ColunistaFórmula 1Post

Raikkonen testa positivo para o Covid-19 e é substituído por Kubica no GP da Holanda

Kimi Raikkonen testou positivo para o Covid-19 depois dos treinos livres realizado na sexta-feira. Kubica assume o C41

Neste sábado (04) a Alfa Romeo confirmou que Kimi Raikkonen seria substituído por Robert Kubica, nos últimos testes de Covid-19 realizados antes da continuidade do evento, o finlandês testou positivo.

Segundo informações da equipe, Raikkonen não apresenta nenhum sintoma e está bem, já isolado no hotel. Kubica que é um dos pilotos reserva da equipe, está substituindo o finlandês de 41 anos em Zandvoort.

Nesta semana Raikkonen anunciou a sua aposentadoria, portanto este é o último ano do piloto na categoria. Desde que a pandemia começou, o finlandês é o quarto piloto a provocar mudanças de último hora no grid, Sergio Pérez, Lance Stroll e Lewis Hamilton tiveram que ser substituídos no último ano pelos pilotos reservas dos seus times. Tivemos a aparição de Nico Hulkenberg em dois eventos.

O último GP disputado por Robert Kubica foi o GP de Abu Dhabi de 2019, desde então Kubica segue auxiliando a Alfa Romeo no desenvolvimento do carro e também guiando em alguns treinos livres.

Callum Ilott é outro reserva da Alfa Romeo, mas o piloto realizou um teste em Indianápolis, se preparando para participar do GP de Portland.

Raikkonen precisa de um teste negativo para retornar ao paddock da F1, portanto ainda é difícil afirmar sobre a sua participação no GP da Itália, em Monza na próxima semana.

Kubica já assumiu o carro da Alfa Romeo durante o TL3, o polonês terminou a atividade na décima nona posição.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados