ColunistaFórmula 1Post

Ferrari realiza novos testes com a Pirelli, enquanto Mercedes desiste da atividade por conta do teto orçamentário

A Ferrari esteve com a Pirelli em Paul Ricard para novos testes dos pneus de 18 polegadas. Mas para a Mercedes não será mais viável participar das atividades

Nesta semana a Ferrari participou de outros testes realizados pela Pirelli em Paul Ricard, a equipe italiana assumiu o lugar da Mercedes – que resolveu não participar de outros dias de testes de desenvolvimento com os pneus de 18 polegadas. 

Desta vez a fornecedora de pneus, optou por forcar os seus testes nos pneus de chuva (o intermediário e destinado para chuva extrema). Charles Leclerc assumiu o carro da Ferrari na terça-feira, enquanto Carlos Sainz ficou responsável pelos testes da quarta-feira.

Charles Leclerc começou a atividade com os pneus intermediários, antes de trabalhar com os pneus de chuva extrema. Na sessão realizada pela manhã, o monegasco completou 83 voltas, enquanto 58 voltas foram completadas com os pneus de chuva extrema.

Já Carlos Sainz completou 75 voltas com os intermediários nesta manhã, retornando para o circuito na sessão vespertina para completar 92 com os pneus de chuva extrema.

Os pneus de 18 polegadas vão substituir no próximo ano os compostos de 13 polegadas.

Mercedes desiste dos testes com a Pirelli

A equipe alemã estava escalada para participar da atividade em Paul Ricard, mas acabou desistindo, por conta do teto orçamentário. A batida que Valtteri Bottas se envolveu em Ímola, acabou provocando grandes danos no carro e comprometendo o desenvolvimento da Mercedes. Os times que estão no topo, estão pensando cada vez mais em seus recursos e como vão administrar cada dólar disponível.

Ao participar de um teste como esses, o ‘’crédito’’ de US $ 400.000, não é suficiente para o time alemão justificar a disponibilidade de um carro de testes, além dos funcionários que são necessários para a operação na França.

LEIA MAIS: Pirelli confirma cronograma de testes dos pneus de 18 polegadas para a temporada 2022

As equipes acabam disponibilizando seus pilotos e um carro adaptado – com as especificações de 2022 – para que os testes de desenvolvimento dos pneus possam ser realizados. É uma necessidade, para que seja justamente possível aperfeiçoar os novos pneus de 18 polegadas.

Testes realizados pela Mercedes com a Pirelli – Foto: reprodução

É um motivo de preocupação para a Pirelli está desistência da Mercedes, pois pode estimular outras equipes nesta decisão. Comprometendo os futuros testes da Pirelli.

De qualquer forma, neste momento as restrições de viagem estão cada vez mais rigorosas e acaba dificultando a logística para deslocamento dos funcionários. Além dos custos com a unidade de potência – quando as equipes excedem os 5000 km, é gerado um custo adicional para os times, o que compromete o seu orçamento.

Hamilton tinha ficado satisfeito com os pneus quando participou dos testes, o inglês estava animado para dar mais voltas com os pneus de 18 polegadas e até ajudar a Pirelli com feedback para aperfeiçoar os compostos do próximo ano.

No próximo ano a Pirelli espera realizar novos testes, para aperfeiçoar ainda mais os compostos, mas já pensando na temporada de 2023.

Novos testes estão programados para os dias 6 e 7 de julho, na Áustria, com a AlphaTauri.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados