ColunistaNascarPit-Stop DropsPost

Ryan Blaney vence com chegada caótica em Talladega

Ryan Blaney desencantou em 2020 em chegada feroz

Ryan Blaney desencantou em 2020 em chegada feroz (Chris Graythen/Getty Images)
Ryan Blaney desencantou em 2020 em chegada feroz (Chris Graythen/Getty Images)

As 500 milhas de Talladega foram bem tensas, tendo problemas com a chuva atrasando a prova em um dia, mas acabou com uma disputa equilibrada com várias mudanças na liderança. No entanto, embora o tradicional big one não tenha afetado os ponteiros, a chegada teve um duelo selvagem, que terminou com uma grande vitória de Ryan Blaney, que faturou a primeira corrida no ano.

Um grande protagonista na parte final da prova foi Kevin Harvick, que rodou Jimmie Johnson faltando três giros para o fim, forçando a prorrogação. Na última relargada, o piloto da Stewart Haas tomou a ponta, mas não teve ritmo para segurar um batalhão que vinha mais rápido na última curva.

Ryan Blaney assumiu a ponta, bastante pressionado por Rick Stenhouse Jr, Erik Jones e John Hunter Nemecheck. O piloto da Penske não aliviou e fechou a porta de Jones, que foi pro muro. Stenhouse bem que tentou, mas o Ford Mustang número 12 cruzou à frente por míseros sete milésimos (0.007) de segundo à frente.

Aric Almirola cruzou rodando em terceiro, seguido por Denny Hamlin e pelo amassado carro de Erik Jones. Completaram o top 10 Chris Buescher, Alex Bowman, John Hunter Nemecheck, Kurt Busch e Kevin Harvick. A NASCAR retorna no próximo fim de semana, com rodada dupla em Pocono, com etapas no sábado e no domingo.

OBS: Sobre os casos de racismo ocorridos e o apoio do universo NASCAR a Bubba Wallace, em breve virá um texto sobre os acontecimentos.

Mostrar mais

Eduardo Casola

Jornalista formado na Universidade de Sorocaba (Uniso) e apaixonado por esporte a motor desde quando se conhece por gente. Apenas um rapaz que gosta de uma boa corrida e de uma boa história!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados