ColunistaFórmula EPost

Erhan Jajovski vence a segunda corrida seguida no Fórmula E: Accelerate

Com o resultado, a ROKiT Venturi Racing disparou na liderança do campeonato virtual

O macedônio Erhan Jajovski é o grande destaque do início do Fórmula E: Accelerate. O integrante da equipe de competições virtuais de Romain Grosjean venceu o ePrix de Hong Kong após largar da pole position (58.174s) mais uma vez. 

A batalha pela vitória dessa vez foi com Frederik Rasmussen (DRAGON / PENSKE AUTOSPORT), os dois foram seguidos por Kevin Siggy (BMW i Andretti Motorsport). A diferença de tempo entre os três foi de apenas 0,050 segundos, enquanto apenas meio segundo dividiu os primeiros 18 corredores.

SAIBA COMO FOI A CORRIDA

Quando as luzes se apagaram, Jajovski disparou na linha de fora para garantir sua primeira posição. Sua defesa afastou Rasmussen, com Golombeck logo atrás dinamarquês nas primeiras curvas. Kevin Siggy (BMW i Andretti Motorsport), enquanto isso, estava com as mãos ocupadas defendendo-se de Graham Carroll (Envision Virgin Racing) e Martin Sefanko (Jaguar Racing).

Como na 1ª etapa, Jajovski imediatamente se estabeleceu na liderança, puxando uma diferença de 1,2 segundo para Rasmussen que era perseguido por Golombeck. Siggy, Carroll, Stefanko, Risto Kappet (NIO 333), Nikodem Wisniewski (DS TECHEETAH), Jan von der Heyde (Nissan e.dams) e Olli Pahkala (Mahindra Racing) completavam o top 10.

Pahkala foi um dos primeiros a passar pela zona de ativação do Modo Ataque. Ele ultrapassou von der Heyde logo em seguida.

Enquanto isso, Peyo Peev (DRAGON / PENSKE AUTOSPORT) e Marc Gassner (Nissan e.dams) tiveram um leve toque na quinta volta, com o primeiro sofrendo danos e o último mais tarde sendo punido com um drive-through por causa da manobra. 

Pouco mudou entre os dez primeiros colocados com Jajovski mantendo uma distância segura de pouco menos de dois segundos para Rasmussen. Siggy, Golombeck e Carroll formavam o segundo trio de disputas e Stefanko, Kappet, Wisniewski, Pahkala e agora Petar Brljak (BMW i Andretti Motorsport) batalhando mais atrás.

Entrando nos 15 minutos finais, Carroll foi o último a ativar a primeira rodada do Modo Ataque e devidamente feito por Golombeck, escorregando por dentro do Porsche do alemão no grampo de cabelo e na quarta posição – o escocês se afastou novamente depois de escorregar de volta no início.

Jajovski e Rasmussen ainda estavam separados por menos de dois segundos na frente, aguardando cuidadosamente o próximo movimento um do outro restando de dez minutos para o fim da prova.

O piloto da Venturi estava usando um pouco mais de potência do que os que vinham atrás, com o piloto DRAGON / PENSKE AUTOSPORT que buscava economizar uma porcentagem extra de energia, o que seria extremamente valioso durante os minutos finais.

Stefanko em sexto, Kappet e Pahkala foram os primeiros do top 10 a  ativar o Modo Ataque pela segunda vez. A manobra permitiu que o trio passasse por Golombeck, que era agora o quinto lugar.

Os quatro primeiros (Jajovski, Rasmussen, Siggy e Carroll) conseguiram abrir vantagem para Stefanko.

Com a batalha esquentando à medida que o tempo e as reservas de energia se esgotavam, Jajovksi foi o primeiro dos líderes a ativar o Modo Ataque pela segunda vez com Rasmussen, Siggy e Carroll seguindo o exemplo. 

A energia restante era igual para todos, com cada um dos corredores gerenciando percentuais seguros nos últimos minutos.

Jajovski estava sob fogo direto de Rasmussen nas duas últimas voltas, mas foi capaz de segurar o dinamarquês no fim. Embora seu Modo Ataque tenha feito o piloto da Dragon alcançar ligeiramente o líder, Rasmussen não conseguiu furar o bloqueio de piloto da Venturi.

Mesmo assim Oliver Rowland, piloto da Nissan e comentarista convidado do dia, exaltou a agressividade do alemão. 

Siggy seguiu a dupla principal em terceiro, três segundos atrás, com Carroll, Stefanko, Golombeck, Kappet, Pahkala, Brljak e Wisniewski preenchendo as posições de pontos.

“No início, criei uma brecha e pensei que Rasmussen não seria capaz de passar por ela”, disse o vencedor da corrida. “Mas no final vimos que ele era muito agressivo com a energia e estava em cima de mim, me pressionando bastante. Foi uma corrida intensa e estou muito feliz com a vitória.”

Resultado Fórmula E Accelerate – Foto: Fórmula E

A segunda vitória de Jajovski da Venturi colocou os dois no topo de suas respectivas tabelas de pontos rumo ao Circuito do Aeroporto de Tempelhof, em Berlim, na próxima quinta-feira, com a ação mais uma vez definida para começar às 16h, horário de Brasília.

Confira a pontuação completa aqui!

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo