ColunistaFórmula 1Post

Fórmula 1 anuncia cancelamento do GP do Japão

Por conta do desenvolvimento da pandemia, o GP do Japão é cancelado. Prova estava marcada para ser disputada em outubro

Nesta quarta-feira (18) a Fórmula 1 realizou o anúncio referente ao cancelamento do GP do Japão, ainda por conta da pandemia de Covid-19. O governo local deu preferência ao cancelamento da prova que estava programada para ser disputada no dia 10 de outubro.

O calendário da segunda metade da temporada é o mais complicado atualmente, justamente por conta das restrições implementadas pelos governantes para vários países. Nesta parte do campeonato a Fórmula 1 deixa a Europa para realizar corridas em outras partes do mundo. Suzuka formava uma rodada tripla, composta pelos GPs da Rússia e Turquia. A categoria ainda não anunciou uma nova prova que substituirá a saída do Japão

Alguns vão se questionar sobre a realização da Olímpiada disputadas no final de julho e início de agosto, mas não do GP programado para outubro. O grande motivo é o tempo hábil para cumprir a quarentena, pois a prova estava alocada junto com uma rodada tripla. Além disso a Turquia está na lista vermelha do Reino Unido, cobrando de forma mais rígida a realização da quarentena. O aumento de casos no Japão também é um fator para a decisão. 

LEIA MAIS: Fórmula 1 renova com Suzuka garantindo a realização de corridas até 2024

“Após discussões em andamento com o promotor e as autoridades no Japão, o governo japonês decidiu cancelar a corrida nesta temporada por conta das complexidades em curso da pandemia de Covid-19 no país”, informou a categoria por meio de um comunicado.

“A Fórmula 1 agora está trabalhando nos detalhes do calendário revisado e anunciará os detalhes finais nas próximas semanas. A F1 provou este ano, e em 2020, que podemos nos adaptar e encontrar soluções para as atuais incertezas e está entusiasmada com o nível de interesse em locais para sediar eventos da Fórmula 1 neste ano e depois.”

Está é a parte mais caótica do calendário onde modificações e novos anúncios serão divulgados com cautela. Lembrando que no dia 21 de novembro ainda existe uma lacuna que não foi preenchida até o momento.

O governador de São Paulo, João Doria confirmou a realização do GP de São Paulo e solicitou uma modificação de data. Mas a Fórmula 1 também precisará pensar qual será a prova após o Brasil, justamente pelo país estar na lista vermelha do Reino Unido, impossibilitando o retorno dos profissionais que acompanham a categoria. É esperado que o calendário conte com 12 provas nesta segunda parte.

LEIA MAIS: Governador anuncia Sprint Qualifying, capacidade máxima de público no GP de São Paulo e tentativa de adiamento da etapa

Após a confirmação do cancelamento, a Honda também emitiu um comunicado. A ausência do GP do Japão marca a despedida da Honda da categoria sem poder competir em seu país.

“Como Honda, estamos particularmente desapontados, porque este é o último ano do nosso projeto na Fórmula 1 e sabemos que muitos fãs estavam ansiosos para participar do evento”, disse os fornecedores das unidades de potência usadas por Red Bull e AlphaTauri.

“A temporada de 2021 está caminhando para um clímax emocionante e vamos dar tudo de nós, lutando arduamente para alcançar nosso objetivo de vencer o campeonato já que o projeto da Honda na Fórmula 1 está chegando ao fim e esperamos que nossos fãs continuem a nos apoiar.”

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados