ColunistaDestaquesFórmula 1Post

Pietro Fittipaldi é confirmado como piloto de testes e reserva da Haas na Fórmula 1

A equipe Haas da Fórmula 1, confirmou nesta quinta-feira (26) a permanência de Pietro Fittipaldi no time. O brasileiro será piloto de testes e reserva na categoria, após conquistar a superlicença na Fórmula 3 Asiática.

Fittipaldi já está envolvido com o time desde novembro de 2018, quando fez a sua estreia pilotando o carro da Haas durante os testes de pneu da Pirelli, no circuito de Abu Dhabi. Desde então ele trabalha junto ao time, conduzindo o carro em treinos e auxiliando os pilotos com desenvolvimento, realizando ajustes no simulador.

“Naturalmente, gostaríamos de ter feito esse anúncio na véspera do Grande Prêmio da Austrália que abriria a temporada, mas os acontecimentos envolvendo o covid-19 trouxeram outras prioridades”, diz Guenther Steiner, chefe da equipe Haas F1 Team.

Fittipaldi seguirá com o seu trabalho, mas está à disposição da equipe ao longo do campeonato de 2020, podendo assumir o carro a qualquer momento. Outra função de Pietro dentro da equipe é representá-la em eventos, Fittipaldi passa a participar das competições de eSports, o próximo será realizado no dia 5 de abril, com mais uma prova virtual.

“Estamos muito contentes em continuar essa relação e confirmá-lo como nosso piloto de testes oficial e reserva para a Haas F1 Team em 2020. O trabalho dele na pista nos testes e no simulador foi sem dúvida de muito valor, ainda mais levando em conta o ano de desafios que tivemos na última temporada. Estamos felizes em continuar a oferecer a ele mais oportunidades de expandir essa relação com o time em 2020 assim que todos pudermos retomar os trabalhos. Pietro vai continuar nos dando opiniões significantes para o nosso programa de corrida apoiando Romain (Grosjean) e Kevin (Magnussen) e todo time de engenharia com o Haas VF-20.”

“Mal posso esperar para seguir desenvolvendo minhas funções na Haas F1 Team, que comecei no final de 2018. Agradeço muito ao Gene Haas e ao Guenther Steiner pela continuação dessa oportunidade e acreditarem em meu trabalho como piloto. Você nunca para de aprender na F1, seja em horas no simulador, seja fisicamente atrás do volante no carro na pista, algo que fiz muito com a Haas, acumulando mais de 2.000 quilômetros em testes. É gratificante poder ter essas duas experiências e estar associado a um time que conquistou tanto no esporte em tão pouco tempo”, disse Fittipaldi.

 

Etiquetas
Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Fechar