ColunistaFórmula 1Post

Max Verstappen é responsabilizado pela batida no GP da Itália e recebe punição

Verstappen acreditava que Hamilton tinha culpa no incidente, mas os comissários interpretaram a batida de outra forma

O GP da Itália contou com uma batida entre Max Verstappen e Lewis Hamilton, o piloto da Red Bull foi considerado culpado pelo incidente e penalizado com a perda de três posições no grid do GP da Rússia.

A batida entre os pilotos ocorreu quando as paradas começaram. Verstappen estava batalhando pela segunda posição da prova, mas quando foi para os boxes, a sua troca de pneus deu errado e piloto retornou na décima posição. Mesmo com os pneus duros, a Mercedes optou por fazer a troca de pneus de Hamilton na mesma janela daqueles pilotos que largaram com os pneus médios. A parada do inglês também não foi boa, foi exatamente neste retorno à pista que eles se encontraram.

Por não ter espaço para os dois fazerem a Varuante del Rettifilo, o toque ocorreu e os dois pilotos foram parar na brita.

Os comissários consideraram que Verstappen foi culpado na batida que ocorreu no GP da Itália – Foto: reprodução

Depois do encerramento da prova, Max Verstappen, Lewis Hamilton e os representantes da equipe foram chamados na sala dos comissários para prestar explicações, após as avaliações os comissários determinaram que o holandês era o culpado pela batida.

LEIA MAIS: Na casa da Ferrari, McLaren brilha com dobradinha liderada por Daniel Ricciardo

No comunicado eles disseram: “O carro 44 (Hamilton) estava saindo dos boxes. O carro 33 (Verstappen) estava na reta principal. Na marca de 50m antes da Curva 1, o carro 44 estava significativamente à frente do carro 33. O carro 33 freou tarde e começou a mova-se para o lado do carro 44, embora em nenhum ponto da sequência o carro 33 obtenha qualquer vantagem por estar atrás da roda dianteira do Carro 44.”

Com a reunião, Verstappen informou que Hamilton não tinha deixado espaço, enquanto o inglês disse que o holandês tentou realizar a ultrapassagem muito tarde e deveria ter desistido. Eles também levaram em consideração imagens capitadas do incidente pela CCTV.

Os comissários observaram que Verstappen não estava ao lado de Hamilton de forma significativa na entrada da Curva 1 e como a manobra foi tentada tarde demais. Quando a Hamilton ter tirado o carro “determinaram que sua posição era razoável” e por isso culparam Verstappen.

No GP da Rússia Verstappen perde três posições no grid, além disso perdeu dois pontos na sua superlicença, sendo os primeiros da temporada.

A Red Bull tem o direito de entrar com um recurso para recorrer da decisão dos comissários.

O rádio de Max Verstappen após o incidente também foi bem crítico,  “isso é o que acontece quando você não dá espaço”, algo que Hamilton acabou rebatendo depois.

“É exatamente o mesmo cenário que aconteceu na Curva 4, onde dei a volta por fora, estava exatamente na mesma posição, mas cedi, isso é a corrida. Ele simplesmente não queria ceder hoje e sabia que quando ele estivesse indo para a [Curva] 2, era o que iria acontecer. Ele sabia que estava passando por cima da zebra, mas mesmo assim fez isso… Eu realmente não sei o que mais dizer ”, concluiu Hamilton.

Hamilton ainda informou que foi atingido pela roda do carro de Verstappen, mas o halo acabou ajudando a preservar o piloto de acidente mais grave. 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados