ColunistaFórmula 1Post

Leclerc lidera boa parte da Sprint em Ímola, mas Verstappen supera monegasco no final

Na largada Leclerc surpreendeu Verstappen com desempenho superior, mas o holandês tinha carro para buscar a vitória neste sábado e garantir oito pontos

Mesmo sendo uma pista travada, a Sprint em Ímola conseguiu ser bem movimentada. A classificação na chuva deu uma bagunçada no grid, portanto alguns times tinham que ‘arrumar a sua bagunça’. Neste sábado (23) vimos Charles Leclerc largando muito bem e ultrapassando Max Verstappen. O monegasco liderou grande parte da prova, mas nas últimas voltas um novo embate com o holandês ocorreu. Os pneus de Leclerc tinham acabado,  Verstappen que conservou o seu ritmo para o final atacou o rival para obter a ponta. Passou de passagem e disparou na liderança.

Verstappen ganha assim o direito de largar da primeira posição neste domingo. Leclerc deve tentar atacar Verstappen na largada e buscar a vitória, administrando a corrida de um jeito diferente. Sergio Pérez foi galgando posições pós-largada depois de começar da sétima posição, portanto obteve a terceira lugar.

Carlos Sainz que começou a corrida do décimo lugar depois de um erro na classificação, foi outro piloto que precisou realizar ultrapassagens para o quarto lugar – desta forma estará mais próximo do seu companheiro de equipe durante a segunda corrida do fim de semana.

Lando Norris e Daniel Ricciardo terminaram no quinto e sexto lugar respectivamente, sendo uma boa posição de largada para a McLaren, além disso conquistaram mais alguns pontos neste sábado. Valtteri Bottas perdeu posições na largada, mas fechou a Sprint no sétimo lugar. Kevin Magnussen não conseguiu fazer uma prova espetacular, o começo foi bom, mas ele perdeu rendimento e caiu para a oitava posição, de qualquer foram ganha o último ponto concedido neste sábado.

Fernando Alonso e Mick Schumacher completaram o Top-10.

Neste sábado a largada para o GP da Emilia-Romagna será dada às 10h do horário de Brasília.

Saiba como a Sprint de Ímola 

O grid de largada da prova Sprint foi definido na sexta-feira (22), onde Max Verstappen conquistou a pole, depois de superar o tempo estabelecido por Charles Leclerc.

A temperatura da pista para o momento da largada estava 29°C, com 21°C no ambiente.

A prova com 30 minutos de duração começou com pista seca, diferente do que foi enfrentado na sexta-feira e do que é esperado para o domingo.

Uma prova curta e com pouco tempo para tomar decisões. Os pilotos também não precisam realizar uma parada nos boxes, podendo utilizar apenas uma goma de pneus. Largaram com os pneus médios Magnussen, Schumacher e Latifi, o restante do pelotão estava com os pneus macios instalados.

Alonso demorou de sair do grid quando a volta de alinhamento do começou.

Leclerc largou muito bem, conseguindo passar Max Verstappen, enquanto Verstappen era perseguido por Norris. Magnussen manteve o quarto lugar e Fernando Alonso que tinha começado do quinto lugar, caiu para sétimo, sendo ultrapassado por Sergio Pérez e Daniel Ricciardo. Na largada Guanyu Zhou bateu tocou em Pierre Gasly. O carro da Alfa Romeo ficou imediatamente parado, enquanto Gasly conseguiu seguir para os boxes, mesmo com pneu furado. O piloto da AlphaTauri voltou na décima nona posição. O Safety Car foi ativo pelo abandono de Zhou.

Na segunda volta os dez primeiros eram: Leclerc, Verstappen, Norris, Magnussen, Pérez, Ricciardo, Alonso, Sainz, Vettel e Bottas. Sainz largou muito bem, assim como Leclerc. Magussen fechou Ricciardo, portanto Pérez se aproveitou para fazer a ultrapassagem no australiano. Schumacher conquistou a décima primeira posição.

A relargada ocorreu ao final da quarta volta. O monegasco manteve a liderança sem nenhum problema, mas Verstappen tentou se manter próximo do rival. Alonso cometeu um erro, passou pela zebra e perdeu um pouco de tração no carro. Sainz se aproximou do espanhol, tentando buscar a sétima posição. Magnussen receber o alerta de uma bandeira preta e branca na pista, por ter sambado na frente de Pérez.

No sétimo giro Sainz realizou a ultrapassagem em Alonso, partindo para buscar a posição de Ricciardo. Leclerc era o líder da prova com mais de um segundo de vantagem para Verstappen, enquanto o holandês tinha separado mais de três segundos de vantagem para Norris. Pérez assumiu a quarta posição, depois de realizar a ultrapassagem em Magnussen, mostrando a grande diferença dos carros quando o DRS era ativo.

Bottas aproveitou o DRS para ultrapassar Sebastian Vettel na nona volta. Schumacher tinha grudado no carro do piloto da Aston Martin. Sainz tinha chegado em Ricciardo, mas o piloto da McLaren estava usando o DRS para se defender dos ataques e também buscar o quinto lugar que era de Magnussen.

Durante a décima primeira volta, Magnussen foi ultrapassado por Ricciardo, caindo para o sexto lugar. Sainz atacava o piloto dinamarquês. Pérez tinha assumido a terceira posição, depois de ganhar a posição de Norris.

Na décima segunda volta, os dez primeiros eram: Leclerc, Verstappen, Pérez, Norris, Ricciardo, Sainz, Magnussen, Alonso, Bottas e Vettel. O monegasco tinha mais de um segundo e meio de vantagem para Verstappen. Duas voltas depois foi a vez de Sainz ganhar a posição de Ricciardo, agora o espanhol estava separado por mais de cinco segundos de Norris.

Schumacher tinha passado Vettel, assumindo a décima posição. Alonso também foi alertado com uma bandeira preta e branca, por conta do duelo com Bottas. O espanhol que começou a corrida da quinta posição era o nono colocado na décima sexta volta.

A diferença entre Leclerc e Verstappen foi reduzida, caindo para menos de um segundo na décima sétima volta. O monegasco passou a administrar a liderança da prova. Na vigésima volta Sainz tinha ganhado a quarta posição de Norris. Usando o DRS, Verstappen assumiu a ponta.

Na última volta Verstappen tinha mais de dois segundos de vantagem para Leclerc, portanto cruzou a linha de chegada na primeira posição, acompanhado pelo monegasco da Ferrari, seguido por Sergio Pérez da Red Bull.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados