ColunistaNascarPit-Stop DropsUS Route

Pit-Stop Drops: Kevin Harvick recupera o domínio no retorno da NASCAR

Enfim, após mais de dois meses de paralisação por causa da pandemia da Covid-19, a NASCAR retomou suas atividades com uma prova de 400 milhas no oval de Darlington, na Carolina do Sul. A etapa realizada neste domingo (17) teve eventos tidos como normais na categoria, especialmente pelo domínio de Kevin Harvick, que não deu chances à concorrência para vencer a primeira na temporada 2020 e o seu 50º triunfo na Cup Series, a divisão principal da modalidade.

De máscara, Kevin Harvick celebrou a vitória em Darlington (Chris Graythen | Getty Images)

Harvick assumiu a ponta a partir do segundo segmento e poucas vezes foi ameaçado. O veterano da Stewart-Haas liderou 159 das 293 voltas e só não esteve na frente durante algumas sequências de paradas nos boxes. Na última relargada, o piloto do Ford Mustang número 4 segurou a investida de Alex Bowman para faturar a vitória em Darlington.

lll A CORRIDA

A primeira largada da NASCAR em mais de dois meses foi logo interrompida após a batida de Ricky Stenhouse Jr, que rodou na entrada da reta oposta e acertou o muro, sando da corrida. Com o reinício da prova, o pole Brad Keselowski (que largou em primeiro num sorteio realizado pela entidade, pois não houve sessão classificatória antes da prova, devido às normas de segurança e higiene da categoria) segurou a ponta nas primeiras voltas, até que o piloto da Penske foi ultrapassado por Alex Bowman.

O piloto da Hendrick dominou a parte final do primeiro estágio, mas foi superado por seu colega de equipe, Jimmie Johnson faltando dez voltas para o fim do segmento. O heptacampeão partia para vencer a parte inicial da prova, mas errou ao tentar ultrapassar um retardatário e acertou o muro na última volta do trecho, acabando com a chance de encerrar o tabu de três anos sem vitória.

O sonho de vitória de Jimmie Johnson acabou mais cedo (Chris Graythen | Getty Images)

Outro piloto da Hendrick ficou com a vitória do segmento, Willian Byron, mas este não conseguiu ir muito adiante, pois tocou o muro em disputa com Denny Hamlin no início do segundo estágio e rodou com os danos na parte traseira.

Desde o começo do segundo estágio, Kevin Harvick assumiu a ponta, ora acompanhado por Keselowski, ora por Bowman. Perto do fim do estágio, Christopher Bell, da Leavine Family, rodou, provocando a bandeira amarela. Com todos nos pits, a Stewart-Haas se atrapalhou nos pits e Harvick caiu para sétimo. Quem se aproveitou foi o piloto da Penske, que venceu o segundo estágio.

Entretanto, o carro de Keselowski caiu de rendimento na reta final e este não conseguiu se manter competitivo na briga pela ponta. Bowman assumiu a ponta até a bandeira amarela na volta 212, causada pela rodada de Chris Buescher. Desta vez, a Stewart-Haas trabalhou direito e recolocou Harvick na ponta. Desde então, o campeão de 2014 dominou a prova durante os períodos de bandeira verde.

Harvick segurou as pontas nas relargadas e dominou no restante da prova (Jared C. Tilton | Getty Images)

Mesmo com a rodada de Ryan Newman (que retornou à NASCAR após o acidente na abertura da temporada, em Daytona) a 40 voltas do fim, Harvick manteve a ponta nos boxes e no duelo contra Bowman na última relargada. Assim, Harvick garantiu a vitória e uma vaga nos play-offs no fim da temporada.

Bowman foi o segundo, seguido por Kurt Busch, Chase Elliott, Denny Hamlin, Martin Truex Jr, Tyler Reddick, Erik Jones, John Hunter Nemecheck e Matt Kenseth, que formaram o top 10 da prova. Destaque para Kenseth, que retornou à categoria após dois anos de ausência, pilotando o Chevrolet número 42 da Chip Ganassi, no lugar de Kyle Larson, suspenso da NASCAR e demitido da equipe após fazer um comentário racista em uma corrida online no mês passado.

A NASCAR Cup Series volta a correr em Darlington na próxima quarta-feira à noite, em prova para compensar o calendário das etapas adiadas. Ainda na terça-feira, a mesma pista receberá uma corrida da Xfinity Series.

Mostrar mais

Eduardo Casola

Jornalista formado na Universidade de Sorocaba (Uniso) e apaixonado por esporte a motor desde quando se conhece por gente. Apenas um rapaz que gosta de uma boa corrida e de uma boa história!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados