ColunistaFórmula 1Post

Williams contrata François-Xavier Demaison como novo diretor técnico

A Williams segue seu processo de reestruturação, Demaison que trabalhou na Volkswagen entrou na mira das contratações por conta do seu último projeto

A Williams segue seu processo de reestruturação desde que a Dorilton Capital assumiu o time em 2020. Eles já fizeram algumas contratações, distribuíram o dinheiro de uma melhor forma, mas seguem em busca de pessoas que possam compor o time e ajudar a Williams em seu crescimento.

Nesta terça-feira (23) eles anunciaram a contratação de François-Xavier Demaison ingressando ao time como diretor técnico, assumindo a responsabilidade geral da operação técnica, incluindo as funções de Design e Aerodinâmica. Depois da saída conturbada de Paddy Lowe, a cerca de dois anos, a Williams volta a ter um diretor técnico.

Ele vai se reportar diretamente para Jost Capito, que assumiu a função de CEO em 2020. Mas ainda não informaram quando Demaison começa os seus trabalhos, a data ainda não foi determinada.

“Estamos muito contentes em dar as boas-vindas à FX na equipe. Eu vi suas capacidades técnicas em primeira mão e seus sucessos esportivos falam por si. Trazer alguém de seu calibre para nossa equipe técnica já experiente ajudará a direcionar a direção futura de nossa operação e fortalecerá nossa equipe”, afirmou Capito.

Na carreira de ‘FX’ como gosta de ser conhecido, incluem marcas como a conquista de quatro títulos no Campeonato Mundial de Rally, em quatro anos consecutivos a partir de 2013. Ele passou a última década na Volkswagen Motorsport e ajudou a desenvolver um carro de corrida – o Volkswagen I.D.R, um protótipo totalmente elétrico.

Ele tem conhecimento sobre Fórmula 1, já que trabalhou no programa de motores da Peugeuot. Mas ele também foi engenheiro chefe da Subaru no Mundial de Rally.

“Estou realmente ansioso para ingressar na Williams Racing, pois eles começam uma jornada emocionante para mudar seu desempenho. Vai ser um grande desafio, mas estou ansioso por começar. Eles têm uma grande equipe de pessoas talentosas e espero poder trabalhar com eles e com a equipe de gerenciamento sênior para ajudar a traçar uma direção para o futuro, para ajudar a equipe a alcançar suas ambições”, disse Demaison.

Com o tempo curto para lidar com as regras que estão sendo introduzidas a partir de 2022, a Williams está priorizando o preenchimento de funções que são essenciais para o trabalho que precisa ser realizado até o início do próximo campeonato.

Ele subiu no topo da lista de escolhas, principalmente pelo desenvolvimento do carro elétrico, ele foi concebido em seis meses, onde foram usadas ferramentas de simulação que garantiram múltiplos recordes de velocidade em Pikes Peak e Nürburgring.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados