ColunistaFórmula 1Post

Volta por Volta – Hamilton e Verstappen disputam corrida alucinante no Bahrein

O duelo entre Verstappen e Hamilton aconteceu nas pistas, mas também teve a atuação das estratégias das equipes. Uma guerra até o final

Max Verstappen começou na liderança após conquistar a pole, o piloto segurou a ponta na largada e foi administrando a corrida. A disputa que ocorria nas pistas, também foi para os boxes e munidos de uma estratégia forte, a Mercedes conseguiu colocar Lewis Hamilton na liderança.

A Red Bull mostrou muito empenho para derrotar a Mercedes, apostou em uma segunda parada, instalou os pneus duros em Max Verstappen e contou com o ritmo alucinante que o holandês poderia imprimir na pista.

LEIA MAIS: Estratégia soberana da Mercedes, Hamilton vence duelo com Verstappen

Verstappen chegou em Hamilton nas voltas finais da prova, os dois duelaram pela primeira posição. No entanto, a ultrapassagem realizada pelo holandês foi utilizando a parte de fora do traçado e ele precisou devolver a posição. Neste momento Verstappen perdeu um pouco de rendimento e a briga com Hamilton ficou mais difícil.

Hamilton conquistou a 96ª vitória, a primeira da temporada 2021 em um fim de semana onde a Red Bull estava dominando de forma expressiva.

Saiba como foi a corrida volta por volta 

Antes do início do GP do Bahrein, Sebastian Vettel foi punido por ter ignorado as bandeiras amarelas durante a classificação realizada no sábado. O grid ficou deminido desta forma: 

O carro de Sergio Pérez apresentou um problema e por precaução eles trocaram a bateria e a central eletrônica do carro. 

Os ventos fortes eram uma preocupação, pois eles acabam deixando os carros instáveis e dificultando obter um bom resultado com eles. 

Antes da largada a temperatura da pista estava na casa dos 29°C, com 21°C no ambiente. 

Com pneus médios na largada: Verstappen, Hamilton, Bottas. Gasly, Pérez, Giovinazzi, Trsunoda, Raikkonen, Schumacher, Mazepin e Vettel;

Com os pneus macios: Leclerc, Ricciardo, Norris, Sainz, Alonso, Stroll, Russell, Ocon, Latifi;

Quando os pilotos estavam realizando a volta de apresentação o carro de Sergio Pérez que já fora modificado antes da largada apagou. O RB16B voltou a funcionar, mas o piloto mexicano retornou para os boxes para começar a corrida por lá.

Os pilotos realizaram uma segunda volta de apresentação e a corrida ficou com 56 voltas depois deste giro adicional.

1/56: Verstappen fechou Hamilton e conseguiu garantir a ponta, acompanhado por Hamilton e Bottas, mas pouco depois Leclerc saltou para a terceira posição superando o piloto da Mercedes.

O Safety Car foi acionado por conta do novato Nikita Mazepin que acabou batendo pouco depois da largada.

Os dez primeiros eram: Verstappen, Hamilton, Leclerc, Bottas, Gasly, Norris, Ricciardo, Alonso, Stroll e Sainz. Kimi Raikkonen acabou ultrapassando Antonio Giovinazzi, largando melhor que o piloto italiano. Vettel já era o décimo quarto colocado depois de começar a corrida pela última posição;

3/56: Pérez vai para os boxes instalando os pneus médios novos;

4/56: O virtual Safety Car foi ativado;

5/56: a pista foi liberada.

Pierre Gasly foi para os boxes realizando a troca do seu bico, o piloto retornou na décima nona posição com os pneus médios.

6/56: Bottas ultrapassou Leclerc e retomou a terceira posição, mas o monegasco não entregou facilmente para o piloto da Mercedes;

Schumacher tinha a volta mais rápida da corrida com 1m39s927;

8/56: Lando Norris estava atacando Charles Leclerc, buscando a quarta posição, os dois andaram lado a lado, com o piloto da McLaren extravasando os limites de pista. Norris permaneceu na quinta posição;

9/56: Norris assumiu a quarta posição. Stroll passou Alonso e se tornou o sétimo colocado. Pérez já estava na décima terceira posição. Tsunoda e Vettel estavam brigando pela décima quarta posição;

10/56: os dez primeiros eram: Verstappen, Hamilton, Bottas, Norris, Leclerc, Ricciardo, Stroll, Alonso, Sainz e Giovinazzi;

12/56: Ricciardo já havia se aproximado de Leclerc, o australiano estava forçando para conseguir realizar a ultrapassagem no monegasco.

Alonso foi para os boxes, abandonou os pneus macios para utilizar os médios;

13/56: Norris, Leclerc e Stroll – os pilotos de pneus macios, passaram a utilizar os médios. Giovinazzi trocou os médios pelos duros;

14/56: Hamilton foi o primeiro piloto da Mercedes a ir para os boxes, retornando com os pneus duros para a pista. Ricciardo, Raikkonen Ocon e Russell seguiram para os boxes nesta volta. Ricciardo apostou nos médios, assim como Ocon, enquanto Ricciardo apostou nos duros.

15/56: Hamilton estava apostando nas voltas rápidas, enquanto a Red Bull seguia segurando Verstappen na pista. Norris na oitava posição anotou 1m35s286 – a volta mais rápida.

16/56: Sainz abandona os pneus macios e passa a utilizar os pneus médios, Tsunoda saiu dos médios para os duros.

Entre os dez Verstappen, Bottas e Vettel não haviam realizado uma parada;

17/56: Bottas voltou com os pneus duros;

19/56: Hamilton assumiu a liderança, após Vestappen realizar sua parada e retornar na segunda posição;

20/56: Pérez realizou a parada nos boxes, retornando com os pneus duros na décima segunda posição;

Com os pneus velhos, Vettel seguia brigando com Alonso, o alemão entregou a posição para Stroll, mas fez o possível para segurar o espanhol. Enquanto Sainz estava próximo deles na décima posição;

21/56: Alonso realizou a ultrapassagem em Vettel, mas Sainz foi mais ousado e conseguiu ultrapassar o piloto da Alpine. Vettel aproveitou a deixa e conseguiu ultrapassar Alonso mais uma vez;

22/56: Pérez ultrapassa Alonso e Vettel. O alemão acabou cometendo um erro pouco depois após travar os pneus dianteiros e assim perdeu a posição para Alonso;

23/56: os dez primeiros eram: Hamilton, Verstappen, Bottas, Norris, Leclerc, Ricciardo, Stroll, Sainz, Pérez e Raikkonen;

25/56: Vettel vai para os boxes e aposta nos pneus duros. Pérez ultrapassa Sainz e assume o oitavo lugar;

26/56: Tsunoda ultrapassou Alonso, pegando a décima primeira posição e foi caçar Raikkonen;

27/56: Pérez ultrapassa Stroll e sobe para o sétimo lugar;

28/56: Vestappen começou a se aproximar de Hamilton, reduzindo a diferença de mais de 2 segundos a cada trecho da pista;

29/56: Lewis Hamilton foi para os boxes e retornou com os pneus duros na terceira posição. Verstappen assume a primeira posição;

30/56: Stroll realiza a segunda parada nos boxes, retornando com os pneus duros. Vettel precisava se livrar de Latifi para se tornar o décimo sexto colocado;

Raikkonen e Alonso realizaram uma segunda parada, apostando agora em pneus médios e duros para respectivamente;

31/56: Valtteri Bottas teve um problema na sua parada, após a Mercedes ter dificuldade para trocar o pneu dianteiro direito do finlandês. O carro foi abaixado antes dos mecânicos finalizarem a troca;

33/56: Leclerc e Ricciardo nos boxes, apostando nos pneus duros para o final da prova;

Fernando Alonso estava abandonando a prova, após o carro apresentar problemas nos freios;

34/56: Norris realizou a sua parada, retornando na sexta posição à frente de Leclerc. Tsunoda também estava nos boxes, partindo para a utilização dos pneus duros;

37/56: Raikkonen retornou para o top-10, após ultrapassar Russell, e o piloto da Williams foi para os boxes pouco depois. Tsunoda foi ultrapassado por Verstappen;

38/56: Tsunoda rouba a décima posição de Raikkonen após ser ultrapassado;

39/56: mais uma parada para Pérez, o piloto que estava na quarta posição retornou em sétimo com os pneus médios;

Stroll era atacado por Pérez e os ex-companheiros de equipe foram andando lado a lado. Stroll ganhou a posição do mexicano já que o rival estava com os pneus mais frios;

40/56: Verstappen foi para os boxes, retornou com pneus duros, mas perdeu a primeira posição para Hamilton;

43/56: os dez primeiros eram: Hamilton, Verstappen, Bottas, Norris, Leclerc, Ricciardo, Pérez, Stroll, Sainz e Tsunoda;

44/56: Pérez assumiu a sexta posição, ultrapassando Ricciardo

Ocon tentou ultrapassar Vettel e o alemão acabou tocando na traseira do carro da Alpine, rodando o rival;

46/56: a distância entre Hamilton e Verstappen havia reduzido para 3s9, o holandês seguia tentando retomar a primeira posição;

48/56: Hamilton e Verstappen estavam ultrapassando os retardatários da prova – pilotos que também estavam disputando posições;

49/56: a diferença entre o inglês e o holandês caiu para abaixo de dois segundos;

52/56: Hamilton extravasou os limites de pista e Verstappen reduziu a diferença para menos de um segundo;

53/56: Verstappen ultrapassou por fora e devolveu a posição para Hamilton pouco depois;

54/56: o holandês estava tentando recuperar a posição, mas a diferença entre eles começou a aumentar para perto de um segundo;

55/56: Bottas foi para os boxes, instalou os pneus médios e partiu para tentar a volta mais rápida da prova;

56/56: Hamilton recebe a bandeira quadriculada na primeira posição, acompanhado por Max Verstappen, com uma distância de 0s745 entre eles. Bottas fez a volta mais rápida da prova com 1:32s090. Tsunoda conseguiu passar Lance Stroll para ficar com a nona posição da corrida! 

Visivelmente frustrado, Max Vertappen questiona decisão da Red Bull de devolver a posição para Hamilton. O piloto acreditava que tinha ritmo para terminar a corrida com mais de cinco segundos de vantagem e assim não teria perdido a vitória no Bahrein, com a opção.

Como Bottas ficou com a terceira posição e estava muito distante dos líderes que travaram uma disputa épica, Verstappen provavelmente não perderia o segundo lugar, mesmo com uma punição.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados