ColunistaFórmula 1Post

Barcelona TL1: Bottas lidera treino que contou com as Ferraris em 4º e 5º

A dupla da Ferrari ficou com o quarto e o quinto lugar, enquanto os pilotos da Haas também estiveram entre os dez primeiros

Nesta sexta-feira (14) em Barcelona, a dupla da Mercedes abriu a tabela de tempos na liderança, Valtteri Bottas ficou com a liderança, após anotar 1m16s785 de pneus macios, acompanhado por Lewis Hamilton com 1m16s824.

Max Verstappen assumiu a terceira posição nos últimos 20 minutos de atividade, mas o piloto estava separado por 0s939 do líder. A dupla da Ferrari que figurou abaixo dos dez primeiros, conseguiu ocupar melhores posições após abandonar a utilização dos compostos duros, desta forma Charles Leclerc ocupar a quarta posição, com Sebastian Vettel em quinto.

A Haas foi a surpresa, Romain Grosjean fechou em sexto, enquanto Kevin Magnussen era o nono, interessante ver o time entre os dez, já que ultimamente eles estão disputando espaço com a Williams e Alfa Romeo nas últimas posições, mas só as próximas sessões vão mostrar a real situação na pista.

Sergio Pérez retornou para o fim de semana em Barcelona, o piloto não participou das duas etapas em Silverstone quando foi diagnosticado com o Covid-19. O mexicano foi visto na sétima posição, acompanhado por Alexander Albon que obteve 1:18.606, após ocupar a décima oitava posição. Lance Stroll completou fechou na décima posição com o segundo carro da Racing Point.

Nos últimos minutos quando as equipes passaram a realizar as voltas em modo de simulação de corrida, os pilotos passaram a reclamar da duração dos pneus, principalmente dos compostos macios que foram bem utilizados na sessão, durante a busca por voltas rápidas.

Saiba como foi o Primeiro Treino Livre em Barcelona

Na pista a temperatura estava na casa dos 35°C, com 28°C no ambiente.

A Williams confirmou Roy Nissany que disputa a Fórmula 2, para realizar testes na primeira atividade do dia, substituindo George Russell.

E assim que a pista foi liberada, os pilotos deixaram os boxes para a realização da volta de instalação. Sebastian Vettel foi o primeiro a abrir a tabela de tempos, o alemão anotou 1:24.910, acompanhado por Charles Leclerc que anotou 1:36.645. No carro do alemão, assim como no do monegasco era possível ver as grades de aferição aerodinâmica localizadas na traseira do SF1000.

Vale lembrar que Sebastian Vettel recebeu um novo chassi para Barcelona, após a equipe verificar que ele estava danificado.

Restando dez minutos para a conclusão da primeira meia hora, foi a vez de Verstappen anotar 1:19.574, para ocupar a primeira posição, o piloto utilizava os pneus duros, enquanto Carlos Sainz assumiu a segunda posição com os médios, anotando 1:20.038 e Latifi tinha 1:21.075 com os compostos vermelhos.

A Mercedes liberou Valtteri Bottas primeiro e rapidamente o finlandês assumiu a primeira posição com 1:18.575, com os pneus médios instalados. Sergio Pérez que foi liberado para as atividades de Barcelona, após ficar afastado por dois GPs, assumiu a quinta posição com 1:19.921, utilizando os compostos macios.

Com a conclusão da primeira meia hora de atividades, as posições dos dez primeiros eram: Bottas, Ricciardo, Pérez, Grosjean, Verstappen, Sainz, Ocon, Raikkonen, Stroll e Gasly.

Após sete voltas com os pneus duros, Hamilton anotou 1:18.516, Pérez melhorou a marca e passou a ser o terceiro colocado com 1:18.674, acompanhado por Verstappen e Stroll. Não havia uma preferência para a utilização dos pneus até aquele momento.

Daniil Kvyat retornou com os pneus macios e foi buscar novas voltas rápidas, desta forma o russo assumiu a sexta posição com 1:19.160.

Grosjean e Magnussen foram liberados com os macios e era possível ver o francês em terceiro com 1:18.573, enquanto o dinamarquês tinha 1:18.690, empurrando o russo da AlphaTauri para oitavo.

As Mercedes também abandonaram a utilização dos pneus duros, para instalar os macios e desta forma Bottas e Hamilton passaram a disputar a liderança da sessão. O finlandês anotou 1:16.785, enquanto o inglês tinha 1:16.824.

Entrando na última meia hora, os dez primeiros eram: Bottas, Hamilton, Leclerc, Vettel, Grosjean, Pérez, Magnussen, Stroll, Sainz e Ocon. Nissany que ocupava a vigésima posição com a Williams, acabou rodando ao perder a traseira.

Novas voltas rápidas começaram a ocorrer no circuito e desta forma os pilotos estavam dando mais atenção aos pneus macios e médios.

Alexander Albon era apenas o décimo oitavo colocado, enquanto Verstappen que ocupava a décima quarta posição, passou a assumir o terceiro lugar com 1:17.724.

Os últimos minutos foram dedicados para a simulação de corrida, com os temos de volta mais altos. Os pilotos passaram a reclamar dos pneus macios, por conta da durabilidade.

 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados