ColunistaFerrariFórmula 1Post

O desafio para a Ferrari em Baku

A disputa da Ferrari deve ser ainda mais intensa em Baku, devolvendo a equipe italiana para a quarta posição do grid

O GP do Azerbaijão será um desafio para a Ferrari, em Mônaco era realmente esperado que a equipe italiana tivesse um bom desempenho justamente por conta das características do circuito: curvas mais lentas e um traçado mais travado.

No entanto, eles tiveram um desempenho que foi além do esperado, já que o embate mesmo seria mais direto com a McLaren, mas eles conquistaram a pole com Charles Leclerc. O resultado poderia ser ainda melhor se não fosse os problemas enfrentados pelo monegasco. Mas de qualquer forma Carlos Sainz conquistou um pódio em Mônaco.

LEIA MAIS: Raio-X do GP de Mônaco – As disputas do campeonato

Em Baku as coisas acabam mudando drasticamente, ele é um circuito rápido, com duas retas importantes, um traçado que ressalta os desempenhos de Mercedes, Red Bull e McLaren, fazendo a Ferrari retornar para a ‘’quarta posição’’. É esperado mais uma vez que o grid fique bem misturado, principalmente entre as equipes de meio de pelotão e isso inclui: Aston Martin, Alpine e AlphaTauri.

“Agora começa uma parte da temporada que promete ser complicada para nós. Se na Espanha o SF21 foi claramente o terceiro melhor no grid e em Mônaco até mostrou potencial para vencer, a situação deve ser diferente nas próximas corridas, começando por Baku”, disse Laurent Mekies.

“Já neste fim de semana [em Baku] esperamos uma McLaren muito forte, que deve se adaptar muito bem às características do circuito e, portanto, assumir a liderança do grupo atrás das duas equipes que estão lutando pelo campeonato mundial. Também acreditamos que Alpine, AlphaTauri e Aston Martin também serão muito competitivos.”

Foto: reprodução Ferrari

O campeonato travado entre McLaren e Ferrari está bem equilibrado, com a diferença de apenas dois pontos separando estes times que desejam muito o terceiro lugar do campeonato de construtores.

Ano passado a Ferrari perdia muito desempenho em circuitos com retas longas, por conta do motor que foi utilizado em seus carros. Neste ano eles estão trabalhando com uma nova unidade de potência que ajudou a Ferrari na recuperação. Olhando o último ano, eles já fizeram muito até agora.

LEIA MAIS: GP do Azerbaijão – Os pneus adotados para o circuito de rua

“Nosso principal objetivo será expressar todo o potencial disponível e tentar aproveitar ao máximo cada oportunidade. Para usar uma metáfora do futebol, vamos tentar fazer uma boa defesa e rebater no contra-ataque”, completou Mekies.

Baku será um desafio para a Ferrari, mas para outros times também, principalmente por conta do trabalho com os pneus, na busca por atingir a temperatura ideal.

A Ferrari ainda está focada no campeonato de 2021, implementando novas atualizações aerodinâmicas no carro em pequenos pacotes, até o início das férias. Após a pequena pausa, as equipes devem concentrar a sua atenção para o carro do próximo ano.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados