ColunistaDestaquesFórmula 1Post

Williams reduz salários de pilotos e suspende parte dos funcionários

A Williams precisou suspender uma parte dos funcionários, por conta do coronavírus. Os pilotos George Russell e Nicholas Latifi tiveram os seus salários reduzidos.

Após a determinação da categoria para a antecipação das férias de verão, as equipes deram férias para os seus funcionários. Aqueles que não puderam entrar na licença, permaneceram trabalhando, mas com os salários reduzidos.

Os times que trabalham com um orçamento menor, precisam tomar medidas para proteger os empregos e a própria equipe. A Williams terminou no último lugar do campeonato de construtores, recendo uma fatia do prêmio menor.

No comunicado a equipe disse: “Devido à situação atual envolvendo o Covid-19, a ROKiT Williams Racing está temporariamente suspendendo vários funcionários como parte de uma ampla gama de medidas de corte de custos.

“O período de licença durará até o final de maio, enquanto a alta administração e nossos motoristas terão um corte salarial de 20% a partir de 1º de abril.”

“Essas decisões não foram tomadas sem análise, no entanto, nosso objetivo é proteger os empregos de nossa equipe em Grove e garantir que eles possam retornar ao trabalho em tempo integral quando a situação permitir”.

A notícia vem dias após a divulgação da McLaren reduzir os salários de Carlos Sainz e Lando Noris, além da gerência da equipe.

O governo britânico disse no mês passado que pagaria 80% dos salários dos funcionários que fossem mantidos. Uma tentativa de auxiliar as empresas, cobrindo até 2.500 libras por mês.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados