ColunistaDestaquesFórmula EPost

OPINIÃO: Não tem como defender a atitude de Daniel Abt na quinta etapa do Desafio Race at Home

A conduta de Daniel Abt durante a quinta prova do Desafio Race at Home, deixou várias pessoas chocadas. Não existem argumentos para defender o piloto, principalmente quando ele acha que a situação seria engraçada para o público.

As corridas virtuais podem não ser a alternativa mais interessante para um piloto, mas ainda são uma das oportunidades de ficar em evidência. Basta olhar para a Fórmula 1 e as duas vitórias conquistadas por George Russell, já trouxeram para ele relevância dentro da competição e um burburinho favorável para as pistas reais.

É aquela coisa, se não estão comentando sobre uma boa performance, pouco vão se lembrar daqueles que ficaram no final do pelotão de uma prova virtual. 

No entanto, Abt acabou por causar um burburinho ruim para o seu lado e esse não tem nenhuma relação com o fato de a equipe ainda não ter pontuado na competição virtual da Fórmula E. O piloto acabou ultrapassando o limite da confiança e de uma boa ação (parceria com a Unicef), para levar vantagem em uma coisa que não proporcionaria nenhuma diferença para o resultado do campeonato real.

A Audi se pronunciou sobre o ocorrido, sabendo que Daniel não agiu conforme o regulamento e concluiu que este é um motivo para colocar um ponto final na história do piloto dentro da equipe. Após 63 corridas realizadas com a Audi na Fórmula E, Daniel esteve com a equipe desde o seu início em setembro de 2014.

“Integridade, transparência e conformidade consistente com as regras ​​são as principais prioridades da Audi – isso se aplica a todas as atividades nas quais a marca está envolvida, sem exceção. Por esse motivo, a Audi Sport decidiu suspender Daniel Abt com efeito imediato”, diz o comunicado da Audi.

É um fato que nem todos gostam de participar destas provas, mas por estarem cumprindo um contrato com a equipe eles precisam participar das provas. Por este motivo era melhor para a carreira de Abt, que ele abandonasse a prova, com uma batida ou qualquer coisa do tipo, seria mais digno e não teria o colocado em uma situação tão prejudicial como foi o que ele considera ser apenas uma “brincadeira”.

As corridas virtuais por mais que não alteram os campeonatos reais, servem para dar visibilidade para a marca e justificar o apoio recebido pelos patrocinadores, mesmo neste momento tão difícil que todos estão passando. Enquanto as provas reais não acontecerem por conta da pandemia este é o melhor modo de se promover e apesar de não estarem vencendo, a marca é mostrada para diversas pessoas que acompanham estas provas virtuais.

A atitude de Abt poderia trazer uma visibilidade ruim para a empresa se ela não tomasse nenhuma atitude. Diante da indignação de várias pessoas que acompanham a categoria, a atitude tomada pela Audi foi a melhor.

 

[powerpress_playlist]

[powerpress_subscribe]

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados