio. Durante a primeira parte da corrida antes da bandeira vermelha, o japonês foi escalando o grid já que largou da vigésima posição. Após a paralisação da prova, ele largou entre os dez primeiros, mas na relargada acabou ultrapassando Lewis Hamilton e rodou pouco depois na Tamburello, se a vida dele não estava difícil o suficiente, ele ainda foi punido por ultrapassar os limites de pista e terminou a prova na décima segunda posição – após a punição de Kimi Raikkonen.

LEIA MAIS: Raio-X da Emilia-Romagna – A vitória de Max Verstappen e o fim de semana de cada equipe

O piloto comentou a sua prova, fazendo uma autocritica sobre o seu desempenho: “Acho que até a bandeira vermelha estava muito bem. Depois disso, acelerei rapidamente, acho que fui muito agressivo no acelerador e rodei na curva 2. Depois disso, acho que o ritmo ficou muito bom, foi uma pena que rodei na primeira volta [relargada depois da bandeira vermelha] e não conseguiu somar os pontos”

“Sinto pena de novo pela equipe. De modo geral, este fim de semana foi muito difícil para mim, acho que preciso aprender com isso e fazer melhor da próxima vez.”

LEIA MAIS: AlphaTauri troca motor e câmbio do carro de Yuki Tsunoda

Mais uma vez Tsunoda teve chance de somar pontos para o time, mas aquela rodada na retomada da prova prejudicou o resultado. O piloto avalia a corrida como mais uma forma de aprender pois está foi a primeira vez que ele disputou uma prova de Fórmula 1 na chuva.

“Esta foi a primeira vez que estive em um carro de Fórmula 1 na pista molhada e aprendi que é preciso ter muito cuidado, principalmente com a aceleração. Começar com o pneu intermediário durante as condições de chuva tornou as coisas ainda mais difíceis, mas foi uma grande oportunidade para eu entender mais como os compostos funcionam em condições diferentes.”

Tsunoda é um piloto muito agressivo na tentativa de recuperar a posição perdida após rodar, ele começou a extravasar os limites de pista. É só o começo do japonês, mais corridas estão por vir, assim como resultados melhores.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados