AutomobilismoColunistaFórmula EPost

Frijns e Buemi lideram as sessões de treinos livres em Nova York, Bird causa bandeira vermelha no TL1

O acidente do piloto da Jaguar na fase final da sessão levou ao encerramento precoce do primeiro treino livre do dia

Os dois treinos livres abriram os trabalhos da rodada dupla em Nova York. Robin Frinjs e Sebastien Buemi foram os mais rápidos da manhã na megalópole americana. O TL1 foi marcado pela bandeira vermelha causada por Sam Bird, o TL2 teve apenas incidentes menores. 

Treino livre 1

A primeira sessão de treinos livres começou bem movimentada nas ruas de Nova York. Oliver Rowland marcou 1:13.103 ainda no início do treino e se manteve na primeira posição durante boa parte da prática. Atrás dele, a troca de posições foi intensa. Buemi, Vergne, Dennis e as duplas da Venturi e Mercedes tentavam a todo custo se aproximar do tempo do inglês na Nissan.

Stoffel Vandoorne até conseguiu um tempo mais rápido que o de Rowland, mas foi superado por Lucas di Grassi segundos depois, o brasileiro anotou 1:12.369, ficando com a P1. Sérgio Sette Câmara marcou o 12º tempo, 1:13.648.

Wehrlein e Lotterer levaram a Porsche ao top 10. Lotterer, que até então havia feito o 8º tempo, pulou para a liderança da tabela. Na volta seguinte, seu companheiro de equipe bateu seu tempo por apenas 0.021. Wehrlein marcou 1:12.025.

Tom Blomqvist levou a NIO a um bom 7º lugar com o tempo de 1:12.443. 

Alex Lynn causou uma bandeira amarela no fim da reta de largada. O carro da Mahindra apresentou problemas e parou na saída da curva 1. O inglês conseguiu usar a ré para ir até a área de escape e se dirigiu aos boxes logo em seguida. Ele tinha o 7º tempo no momento.

Com a melhora das condições da pista, Pascal Wehrlein foi o primeiro a marcar tempo abaixo da casa de 1:11 ao fazer 1:10.970. O alemão só não pode aproveitar muito a posição pois foi rapidamente superado por Robin Frijns com o super tempo de 1:10.282. O piloto da Virgin passou boa parte da sessão na garagem e tinha apenas o último tempo até então.

Antonio Félix da Costa errou a freada no hairpin da curva 10 que dá acesso à zona de ativação do Modo Ataque e precisou fazer um “Zerinho” para voltar à pista. 

Joel Eriksson conseguiu o excelente tempo de 1:10.282, que lhe rendeu o 3º lugar com a Dragon. O companheiro de Sette Câmara terminou o treino em 6º. Outra surpresa foi a presença de Oliver Turvey na 2ª posição, o piloto anotou 1:10.377, sendo de perto por Max Guenther.

Faltando 15 minutos para o encerramento da sessão, Sam Bird atingiu o muro e causou uma bandeira vermelha. O treino teve que ser encerrado mais cedo para conserto da barreira de proteção. A Jaguar informou depois que seria necessário trocar o chassis do carro do inglês. 

Lucas di Grassi terminou em 4º e Sette Câmara foi o 10º. 

Treino Livre 2

A diferença entre os tempos durante o TL2 foi bem menor que na primeira. Durante boa parte do treino, os 13 primeiros colocados estavam dentro do mesmo segundo. Vandoorne, por exemplo, ficou a apenas 0.004 à frente de Mortara com o tempo de 1:10.124.

Vergne causou uma rápida bandeira amarela ao rodar na saída da curva 1, ele conseguiu trazer o carro de volta sem maiores problemas. Poucas voltas depois, Sims também rodou na curva 10, mas logo se recuperou.

Vandoorne só perdeu a liderança quando a sessão se encaminhava para o final, Lucas di Grassi conquistou a P1 ao marcar 1:09.957. Duas voltas depois, Buemi saiu da P4 para a P1 com o tempo de 1:09.386, o mais rápido do dia até o momento.

Vergne errou a freada na curva 6, mas evitou a batida no muro. A dupla da Dragon ocupou as últimas posições da tabele durante quase toda a sessão, mas nos últimos minutos do treino, Sette Câmara conseguiu marcar 1:10.542, subindo temporariamente para a 15ª posição.

Com a bandeira quadriculada anunciando o fim do TL2, Buemi ficou com a primeira posição, seguido por Guenther e Wehrlein. Sette Câmara fez uma última tentativa e chegou a melhorar os dois primeiros setores, mas no final da volta cometeu um pequeno erro, passou raspando pelos muros do circuito e não melhorou o tempo, ficando com a 21ª posição. Lucas di Grassi foi o 14º.

Sam Bird não participou do treino por causa do acidente no TL1. 

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados