ColunistaFórmula 1Post

Capito segue reestruturação da Williams contratando Sven Smeets da Volkswagen

Jost Capito está vendo uma oportunidade de reestruturar a Williams, contanto com funcionários que ele conhece dos tempos de Volkswagen

A Williams contratou Sven Smeets para o cargo de diretor esportivo, o ex-chefe de esporte da Volkswagen já está trabalhando com o time de Grove desde o mês passado, portanto vai acompanhar o time nesta reta final da temporada 2021. Com a morte de Sir Frank Williams sendo tão recente, o nome do novo colaborador foi adicionado ao cargo no site oficial da equipe, junto à descrição dos trabalhos que prestará ao time.

Com o comando de Jost Capito, ele conseguiu obter nomes importantes que trabalharam na Volkswagen, François-Xavier Demaison ingressou no time de Grove como diretor técnico, assim como Willy Rampf, que está reforçando o departamento técnico.

LEIA MAIS: Williams contrata François-Xavier Demaison como novo diretor técnico

Smeets trabalhou anteriormente como chefe da equipe da VW no Campeonato Mundial de Rally, quando respondia ao atual CEO e chefe de equipe da Williams, Jost Capito. Ele esteve no comando quando a VW conquistou três títulos consecutivos de pilotos e construtores no WRC, ele assumiu o cargo de diretor de automobilismo em 2016, após a saída de Capito que estava seguindo para a McLaren.

Como parte da reestruturação da Williams, Smeets chega ao time para ajudar nesta retomada e direção ao crescimento que eles estão buscando. Capito tem comandado esse processo de reestruturação da Williams, fazendo novas aquisições para o time, mas também provocando outras modificações internas.

O GP do Catar foi a primeira corrida que Smeets acompanhou já estado no cargo. No site da Williams sua biografia informa “responsável pela diretoria esportiva e representação da equipe em todos os assuntos esportivos relacionados à FIA, outras equipes e associações do automobilismo”.

Sven Smeets no canto esquerdo, Jost Capito (à esquerda), Willy Rampf (ao centro) e François-Xavier Demaison (à direita) trabalharam juntos para a equipe de rally da Volkswagen Motorsport – Foto: reprodução
LEIA MAIS: Ex-Sauber Willy Rampf será consultor da Williams, para reforçar o departamento técnico

“Ele desempenhará um papel fundamental de apoio aos pilotos da equipe, incluindo ser responsável pela Academia de Pilotos da Williams, além de ter a responsabilidade geral pela equipe de corrida. Trabalhando ao lado de Jost Capito, FX Demaison e a Williams, Sven garante que a cultura os recursos e o ambiente ideais estejam disponíveis para a equipe ter sucesso.”

Com todas essas aquisições a Williams pode ser futuramente a porta de entrada para a Audi ou a Porsche na Fórmula 1. Caso esses times aceitem as novas regras de motores para a temporada 2026, a equipe de Grove poderia usar a unidade de potência da Volkswagen. A Williams tem uma história de sucesso na Fórmula 1, todas as peças que estão sendo movimentadas podem alavancar a equipe nas próximas temporadas.  

Escute o nosso podcast!

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados