ColunistaFórmula 1Post

Alpine revela o A521, o carro francês do grid

A Alpine abandonou o amarelo e preto, para investir nas cores da França, marcando a história do país na competição

A Alpine revelou A521, o carro da temporada 2021 nesta terça-feira (02) que será guiado pelo bicampeão mundial de Fórmula 1 Fernando Alonso e Esteban Ocon. Nesta temporada o time vai competir utilizando o nome Alpine, mas até 2020 eles marcaram o automobilismo como Renault.

A marca que ficou famosa por conta do Mundial de Endurance, agora invade as pistas da Fórmula 1 após as mudanças internas realizadas na Renault. O time vem passando por uma fase de reestruturação, na busca por retomar a competitividade e ser uma equipe forte no pelotão. Quando eles anunciaram a mudança de nome em setembro de 2020 já informavam que a Alpine daria um novo significado, novos valores além das novas cores.

Como foi dito, agora o time abandona de vez o amarelo e preto, para utilizar as cores da bandeira da França, com o azul sendo a cor predominante, e o branco e vermelho formam algumas faixas na traseira do carro, completando a bandeira do país.

Este slideshow necessita de JavaScript.

O motor continuará como da Renault, projetado e desenvolvido em Viry, na França. O chassis de 2021, são uma evolução do R.S.20, o carro útilizado na última temporada, a grande novidade está no nome e nas novas cores.

Fernando Alonso retorna ao time pela terceira vez, agora com 39 anos, o espanhol defendeu a Renault entre 2003 e 2006, quando obteve os seus dois títulos. Após uma breve passagem pela McLaren em 2007, Alonso retornou para a Renault, permanecendo com a equipe francesa até 2009, quando foi para a Ferrari.

“Estou muito animado por voltar à Fórmula 1 e fazer parte do próximo capítulo da Alpine F1 Team no esporte. Tenho trabalhado muito para me preparar para voltar a correr na F1 e o objetivo é atacar desde o início. Guiar o carro pela primeira vez será uma experiência muito emocionante. Temos uma equipe forte e, junto com o Esteban, devemos seguir em frente e entregar resultados. Sabemos que vai ser uma temporada muito competitiva, mas estamos prontos para o desafio. O carro está ótimo e tenho boas lembranças de correr com azul na Fórmula 1”, comentou Fernando Alonso.

É esperado que Alonso some muito ao time por conta da sua experiência, ele retornou ao time por conta do ex-chefe de equipe da Renault Cyril Abiteboul, que viu no espanhol o potencial necessário para ajudar o time na sua ascensão. Alonso está substituindo Daniel Ricciardo. Laurent Rossi foi nomeado CEO, após Abiteboul deixar o cargo.

“Hoje temos o orgulho de apresentar o primeiro carro de Fórmula 1 da Alpine F1 Team que vai competir no campeonato de 2021. Este é um marco importante para a Alpine, pois ela se posiciona como a marca na vanguarda da inovação do Grupo Renault. A Alpine encontra naturalmente o seu lugar nos elevados padrões, prestígio e desempenho da F1 e estamos ansiosos pela estreia do A521 pilotado pelos nossos pilotos. Este ano o nosso objetivo é claro, dar continuidade ao ímpeto conquistado no ano passado e lutar pelos pódios. Nossa visão de longo prazo é ver o nome Alpine no topo do pódio da F1”, afirma Rossi. 

Esteban Ocon segue no time, que vai disputar a sua quarta temporada, mas a segunda com o time. O francês foi um pouco ofuscado por Daniel Ricciardo, mas conseguiu o seu primeiro pódio durante o GP de Sakhir de 2020. Ele terá o papel de auxiliar o time na briga do pelotão intermediário, precisando focar em uma conquista maior de pontos para que seja possível a Alpine lutar de forma mais forte pela terceira posição no campeonato de construtores.

O time aproveitou o momento para afirmar a posição dos membros: Marcin Budkowski continua a fazer parte da equipe de liderança como diretor executivo, já como diretor de corrida o time conta com Davide Brivio que veio da Suzuki na MotoGP. 

Pat Fry está retornando nesta temporada para a equipe antiga – ele começou a sua carreira na F1, com a equope quando ela ainda era conhecida como Benetto, ele vai liderar a equipe técinica de chassis, contando com Remi Taffin como reponsável pelo departamento de motores.

Daniil Kvyat que deixou a AlphaTauri ao final da temporada 2020, agora será piloto reserva da Alpine, enquanto Guanyu Zhou será o piloto de testes. 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados