ColunistaFórmula 1Post

As atualizações da Williams para 2021, o time ainda não ‘saiu da jogada’

A Williams vai atualizar o carro em 2021, eles utilizaram um token de desenvolvimento para modificar o carro e podem obter algum ganho neste ano

A Williams é uma das equipes com mais problemas no grid, mesmo equipada com o motor Mercedes, eles não conseguem avançar pelo pelotão. George Russell se esforçou muito durante as classificações em 2020, conseguindo até bater a Haas e a Alfa Romeo em diversos momentos, mas quando a prova começava a sua queda de desempenho era nítida.

Para 2021, diferente da Haas que vai focar no projeto de 2022, a Williams vai apostar em diversas atualizações para o FW43B, enquanto também trabalha no FW44, o modelo da próxima temporada.

“Estamos cientes de onde começamos, obviamente, mas queremos continuar a ser competitivos e esta é uma jornada para nós”, disse Simon Roberts, o chefe de equipe da Williams.

É claro que é difícil dar um salto muito grande de uma temporada para outra, quando pensamos que o meio do pelotão parece estar bem mais equipado e estruturado que a Williams. Mas para retornar ao páreo obviamente eles precisam partir de alguma direção.

Williams Racing FW43B – 2021 Car Launch, Friday 5th March 2021, Grove, UK

“Com a homologação, estamos bastante limitados no que podemos fazer e, obviamente, quando você começa por um longo caminho atrás, você está sempre sendo batido. Mas não desistimos, estamos trabalhando muito duro. Temos uma equipe dedicada ao FW43B e essa equipe continuará, então planejamos trazer atualizações para a pista no início da temporada, e isso está indo muito bem.”

Apesar de ser um carro com problemas, o FW43, antecessor ao modelo que a Williams está utilizando hoje era muito confiável, onde o time conseguia terminar as corridas.

“Houve um grande foco em arrumar todos os aspectos do carro. Como há muito transplante por causa da homologação, não tivemos que projetar e construir um carro totalmente novo, então pudemos nos concentrar nas outras áreas com um pouco mais de detalhes do que poderíamos no ano passado, sob os chassis, o carro apresenta uma grande mudança.”

Na análise de Mark Hughes ele aposta que a Williams fez algumas modificações na área da tampa que envolve o motor, área que equipes com motor Mercedes M12E resolveram trabalhar para este ano. A aposta é que sirva para uma melhor distribuição de energia se comparado com a versão anterior do motor, tornando o espaço mais eficiente.

O carro por não ter nenhuma mudança na parte frontal significativa, mas a asa frontal que não foi uma peça homologada pode ter sofrido algumas alterações. Simon Roberts disse que a Williams focou na redução do peso, para poder trabalhar com lastro e conseguir mover a distribuição de peso de acordo com cada circuito.

Williams Racing FW43B – 2021 Car Launch, Friday 5th March 2021, Grove, UK

Basicamente em 2021, a Williams está trabalhando com um carro de 2019, já que o FW43 não era tão diferente do modelo utilizado na temporada de 2019. O carro do ano passado conseguiu um pouco mais de velocidade, melhorando o seu desempenho. Eles utilizaram em 2020 apenas um token de desenvolvimento e contam com apenas um, mas são poucos componentes que podem ser desenvolvidos com um token. 

A dupla da Williams é forte e em uma disputa com a Haas que já informou que não vai se preocupar com o carro desta temporada, o time de Grove pode avançar no campeonato de construtores.

A grande esperança da Williams é a mudança para 2022, mas várias equipes estão esperançosas com o regulamento, pois o grid pode realmente presenciar uma virada nas forças.

“Já estou sentindo que o carro de 2022 está vindo mais rápido do que você pode imaginar”, disse ele Roberts. “Conforme a temporada 2021 se desenvolve, o foco muda cada vez mais para o FW44 para ’22, e temos uma grande equipe trabalhando nisso agora. Obviamente poderíamos começar no dia 1º de janeiro deste ano, e isso vai para o túnel e roda em CFD e outras coisas em paralelo, então é muito trabalho em andamento.”

“Metade de nós está olhando para a temporada que estamos prestes a começar e depois o resto da equipe está olhando para o ano seguinte, então é um ato de malabarismo e equilíbrio. Mas estamos fazendo um bom trabalho”.

Williams Racing FW43B – 2021 Car Launch, Friday 5th March 2021, Grove, UK

Se manter confiante neste momento de produção do novo carro também é importante, eles precisam se atentar aos detalhes para conseguir desenvolver o melhor equipamento.

A equipe conta com Jost Capito, o ex-McLaren é o novo CEO da Williams, anunciado em dezembro de 2020, para compor o time. Ele estava pensando em se aposentar antes de ser chamado pelo time, e agora ele está motivado para tirar a equipe do final do pelotão.

LEIA MAIS: Williams revela FW43B, com pintura reformulada para a temporada 2021

“E quando esse papel surgiu, eu disse a mim mesmo que comandar Williams era mais do que o sonho de um menino. Sou muito competitivo. Onde quer que eu esteja, quero vencer. Eu sei que a Williams, não estão em posição de vencer agora”, disse Capito.

“Agora, com novos proprietários, eles estão realmente fazendo backup. É por isso que entrei. É uma grande oportunidade trabalhar com novos proprietários para trazer a equipe de volta para onde estava no passado e onde eu acredito que Williams pertence, e isso é muito importante para mim.”

A Williams tem um histórico vencedor e é isso que eles pretendem recuperar após executar esta fase de reestruturação e começando a apostar em um desempenho melhor.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados