ColunistaFórmula 1Post

O amadurecimento de Lando Norris na McLaren

A temporada 2021 da Fórmula 1 está prestes a começar e com tantas mudanças nas equipes, uma das novas formações que o público está mais ansioso para ver em ação é a dupla Daniel Ricciardo e Lando Norris. 

Norris, está desde 2019 correndo pela equipe papaya e após dois anos de parceria com o espanhol Carlos Sainz, o britânico terá um desafio ainda maior ao ter Ricciardo como colega de equipe, já que o australiano é considerado um dos melhores pilotos do grid e está indo para a sua décima temporada na Fórmula 1. 

Apesar de ter menos experiência que o novo companheiro, Lando Norris tem uma relação forte com a McLaren e um de seus principais objetivos é se tornar o piloto principal da equipe no futuro. 

“Algumas coisas será o Daniel quem vai trazer para a equipe, porque eu não tenho os 10 anos de experiência que ele tem. Ele esteve com equipes diferentes, ganhou corridas e tem muito mais pódios e eu não posso fingir ser melhor, porque a experiência é um fator muito importante”, disse Norris. 

Entretanto, uma coisa que não pode ser ignorada, é a relação de longa data do britânico com a McLaren. Desde os tempos em que corria nas categorias de base, Norris tem a equipe como a sua segunda casa. Quando assinou como piloto júnior em 2017, ele conseguiu mostrar as suas habilidades ao longo dos treinos livres que teve com o carro da equipe papaya em 2018. Naquela época, a McLaren estava enfrentando um de seus momentos mais difíceis e mesmo assim, Lando conseguiu extrair o máximo que podia do carro. 

Lando Norris, McLaren

“Também há coisas que eu sei que posso acrescentar para a equipe e que o Daniel não pode, por causa do tempo que eu tenho com a McLaren. Não somente coisas relacionadas com a pista, mas a mentalidade da equipe, como eu tenho impactado o time de um ponto de vista mental. A ligação com os engenheiros, mecânicos e os papéis de cada um dentro da equipe”, comentou. 

Mesmo tendo um bom ritmo de corrida, um dos principais desafios de Lando é ser mais agressivo em seus ataques na pista, algo que ele conseguiu melhorar de maneira considerável em 2020, mas que o mesmo reconhece que ainda tem muito a evoluir. Esse foi um dos desafios que a McLaren deu a ele, assim como uma melhor administração dos pneus, que segue sendo o foco em 2021. 

No momento, Norris ainda está em ascensão e tem ciência das limitações que possui e o que precisa provar dentro de pista para começar a ser colocado no mesmo nível que outros jovens pilotos como Charles Leclerc e Max Verstappen. Por isso, ter Daniel Ricciardo como companheiro de equipe é uma grande oportunidade para o britânico elevar o seu desempenho. 

Lando e Daniel são conhecidos por serem carismáticos e brincalhões diante das câmeras, mas quando se trata das corridas, ambos se igualam na seriedade com a qual levam o seu ofício, sempre trabalhando junto com a equipe e acompanhando cada etapa de desenvolvimento do carro ao longo da temporada. Mesmo que para os fãs de automobilismo, Ricciardo seja o principal nome da McLaren na temporada 2021, Norris não pode ser ignorado, ele tem metas a atingir e não está disposto a ceder. 

O jovem de 21 anos, que consegue ser carismático mesmo com a timidez notável e que tem uma grande base de fãs, está passando por um processo de amadurecimento e quer ser reconhecido por seu trabalho enquanto piloto de uma das maiores equipes da Fórmula 1.  

Lando Norris, McLaren

“Eu espero que as pessoas me vejam de uma maneira um pouco diferente. Eu tenho mudado. Eu não tenho sido somente o cara brincalhão e risonho. Não se trata apenas de imagem. Eu tenho passado mais tempo com a equipe, entendendo o que eu posso fazer para melhorar a minha pilotagem, trabalhando com os engenheiros para aumentar a performance [do carro]. Isso é para meu próprio benefício.”

Tudo é uma grande incógnita. Mesmo com a novidade do motor Mercedes na McLaren em 2021, não é esperado grandes avanços em nenhuma das equipes do grid, já que o foco maior está em 2022, quando o novo regulamento da F1 entrará em vigor. Mas caso a McLaren consiga se adaptar às mudanças e fazer as alterações técnicas certas, é esperado que Norris apareça com mais frequência nos pódios.

“Eu me sinto em casa com a McLaren, então, o meu objetivo é ficar com eles, estar nessa jornada de sair das dificuldades enfrentadas a anos atrás e ser parte da melhoria, para que assim, nos próximos anos, a gente possa dar os próximos passos.”

Desde os tempos em que tudo ainda era um sonho distante para o jovem Lando e ele dava um jeito de se enfiar na equipe nem que fosse para servir café, ele já sabia onde queria estar. O piloto do carro número 4 ainda tem um longo caminho a percorrer, mas até o momento ele vem se provando como uma das grandes apostas da McLaren para o futuro.

Mostrar mais

Sonia Cury

Jornalista apaixonada por esportes, principalmente, Formula 1 e NBA. Adoro ler, escrever e tenho um lado gamer retrô

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo