ColunistaFórmula 1Post

Leclerc e o ‘domínio’ do 4º lugar – como ele está ajudando a Ferrari na disputa do Campeonato de Construtores

Quando a gente menos espera, Leclerc está conquistando outro GP em 4º lugar ou se mantendo na sexta posição

Depois de um 2020 desastroso, a Ferrari foi deixada de lado nas apostas, mas com uma unidade de potência nova e uma evolução aerodinâmica para disputar a temporada atual, os italianos ganharam fòlego para brigar em 2021 pelo terceiro lugar do Campeonato de Construtores.

Após o GP do Azerbaijão, a Ferrari passou a McLaren – sim, são apenas dois pontos, mas existe a possibilidade de os italianos ficarem com a terceira posição do Mundial de Construtores, eles estão criando o seu terreno.

Nesta temporada, após seis corridas realizadas a McLaren conquistou dois pódios com Lando Norris (GP da Emilia-Romagna e Mônaco), enquanto a única vez que a Ferrari conquistou um pódio foi no GP de Mônaco, com Carlos Sainz. Mas a regularidade da Ferrari vem construindo o seu campeonato.

Sabe aquela história que o time precisa dos dois pilotos pontuando, mas também obtendo bons resultados? Pois é exatamente isso. A Ferrari tem Charles Leclerc um piloto que tenta se manter entre os seis primeiros colocados em todas as provas, mas o quarto lugar é quase que uma ‘marca registrada’ do monegasco. Neste ano ele conseguiu três resultados em quarto lugar e dois em sexto, não pontuando apenas em Mônaco, quando ficou impossibilitado de largar.

LEIA MAIS: Raio-X do GP do Azerbaijão – Movimentação no Mundial de Construtores

Ao mesmo tempo que parece que Carlos Sainz ‘vestiu’ muito bem o macacão da Ferrari e aprendeu a domar o carro. O espanhol só não esteve nos pontos no GP de Portugal. Sainz segue imprimindo um bom ritmo, entregando resultados, ajudando a Ferrari na conquista de pontos para fortalecer o seu duelo com a McLaren. E tem horas que nem parece que o espanhol deixou o time papaya, justamente pelos seus resultados em treinos, classificação em corrida. 

Carlos Sainz está demonstrando um bom trabalho com a Ferrari – Foto: reprodução Ferrari

O chefe de equipe da Ferrari, não acha que os resultados obtidos nestas pistas de rua – principalmente as classificações – estão refletindo o desempenho da equipe, mas é um sinal que eles estão progredindo. Foram duas poles para Leclerc (Mônaco e Baku), além de três vezes começando a corrida do quarto lugar (Bahrein, Emilia-Romagna e Espanha), que reverteram em bons resultados. 

Na McLaren a história está indo por um caminho diferente, ainda estamos falando da adaptação de Daniel Ricciardo, pois é exatamente isso que pode fazer diferença nos resultados da equipe. O australiano pontua, ficou apenas sem pontos em Mônaco, mas existe uma disparidade entre os companheiros de equipe. As classificações de Ricciardo acabam complicando o resultado em pista do seu time. 

Sainz e Ricciardo estão ‘se marcando nesta temporada, mas a pontuação acaba fazendo diferença, justamente pelo pódio conquistado pelo espanhol, mas também a regularidade de Leclerc. Ricciardo precisa entrar nesta disputa de uma forma melhor, mirando principalmente em Sainz para superá-lo.

Na live para conversar sobre o GP do Azerbaijão, conversamos sobre este assunto, a facilidade que Leclerc tem em obter o quarto lugar, o que acaba dando uma vantagem para a Ferrari. Com uma disputa tão intensa pela liderança do campeonato, travada por Mercedes e Red Bull, o pódio para Ferrari e McLaren não são uma realidade sempre, mas sim o que eles vão conseguir fazer com a quarta posição em diante.

Sobre os carros, a McLaren aparenta estar bem adaptada ao motor Mercedes, mas o MCL35M ainda é um carro que perde desempenho em curvas de baixa velocidade. Por outro lado, a Ferrari tem o SF21 que ganha desempenho em curvas mais lentas, mas perde rendimento nas retas e em ritmo de corrida.

LEIA MAIS: Raio-X do GP de Mônaco – As disputas do campeonato

Em Baku a Ferrari deve ter se aproveitado de uma configuração de classificação, para obter uma posição melhor, mas dificilmente vai derrotar Red Bull e Mercedes, a sua briga no grid é outra. Mas mesmo perdendo para eles e com a dificuldade enorme que os pilotos estão tendo em ultrapassar, terminar em uma quarta posição, nunca é um jogo ruim. E aí o nome de Charles Leclerc é realmente forte!

É todo o conjunto que faz a diferença, as duas duplas precisam levar bons resultados para casa, mas ver Leclerc sempre em quarto lugar é o cenário perfeito para tirar pontos da McLaren.

Escute o nosso podcast! 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados