AutomobilismoColunistaFórmula EPost

Jake Dennis domina o EPrix de Valência e conquista sua primeira vitória

Piloto se manteve à frente durante toda a corrida e se aproveitou do toque entre os rivais para vencer.

A Fórmula E conheceu um novo vencedor hoje. Jake Dennis venceu pela primeira vez na categoria e conquistou o primeiro pódio da BMW em Valência. O piloto resistiu aos ataques de Alex Lynn e se aproveitou do incidente envolvendo o rival e Norman Nato.

Ao contrário de ontem, a corrida aconteceu sem grandes incidentes, apenas Vandoorne abandonou a prova. 

Andre Lotterer conseguiu seus primeiros pontos ao chegar no segundo lugar, Alex Lynn se recuperou e chegou em terceiro. Lucas di Grassi também fez corrida de recuperação e ficou com a 10ª posição no final, Sérgio Sette Câmara ficou apenas com a 21ª.

SAIBA COMO FOI A CORRIDA

O grid precisou ser reorganizado antes da largada. Cassidy e Guenther tiveram suas voltas do quali canceladas por causa dos limites de pista e largaram das duas últimas posições. 

Mitch Evans e Andre Lotterer perderam três posições cada por causarem acidentes na corrida de sábado. O piloto da Jaguar largou da 19ª posição e o da Porsche, da 5ª. Com isso, di Grassi foi promovido a 22º e Sette Câmara se manteve em 10º.

Dennis manteve sua posição na largada. Os dois pilotos da NIO disputaram posições e Blomqvist foi ultrapassado por Nato. Sims foi punido com um Drive Through por infração técnica e cumpriu logo no começo.

Di Grassi ganhou três posições nas primeiras voltas, Sette Câmara perdeu uma para Buemi.

No começo da prova os pilotos economizaram muita energia. Andaram bem próximos uns dos outros com poucas tentativas de ultrapassagem. Rowland ainda ameaçou Lotterer, mas sem sucesso. Mais na frente, Turvey se defendia de Nato enquanto Vergne ganhava o 5º lugar de Blomqvist.

Di Grassi foi o primeiro a ativar o Modo Ataque e subiu de 17º para 14º. O mesmo aconteceu com Vandoorne que subiu três posições e ainda ultrapassou o brasileiro da Audi. Os também passaram por Sette Câmara que já havia caído para 16º na volta 12.

Turvey foi o primeiro dos líderes a ativar o Modo Ataque, ele foi orientado pelo engenheiro a se manter próximo de Nato e o ultrapassou na volta seguinte em uma bela manobra. Ele ainda aproveitou que Lynn passou pela zona de ativação e subiu para a segunda posição. 

Resultado do Fanboost: Vandoorne, da Costa, Cassidy, de Vries e di Grassi.

Em nono, da Costa forçou a ultrapassagem em cima de Rast quando o piloto da Audi passou pela zona de ativação. Os dois se tocaram e Rast chegou a passar pela brita. A manobra entrou em investigação.

Usando o Modo Ataque, Rast ultrapassou Lotterer. Lynn foi tocado por Nato na entrada da chicane, quase rodou e caiu para 7º. O piloto da Venturi recebeu cinco segundos de acréscimo como punição. 

Faltando 15 minutos para o fim da prova, os 10 primeiros eram Dennis, Nato, Rast, Lotterer, Rowland, Vergne, Turvey, Mortara, Lynn e Buemi.

Vandoorne bateu no muro na saída da chicane em disputa com Buemi. A suspensão dianteira direita do carro quebrou e ele abandonou a prova. 

Félix da Costa foi punido com um drive through por uso indevido do Modo Ataque. Ele cumpriu a posição e caiu para 22º.

Di Grassi conseguiu subir para a 10ª posição. Sette Câmara era o 21º.

Em sexto, Lynn fez a volta mais rápida da corrida 1:30.263. Em busca de um lugar no pódio, o britânico ultrapassou Rowland e Rast em duas voltas. 

A tensão subiu nos últimos minutos por causa da duração das baterias, os três primeiros cruzaram a linha de chegada com menos de 1% de energia restante. 

Vitória segura e dominante de Jake Dennis que conseguiu o primeiro pódio da BMW do ano. Nato cruzou a linha de chegada em 2º, mas caiu para 5º por causa da sua punição. Lotterer ficou com a segunda posição (conquistando os primeiros pontos) e Lynn, com a terceira. 

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados