ColunistaFórmula 1Post

Ricciardo pode propor uma aposta para Zak Brown, mas nada de tatuagens para o CEO da McLaren

Daniel Ricciardo ainda espera que Cyril Abiteboul faça a tatuagem, mas sabe que com Brown o acordo não poderá ser o mesmo

Ninguém se esqueceu da aposta realizada entre Daniel Ricciardo e o ex-chefe de equipe da Renault, Cyril Abiteboul, quem acompanha a categoria mais de perto ainda espera que a aposta da tatuagem seja cumprida. O australiano trouxe para a Renault novos pódios em 2020 (GP de Eifel e GP da Emilia-Romagna) e desde então é esperado que Abiteboul cumpra a sua parte da promessa.

O australiano insiste que Abiteboul fará a tatuagem em algum momento, mesmo com Ricciardo na McLaren, ele espera que o acordo seja concluído: “Infelizmente, ainda não aconteceu, mas vai acontecer. Certamente partimos sob os termos de que existem negócios inacabados, esse negócio é a tatuagem. Espero que aconteça, obviamente mais cedo ou mais tarde, mas com certeza vai acontecer”, disse ele.

Daniel Ricciardo e Cyril Abiteboul (Foto: Bryn Lennon – Formula 1/Formula 1 via Getty Images)

Outra curiosidade que fomenta a relação Daniel Ricciardo e o CEO da McLaren, Zak Brown, é se novas apostas vão surgir. Ricciardo já se deu conta que com Brown não será possível negociar com tatuagens, afinal ele não é muito chegado em agulhas, mas o australiano já está de olho na coleção de carros de Brown, uma nova aposta então pode nascer.

“Na verdade, estávamos almoçando com Zak e ele mencionou algo sobre odiar agulhas, então não consigo ver aquela coisa com tatuagens acontecendo com Zak.”

“Mas vamos pensar em outra coisa. Eu sei que ele tem uma coleção de carros muito boa, então talvez pudéssemos apostar um de seus carros ou algo assim.”

Ricciardo já demostra que está confortável com o time e acredita no trabalho realizado pela McLaren. “Tudo o que vi e tudo o que soube até agora certamente me empolga sobre o rumo que a McLaren está tomando”, disse ele.

Daniel Ricciardo, primeiro dia de filmagens – Foto: McLaren

“Eu realmente acredito no pessoal. Eu gosto de Zak; eu acredito que Andreas é um grande trunfo para a equipe. Eu acho que Andreas está realmente ajudando a guiar este navio na direção certa. James Key, diretor também, comecei a trabalhar com James em 2013 na Toro Rosso, e isso durou muito pouco; naquele verão eu já estava indo para a Red Bull. Portanto, estou ansioso para trabalhar com ele novamente.”

“Eles também têm mais respaldo do final do ano passado, mais investimentos. Eles estão se expandindo, acho que estão fazendo o que é preciso para ser um verdadeiro candidato ao campeonato”, concluiu.

A McLaren abriu os lançamentos dos carros para 2021 ao exibir o MCL35M, em um evento online que contou com a participação dos pilotos, Seidl e Brown.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo