ColunistaFórmula 1Post

Yuki Tsunoda termina nos pontos em Baku, mas esperava resultado melhor

O piloto que estavam sem pontuar, terminou o GP do Azerbaijão na sétima posição, mas não acredita que este foi o melhor resultado

Depois de um início ‘’estrondoso’’, foram mais quatro corridas fora dos pontos até Yuki Tsunoda no GP do Azerbaijão quando terminou a corrida na sétima posição. Mas o japonês não ficou exatamente feliz com o resultado obtido na prova, pois acredita que poderia ter um resultado melhor.

Tsunoda terminou na mesma posição que iniciou a prova, não sendo um resultado ruim, já que isso ajudou a AlphaTauri assumir a quinta posição do campeonato de construtores – resultado altamente cobiçado entre seu time, mas também entre Aston Martin e Alpine – os pontos conquistados ajudaram o time nesta disputa.

LEIA MAIS: Raio-X do GP do Azerbaijão – Movimentação no Mundial de Construtores

Após a bandeira vermelha provocada pela paralisação pelo abandono de Max Verstappen, Tsunoda estava no sexto lugar, Hamilton abandonou a prova, mas o piloto japonês foi ultrapassado por Lando Norris e Fernando Alonso, retornando para a sétima posição.

“Até a bandeira vermelha estavam indo bem, mas depois do reinício, a relargada foi boa, mas o posicionamento na pista estava errado, fiz o meu melhor e fui agressivo, mas não pude evitar perder duas posições para ser honesto. Não sei como evitar. Mas parabéns ao meu companheiro de equipe que conseguiu um P3 e um pódio.”

“No geral, se eu pegar todos os pontos positivos do fim de semana de corrida, definitivamente houve pontos positivos, mas estou muito bravo com a última volta.”

O desempenho de Tsunoda impressionou o chefe de equipe, Franz Tost que está fazendo o possível para que o japonês possa entregar o seu melhor trabalho.

“Devo dizer que Yuki fez um trabalho fantástico”, disse Tost. “Ok, ele teve um pequeno incidente na classificação, mas foi durante o Q3 e pode acontecer, aconteceu com pilotos mais experientes. E então seu ritmo de corrida às vezes era inacreditável. Eu estava realmente preocupado que algo fosse acontecer porque ele era muito rápido.”

“Ele está muito bem e acho que vai conseguir bons resultados na segunda metade da temporada, onde ganhará um pouco mais de experiência, principalmente nas pistas que conhece.”

Yuki Tsunoda termina nos pontos no GP do Azerbaijão – Foto: reprodução AlphaTauri

A AlphaTauri, mas especialmente Franz Tost realizou uma grande mudança para Tsunoda. Depois de Mônaco o piloto se mudou para a Itália, ficando mais próximo da equipe e do dia a dia deles. O piloto tem um cronograma apertado, que envolve exercícios físicos, trabalho com o simulador e aulas de inglês. Tost considerou necessário, principalmente por ele ser um jovem piloto ainda e precisar de uma base para poder mostrar todo o talento que ele tem e que a equipe acredita.

“Não podemos esquecer que foi a primeira vez dele em Baku. Claro que no Bahrein ele marcou dois pontos quando terminou em nono, mas ele conhecia a pista muito bem da Fórmula 2, testamos lá e pudemos encontrar uma boa afinação. Mas nós viemos aqui para Baku e ele não conhecia a pista e ele imediatamente se familiarizou com ela e largou do sétimo lugar e terminou em sétimo.”

“Para mim foi um trabalho fantástico da parte dele, uma exibição fantástica. Temos que trabalhar em algumas coisas, sabemos disso, mas estou confiante de que vamos juntar tudo porque ele é supertalentoso.”

A AlphaTauri precisa que os dois pilotos consigam conquistar pontos, para manter o quinto lugar no campeonato de construtores. Agora o time vai enfrentar uma sequência de provas em autódromos e precisa ter um bom desempenho, principalmente em um grid que se mostra muito apertado.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados