ColunistaFórmula EPost

Lucas Di Grassi conquista 10º lugar após corrida de recuperação na 6ª etapa da Fórmula E

Di Grassi aproveitou a utilização do modo ataque para ganhar posições e avançar no grid da segunda corrida em Valência

A Fórmula E disputou neste domingo (25) a 6ª etapa do calendário 2021, uma corrida sem a surpresa da chuva ou entrada do Safety Car, os pilotos contaram apenas com a dosagem da utilização da bateria e o momento certo para ativar o modo ataque.

Lucas Di Grassi mais uma vez realizou uma corrida de recuperação, o brasileiro conseguiu escalar o grid aproveitando a utilização do modo ataque para ir escalando o grid, além do fanboos recebido após votação popular. O piloto da Audi que largou da 22ª posição, terminou a prova do décimo lugar.

Por outro lado, Sérgio Sette Câmara que teve uma classificação melhor, acabou perdendo espaço durante a corrida e cruzou a linha de chegada na 21ª posição. O saldo do fim de semana do piloto da Dragon não foi o melhor, já que abandonou a corrida do sábado e não conseguiu pontuar no domingo. Por ser uma das equipes que não atualizaram o powertrain, eles acabam tendo um pouco de desvantagem para os outros concorrentes.

Como foi a 6ª etapa da Fórmula E para os brasileiros

Com o tempo de volta deletado de Nick Cassidy, Lucas Di Grassi ganhou uma posição para a largada, desta forma o piloto largou da 22ª posição. Depois de realizar uma boa classificação, Sérgio Sette Câmara teve a oportunidade de começar a prova pela décima posição com a Dragon. 

A pista estava seca, diferente do que foi enfrentado no sábado por conta da chuva, a temperatura na pista estava na casa de 26°C, com 19°C no ambiente.

Após a largada, Di Grassi assumiu o 20º lugar, enquanto Sette Câmara perdeu duas posições e caiu para a 12ª posição. Ainda na primeira volta o piloto da Dragon Penske recuperou uma posição, enquanto o piloto da Audi Sports que estava realizando uma prova de recuperação já era o 18º.

Na terceira volta, Câmara ultrapassou Buemi e retornou para a 10ª posição. Di Grassi enfrentava De Vries na disputa pelo 17º lugar.

Sergio Sette Câmara – Foto: reprodução

Na sétima volta Di Grassi perdeu a 17ª posição ao ativar o modo ataque ele foi o primeiro do grid a ativar ele. O piloto ganhou está energia extra para atacar Vandoorne e chegar ao 16º lugar. Por conta da aproximação dos pilotos, a ativação do modo ataque provocaria algumas mudanças de posição entre os pilotos.

Ainda com o modo ataque em uso, Di Grassi assumiu a 13ª posição e ainda anotou 1m32s758, como a melhor volta da prova até aquelas 10 voltas. Enquanto Di Grassi teve um ganho com o modo ataque, Sette Câmara perdeu posições por ativá-lo depois, desta forma caiu para a 17ª posição.

Lucas Di Grassi recebeu o fanboost, pela votação popular, ganhando mais uma potência extra para uma disputa.

Na décima quarta volta a situação dos brasileiros era: Di Grassi em 15º, com Sette Câmara em 19º.

Com vários pilotos ativando o modo ataque, os brasileiros perderam performance quando adiaram a sua utilização. Na décima nona volta Câmara era o 23º colocado, enquanto Di Grassi que estava na 17ª posição, realizou a ultrapassagem em Sam Bird. Para comparação, René Rast companheiro de Di Grassi estava disputando o pódio após realizar uma excelente corrida de recuperação, enquanto Nico Müller da Dragon, figurava na 23ª posição.

Di Grassi só ativou o seu segundo modo ataque com 22 voltas e quando restavam pouco mais de 10 minutos para o encerramento da 6ª etapa da Fórmula E. A estratégia do piloto da Audi foi boa, pois ele começou a recuperar as posições perdidas após os seus adversários utilizarem a potência extra. Já na vigésima quarta volta, Di Grassi era o décimo primeiro colocado.

Foi apenas na 27ª volta que Di Grassi ativou o fanboost e conseguiu entrar na zona de pontuação ao ocupar o 10º lugar.

Audi e-tron FE07 #11 (Audi Sport ABT Schaeffler), Lucas di Grassi

Mesmo com o baixo nível de bateria para o final da prova, Di Grassi cruzou a linha de chegada na décima posição. Sette Câmara foi o 21º colocado com a Dragon, atrás do companheiro de equipe, Nico Müller que foi o 20º. Jake Dennis venceu a corrida com a BMW i Andretti, após cravar a pole e liderar a corrida, para garantir a vitória.

André Lotterer e Alexander Lynn completaram o pódio. René Rast terminou a prova na sexta posição, após ter chances de acabar a corrida no pódio.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados