ColunistaFórmula 1Post

Simon Roberts deixará a função de chefe de equipe da Williams e Capito assume cargo

A Williams segue a sua fase de reestruturação, realizando mudanças internas no time para melhorar o seu desempenho

Sempre que falamos sobre Williams, precisamos mencionar a reestruturação interna que o grupo de investimentos Dorilton Capital está fazendo. E nesta quarta-feira (09) foi confirmado a saída de Simon Roberts da equipe de Grove. Desta forma o CEO Jost Capito assumirá a função de chefe de equipe.

Quando a família Williams vendeu o time e Claire Williams deixou a função que exercia na equipe, Simon Roberts ficou com o posto de chefe de equipe em setembro do ano passado. Roberts foi contratado pela equipe em junho para assumir o cargo de Diretor Geral.

“Foi um prazer assumir este papel de chefe de equipe após a saída da família Williams do esporte. No entanto, com a transição bem encaminhada, estou ansioso por um novo desafio e desejo a todos na equipe o melhor para o futuro”.

Roberts deixa a Williams, ele trabalhou na McLaren por quase 17 anos como Diretor de Operações e agora está buscando novos desafios depois de deixar o time de Grove.

Simon Roberts deixa Williams – Foto: reprodução Williams

Capito foi escolhido no final do ano passado para compor a equipe, ele começou a conduzir uma reorganização interna. O Diretor Técnico François-Xavier Demaison ficará responsável pela parte de engenharia na fábrica e parte de pista.

“Simon desempenhou um papel fundamental em comandar a transição nos últimos 12 meses e gostaria de agradecê-lo por sua grande contribuição durante esse tempo”, disse Capito.

Capito tem uma vasta trajetória no automobilismo com a Porsche e a Ford, além de passar pela Sauber em 1998 e o trabalho na McLaren.

Como a Williams precisava de uma mudança drástica, principalmente pensando que a equipe precisa deixar o fim do grid e voltar a ter desempenhos melhores, ele foi escolhido para fazer parte deste processo.

Jost Capito assume a função de chefe de equipe da Williams com a saída do Simon Roberts – Foto: reprodução Williams

Ele rapidamente identificou o problema na estrutura técnica, detectando que a parte de engenharia não estava alinhada, cada um se reportando para partes diferentes. Resquícios da época em que Paddy Lowe tinha a função de Diretor Técnico, mas quando ele deixou o cargo em 2019 ao time optou por não preencher a vaga. Roberts assumiu a função de Diretor Geral, tendo responsabilidades nas funções técnicas e operacionais de planejamento do time.

Com as rachaduras formadas, ninguém estava trabalhando como um time, cada um estava focado na sua função e o processo de desenvolvimento da Williams ficou parado.

A Williams deve dar outros passos em sua estrutura, buscando um futuro e direcionamento melhor para a equipe.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados