ColunistaFórmula 1

Corrida – Vettel vence no Brasil, com Hamilton realizando prova histórica

O Grande Prêmio do Brasil de 2017, contou com a vitória de Sebastian Vettel, que largou muito bem, conseguindo impor o seu carro da Ferrari, contra Bottas e no S do Senna concluía a ultrapassagem no finlandês, para fazer uma corrida a parte e não correr o risco de ter a posição ameaçada.

Lewis Hamilton ficou bem próximo de chegar ao pódio desta corrida, já que teve um desempenho constante desde o início da prova, até a sua última volta. Mesmo largando dos boxes contou com uma estratégia inteligente por parte da equipe, que realizou a troca do motor do seu carro, melhorando o rendimento e ainda por cima investiram no uso dos pneus macios na primeira parte da corrida, o que permitiu o piloto estender a sua permanência na pista e aumentar a distância, para ter tempo de realizar a parada e voltar com folga para pista. Hamilton fez as ultrapassagens que realizou no circuito de Interlagos, parecerem fáceis e seus oponentes não tinham chance de defender a posição.

Raikkonen se posicionou muito bem para evitar a ultrapassagem de Lewis, mas ficou estagnado por não ameaçar Bottas para tentar uma dobradinha da Ferrari. Verstappen ficou com a quinta posição, era impossível segurar o quarto lugar, mas foi brilhante ver o holandês na reta final da corrida, retornar para os boxes, instalar os pneus supermacios e ter garra para buscar voltas rápidas, mesmo sabendo que não teria mais chances de alcançar o piloto da Mercedes.

Ricciardo concluiu a prova em sétimo, largando em décimo quando foi atingido na traseira por Vandoorne, ainda na primeira volta e com isso rodou e precisou fazer um pit-stop, voltando ainda com os compostos macios só que mais novos do que ele utilizava. Demorou mais tempo para escalar o pelotão, mas soube a hora de realizar a parada e não foi ameaçado por Massa.

Em sua última corrida no Brasil, Massa concluiu a prova em sétimo, largou bem, teve uma boa relargada depois da saída do Safety Car e ultrapassou Fernando Alonso neste momento. Fez uma ótima corrida e também soube defender a posição nas voltas finais, quando o espanhol e o mexicano da Force India, acabaram se aproximando dele. Com o sétimo lugar, Massa passou Lance Stroll no campeonato e agora ocupa a décima posição, com 42 pontos. Hulkenberg veio para fechar o top-10.

Hamilton tem 345 pontos, seguido por Vettel com 302, Bottas com 280, a diferença entre o segundo e o terceiro lugar são de 22 pontos.

lll Saiba como foi a Corrida

Depois das punições aplicadas o Grid de largada até o último colocado ficou assim: Bottas, Vettel, Raikkonen, Verstappen, Pérez, Alonso, Hulkenberg, Sainz, Massa, Ocon, Grosjean, Vandoorne, Magnussen, Daniel Ricciado*, Wehrlein, Ericsson, Stroll*, Hartley*, Gasly* e Lewis Hamilton. O inglês, no entanto, vai largar dos boxes, pois a Mercedes fez alterações em seu motor em regime de parque fechado.

lll Largada

https://twitter.com/F1/status/929741735911149570

Vettel assumia a liderança, impondo o carro muito bem, mas Bottas não dava espaço para o alemão, fazendo o carro da Mercedes ficar mais largo do que deveria na pista. Ainda nasta primeira volta o Safety Car era ativo, Ricciardo era atingido na traseira por Vandoorne, depois do piloto da McLaren disputar espaço com Ocon e Magnussen. O piloto da Force India e Haas abandonaram a prova, assim como Vandoorne. 

https://twitter.com/F1/status/929742307020234752

https://twitter.com/F1/status/929743188566388736

A pista era liberada no final da quinta volta e Massa conseguia uma boa relargada, ultrapassando Fernando Alonso na reta dos boxes, para conquistar o quinto lugar. 

https://twitter.com/F1/status/929744140694446080

Na oitava volta Hamilton já era o décimo primeiro e Ricciardo seguia em décimo quinto, mas atacava Brendon Harltey para pouco depois ganhar a posição do piloto da Toro Rosso.

Hamilton mesmo com o pneu macio era mais veloz que os outros competidores e vinha jantando um a um, chegando na décima volta em nono lugar.

Ricciardo também fazia uma boa corrida se tornando o décimo segundo e estávamos na volta 11.

Alonso segurava Pérez e Hamilton se aproximou facilmente do mexicano, tentando concluir a ultrapassagem no final da reta dos boxes, mas o checo apertou e não deixou espaço para o inglês. Hamilton seguia as investidas e por fora no S do Senna concluía a ultrapassagem, seguindo para atacar Fernando Alonso.

https://twitter.com/F1/status/929746762927099904

Ricciardo já aparecia em décimo na volta 16, colocando a Red Bull entre os carros da Renault.

O inglês já fazia uma corrida histórica. Raikkonen, no entanto, começava a reclamar do sobreaquecimento dos pneus, mas a equipe informava que todos que estavam com aqueles jogos de pneus estavam sofrendo com isso.

Ricciardo ganhava a posição de Hulkenberg, enquanto Massa era atacado por Alonso e o espanhol por Hamilton. O inglês passava o piloto da McLaren tranquilamente no final da resta dos boxes, sem encontrar resistência e já estava partia para cima do brasileiro.

https://twitter.com/F1/status/929748291868418048

https://twitter.com/F1/status/929748619586138112

Bottas andava mais rápido que Vettel, marcando 1:13:626, mas quase dois segundos separavam os dois. No final da reta oposta, na volta 21, Hamilton concluía a ultrapassagem em Felipe Massa. Grosjean recebia 10 segundos de punição por estar envolvido em uma colisão com Esteban Ocon.

https://twitter.com/F1/status/929749507293810689

Verstappen que estava na quarta posição, também reclamava dos pneus e já estávamos nos aproximando da parada nos boxes. Hamilton estava mais distante do holandês que beirava os 9 segundos, mas o inglês não via problema nenhum e a cada volta acelerava ainda mais, para forçar a aproximação, marcando até mesmo na vigésima sexta volta o tempo de 1:13:320, sendo o mais rápido na pista.

Ricciado demora um pouco mais para ganhar posições e permanecia na nona volta.

Verstappen, Bottas e Massa paravam nos boxes na volta 28, retornando com os pneus macios. Vettel era o líder, mas na volta seguinte já realizava a sua parada e conseguia se manter na frente do finlandês da Mercedes.

https://twitter.com/F1/status/929751397658251265

Raikkonen parava na volta 30 e Hamilton se tornava o líder da prova. Apenas Pérez, Hulkenberg, Ricciardo e Sainz que estavam entre os 10 não haviam parado.

Hamilton ganhava a chance de abrir distância do pelotão e fazer uma boa parada, quando decidisse se encaminhar para os boxes.

A Red Bull avisava sobre a aproximação de Vestappen para Ricciardo e como ele estava com o pneu mais novo que o australiano, deveria não atrapalhar o holandês já eles estavam em uma estratégia diferente e já estávamos na trigésima terceira volta, quando Verstappen ultrapassou o companheiro de equipe, sem nenhuma dificuldade.

Massa que depois da parada havia voltado atrás de Fernando Alonso, conseguia mais uma vez ultrapassar o espanhol e se tornava o oitavo colocado.

Pérez se encaminhou para os boxes na volta 36. Verstappen se tornava o detentor da volta rápida com 1:13:131.

No fim do grid Stroll que estava na décima sexta posição atacava Grosjean e era a trigésima nona volta.

A dificuldade do inglês da Mercedes, acontecia na volta 42, quando começou o processo de ultrapassagem dos retardatários e perdia a vantagem que havia conseguido na pista, enquanto corria com ela livre. Ainda na mesma volta Hartley era chamado pela Toro Rosso para os boxes a equipe abandonaria a corrida.

https://twitter.com/F1/status/929755881415245824

Lewis Hamilton parava na volta 44, assim como Daniel Ricciardo. O inglês retornava em quinto e Ricciardo era o oitavo, ambos com os pneus supermacios.

https://twitter.com/F1/status/929757236984938496

Duas voltas depois o inglês cravava a volta mais rápida na pista com 1:12:423 e a Mercedes lutava pelo pódio do inglês. Ricciardo já era o sexto.

Verstappen reclamava sobre o carro da Red Bull estar escorregando muito na curva do sol e o engenheiro alertava sobre um vento nesta parte da pista, que fazia ele escorregar muito.

Stroll atrapalhava Hamilton, na hora que o piloto da Mercedes tentava uma ultrapassagem nele, mas o piloto da Williams era o retardatário na prova.

https://twitter.com/F1/status/929759240104955906

O pneu dianteiro esquerdo de Hamilton, começava a criar um trilho, mostrando a tamanha exigência que esta pista cobrava, mas ele não desistia e seguia ditando um ritmo forte na pista, já se aproximando de Max Verstappen e no final da volta 54 a distância deles estava nos 3 segundos.

Alonso já atacava Felipe Massa duas voltas depois, estando a menos de um segundo do brasileiro. Assim como Hamilton que já atacava Verstappen a dificuldade de ultrapassagem nos dois casos acontecia. No final da reta oposta era a vez do inglês jantar o piloto da Red Bull e conquistar o quarto lugar.

https://twitter.com/F1/status/929760575097319427

Na volta 60 as posições eram: Vettel, Bottas, Raikkonen, Hamilton, Verstappen, Ricciardo, Massa, Alonso, Pérez e Hulkenberg.

Na volta seguinte Hamilton conseguia se superar e já virava na casa de 1:11:932 sendo o mais rápido da pista.

Verstappen entrava nos boxes, com tempo suficiente para voltar na quinta posição, colocando um jogo de supermacios, com apenas 3 voltas. O piloto da Red Bull já sabia que não brigaria mais pelo pódio, mas queria voar na pista e os pneus desgastados começavam a afetar o seu desempenho e mesmo indo contra as ordens do engenheiro, concluiu a sua troca e na volta 65 e conseguia a volta mais rápida da pista 1:11:044.

https://twitter.com/F1/status/929761516546641920

Bottas fritava os pneus e seu companheiro de equipe já andava a menos de um segundo do finlandês da Ferrari, mas sofreu na tentativa de ultrapassagem, tendo que abrir distância do finlandês, para manter a aderência dos pneus.

Com duas voltas para o final, Stroll via o seu pneu esfarelar na pista e se arrastava para os boxes da equipe, mas conseguia retornar para o final da prova.

Alonso atacou Felipe Massa até o final da prova e na última volta, quase conseguiu concluir a ultrapassagem no brasileiro, mas Massa conseguia se segurar bravamente na sétima posição. Pérez também vinha atacou o espanhol até a bandeira quadriculada ser balançada para eles.

Hamilton mesmo chegando em quarto, realizava uma corrida histórica

https://twitter.com/F1/status/929765199124582400

https://twitter.com/F1/status/929765556550594560

https://twitter.com/F1/status/929766278562177025

https://twitter.com/F1/status/929774625504055296

https://twitter.com/F1/status/929791089887735813

Etiquetas
Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Fechar