ColunistaDestaquesFórmula E

É oficial: Sam Bird é o novo piloto da Jaguar

O piloto é uma grande aposta e após a rodada de Berlim o piloto vai enfrentar um novo desafio

Recentemente falamos sobre essa possibilidade e hoje a Panasonic Jaguar Racing oficializou: Sam Bird foi contratado pela equipe para disputar a sétima temporada da Fórmula E. 

James Barclay, team principal da Jaguar, está eufórico com a novidade. Também pudera, Bird é um dos pilotos mais fortes do grid da Fórmula E. 

“Em nome de toda a equipe Panasonic Jaguar Racing Formula E e de todos da Jaguar, gostaria de dar as boas vindas ao Sam à família. Desde o início da Fórmula E, Sam tem demonstrado ser um dos melhores pilotos do campeonato e acreditamos que juntos faremos uma grande parceria. Com Mitch [Evans] e Sam, acreditamos que devemos ter uma das duplas mais fortes do grid. Com uma competição tão acirrada, está claro que para ter sucesso na Fórmula E, você precisa de dois pilotos que possam chegar ao pódio em todas as provas. Agora temos dois vencedores de corridas que são capazes de nos fazer lutar tanto pelo campeonato de pilotos como pelo de construtores na próxima temporada”.

Bird disse que também está animado para o novo desafio.

“Mal posso esperar por esse novo capítulo na minha carreira na Fórmula E com a Jaguar. Tenho acompanhado o crescimento e o progresso da equipe na categoria e estou muito orgulhoso por correr em uma icônica marca britânica com um DNA tão bem sucedido em competições e por me juntar a uma incrível lista de pilotos que já correram pela marca. Sou faminto por sucesso e acredito que junto com Mitch [Evans] podemos alcançar grandes conquistas para o time e para nós mesmos. Quero agradecer à Virgin por tudo o que conquistamos juntos e desejo o melhor para eles no futuro. Depois de Berlim, mal posso esperar para testar o Jaguar I-TYPE e estar no melhor lugar possível a partir da temporada sete. 

SAM BIRD E A VIRGIN

Sam Bird usou as redes sociais para agradecer a longa parceria.

“Nos últimos anos, essa equipe se tornou uma família para mim e uma grande parte da minha carreira. Muitos sabem que a Virgin e a Fórmula E ressuscitaram minha carreira e por isso sou eternamente grato. Tenho tantas memórias e pontos altos – ambos dentro e fora das pistas – para relembrar e realmente espero ter mais algumas boas por vir em Berlim antes de embarcar no próximo capítulo da minha carreira. E com certeza terá uma lágrima nos meus olhos na corrida final”, comentou o piloto britânico. 

Em nota oficial, a Virgin afirmou que a decisão de encerrar o contrato foi conjunta. Sylvain Filippi, team principal da equipe, demonstrou seu agradecimento aos anos de dedicação do piloto britânico: “Sei que falo por toda a equipe quando digo que Sam é um dos pilotos mais agradáveis da Fórmula E e, as etapas de agosto, serão feitas com o maior respeito e admiração. Sendo um fundador da equipe como eu, quero pessoalmente prestar uma homenagem ao Sam pelo excelente trabalho que ele tem feito e pelo prazer de trabalhar com ele durante esses anos. Como profissional, ele se mantém comprometido e determinado a terminar a temporada com a Envision Virgin em alta”. 

Sobre o substituto de Bird, Filippi disse que está trabalhando nisso nos bastidores e que o nome do novo piloto da Virgin será revelado em breve. 

Sam Bird disputou 63 ePrix pela Virgin, foram 9 vitórias, 18 pódios, 5 pole position e 5 voltas mais rápidas e é o único piloto a vencer pelo menos uma corrida em cada temporada até agora. Após o fim da maratona de Berlim, o britânico levará toda essa experiência para a Jaguar. Ele será companheiro de Mitch Evans com quem formará uma das duplas mais fortes do grid. 

Foto: Divulgação Fórmula E

SAM BIRD E JAGUAR: CONVERSAS ANTIGAS

Em entrevista ao site The Race, Bird revelou que as conversas com a Jaguar não são recentes, mas só agora a oferta do time britânico resultou em um acordo de duas temporadas, possivelmente. 

Bird afirmou que eles sempre falaram sobre a possibilidade de o acordo acontecer: “Já havíamos conversado antes, por várias razões as coisas não se materializaram, mas sempre tive muita estima pela equipe Jaguar”. O piloto revelou que tem acompanhado o crescimento da equipe: “Acho que eles mostraram um nível bastante alto nesses dois anos. Eles disputaram vitórias em corridas e no campeonato, então são definitivamente uma equipe que está em alta. Como um piloto britânico, acho que correr por uma equipe britânica é uma oportunidade que não pode ser jogada fora”. Ele ainda completa dizendo que espera transformar a oportunidade em um compromisso de longa data.

Aos 33 anos, Bird sabe que não tem muito tempo a perder, por isso decidiu pela mudança antes de Marrakesh, quando conversou com seu empresário sobre o futuro, eles analisaram todas as possibilidades para decidir qual plano deveriam seguir: “Havia algumas opções disponíveis, contudo, a que nos animou mais foi a oportunidade com a Jaguar que, honestamente, não poderia ser desperdiçada”.

 

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados