ColunistaDestaquesFórmula 2Post

Zhou ultrapassa Piastri na largada e vence Feature Race em Silverstone

Guanyu Zhou teve uma boa reação na largada, aproveitou o momento para assumir a liderança e comandar a prova deste domingo

Sem a entrada do Safety Car, só a disputa em pista! Neste domingo (18) na corrida principal, foi Guanyu Zhou que venceu a prova, o piloto da UNI- Virtuosi teve uma ótima reação na largada para superar Oscar Piastri e assumir a liderança da corrida, administrando a distância para o rival.

Para o piloto da Prema, as coisas não foram nada fáceis, ele perdeu a posição para Dan Ticktum depois das paradas, desta forma o piloto da Carlin ficou com a segunda posição. Piastri ressaltou que o carro não tinha ritmo neste domingo, diferente do que enfrentou durante todo o fim de semana. A performance comprometida ficou clara durante todas as voltas da prova, ele ainda terminou a corrida sendo ameaçado por Richard Verschoor, quase perdendo o pódio.

Felipe Drugovich finalizou a prova na sexta posição, não conseguindo realizar outra ultrapassagem em Robert Shwartzman, como fez no início da prova. O brasileiro enfrentou uma parada ruim, retornando atrás do piloto da Prema. No entanto, o resultado para Drugovich é positivo, já que pontuou em todas as provas do fim de semana. Shwartzman se recupera, ele venceu a primeira Sprint disputada no sábado, depois acabou cometendo um erro na segunda corrida, ficando fora da zona de pontuação e agora fechou a prova no quinto lugar. 

O Top-10 ainda contou com Théo Pourchaire na oitava posição, acompanhado Lirim  Zendeli e Jehan Daruvala.

Depois de Silverstone, Piastri permanece na liderança do campeonato, agora com 108 pontos, contra 103 de Zhou. Shwartzman é o terceiro colocado com 91 pontos. Felipe Drugovich está na sétima posição, contando agora com 59 pontos.

Agora a Fórmula 2 realiza uma longa pausa depois de chegar na metade do seu calendário, retonando em setembro, para a prova que será disputada em Monza. 

Saiba como foi a Corrida Principal em Silverstone da Fórmula 2

O grid para a prova principal foi estabelecido na sexta-feira:

Oscar Piastri é o atual líder do campeonato, além disso ele está em um fim de semana melhor do que o seu rival. Para completar a disputa, o piloto da Prema superou Zhou na classificação realizada na sexta-feira.

Desta forma Piastri liderou a fila, acompanhado por Zhou. Verschoor que venceu a segunda Sprint Race do fim de semana, largou da terceira posição. Enquanto Alesio Deledda começou dos boxes.

A largada de Zhou foi muito boa, ele tracionou melhor para passar Piastri rapidamente em uma ótima reação. Enquanto, Dan Ticktum pressionou Verschoor e depois de fazer as curvas lado a lado assumiu a terceira posição. Drugovich assumiu a quinta posição, depois de ultrapassar Shwartzman. Nissany começou da oitava posição, mas foi ultrapassado, caindo para o décimo lugar. A largada foi sem incidentes.

Rapidamente Zhou começou a estabelecer uma distância de mais de 0s7 para Piastri e está era a mesma distância entre o segundo e o terceiro colocado, com uma variação que começou na terceira volta.

Na sexta volta, quando a janela de paradas começou, os dez primeiros eram: Zhou, Piastri, Ticktum, Verschoor, Shwartzman, Drugovich, Lundgaard, Pourchaire, Lawson e Nissany. Zhou tinha mais de 1s4 de vantagem para Piastri, evitando os ataques do rival. Mesmo com a proximidade e a utilização do DRS, as ultrapassagens reduziram.

Na sétima volta, Ticktum, Shwartzman, Vips, Boschung, Armstrong e Beckman foram juntos para os boxes realizar a suas trocas de pneus. Drugovich assumiu a quarta posição com as paradas.

Piastri foi para os boxes no giro seguinte, com o piloto da Prema retornando na décima terceira posição. Enquanto Lundgaard tinha problema nos boxes, com o pneu traseiro esquerdo se soltando dentro do pit-lane, quando ele andou a poucos metros depois da troca. Com os pneus mais quentes, Ticktum não hesitou e realizou a ultrapassagem em Piastri. Zhou fez a sua troca de pneus na volta nove, retornando a frente de Ticktum depois de uma parada perfeita.

No giro seguinte a Uni-Virtuosi realizou a parada do brasileiro Felipe Drugovich, mas tiveram problema com a troca do pneu dianteiro esquerdo, desta forma ele retornou atrás de Robert Shwartzman – posição que ele tinha ganhado em pista. Foi neste exato momento que Lundgaard foi punido com dez segundos, por ter uma saída insegura nos boxes. David Beckmann também recebeu uma punição, mas a dele foi de cinco segundos por saída insegura dos boxes.

Vips permaneceu mais tempo na pista, desta forma era o líder da corrida, acompanhado por Zendeli, Daruvala e Viscaal que não tinham realizado as suas trocas ainda. Zhou estava na quinta posição, realizando uma prova tranquila enquanto esperava para retomar a liderança da prova, enquanto Ticktum atacava Nannini – outro piloto sem realizar uma parada ainda, por isso estava entre os dez primeiros.

Vips só foi para os boxes na volta dezenove, enquanto isso Lawson estava sendo atacado por Armstrong duelando pela décima segunda posição, mas mesmo usando o DRS não conseguia concluir a ultrapassagem.

Se aproximando do final da prova, na volta 22, apenas Daruvala (1º) e Nannini (4º) não tinham realizado a parada obrigatória. Pior para Piastri que mesmo tendo pneus melhores não conseguia realizar a ultrapassagem no piloto com pneus mais velhos. Drugovich que estava na oitava posição, atacava Shwartzman, buscando a ultrapassagem.

Daruvala parou na vigésima quarta volta. O piloto retornou na décima posição, mas logo foi ultrapassado por Zendeli.

Com todas as paradas realizadas, os dez primeiros eram: Zhou, Ticktum, Piastri, Verschoor, Shwartzman, Drugovich, Vips, Purchaire, Zendeli e Daruvala.

As últimas duas voltas foram altamente disputadas entre Verschoor e Piastri, pois o piloto da MP Motorsport fazia questão de buscar a terceira posição, usando o DRS para o ataque. Verschoor colocou o carro de lado, saiu da pista, seguiu tentando, mas só tinha os últimos metros de pista para concluir a ultrapassagem.

Zhou venceu a corrida, acompanhado por Ticktum que superou Piastri, enquanto o piloto da Prema conseguiu se defender até o final, para se manter no pódio, enquanto Verschoor permaneceu na quarta posição.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados