Stock Car adia Corrida de Duplas para novembro, por conta do surto de coronavírus

Sharing is caring!

Foto de capa: Beto Correa

A Stock Car anunciou hoje (13) o adiamento da Corrida de Duplas, a prova seria realizada como abertura do campeonato, marcada para o dia 29 de março. A categoria já havia proibido a participação de pilotos estrangeiros na etapa

A medida foi tomada após o acompanhamento do quadro do coronavírus no país e em alinhamento com as medidas tomas pelo governo do Estado de Goiás, a Vicar informou a não realização da prova na data prevista.

No mesmo comunicado a categoria aproveitou para informar que a prova será realizada no dia 22 de novembro em Goiânia, data já reservada para o que seria a segunda vez da Stock no Autódromo Internacional Ayrton Senna. 

O governador Ronaldo Caiado de Goiás, pediu a suspensão dos eventos e proibiu as torcidas para não formar aglomerações nesta manhã. Os primeiros casos do coronavírus foram confirmados na capital goiana e na cidade de Rio Verde, desta forma para evitar o avanço da doença a decisão foi tomada.

“Decidimos tomar essa medida em função do possível avanço do vírus e também com as manifestações recentes do governo goiano. É impossível saber como estará o cenário daqui a duas semanas no país, quando faríamos a prova de abertura da temporada, então a decisão de adiar essa prova foi a mais acertada”, comentou Carlos Col, CEO da Vicar. “A decisão foi tomada após consulta junto a nossos patrocinadores e demais envolvidos na realização do evento. Nossa primeira e maior preocupação é preservar a saúde dos fãs locais, além dos envolvidos diretamente com a realização da corrida, uma comunidade que gira em torno de 800 pessoas. É a medida mais correta para o momento. Então optamos por ela”, ponderou o dirigente.

A Stock Car vai estudar o adiamento da prova do Velopark marcada para o dia 12 de abril, mas até o momento ela passa a ser a prova de abertura da temporada. “Mas este evento continua sob observação, também devido ao cenário atual, que nos preocupa bastante. Então vamos aguardar as próximas semanas para decidir o que fazer no caso desta corrida também”, disse Col.

O calendário com doze etapas deve ser mantido para 2020. “Não há motivo para não considerar que vamos realizar todas as corridas”, disse ele. “Temos um compromisso com nossa comunidade, que envolve, além das equipes e organização, os patrocinadores e a imprensa. Da nossa parte esse compromisso é 100% viável, desde que as condições de saúde no país estejam estabilizadas”, completou.

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

shares