ColunistaFórmula 1Post

Aston Martin, Red Bull e Haas participam dos testes dos pneus de 18 polegadas em Silverstone

Pirelli segue com os testes dos pneus da próxima temporada, agora contando com a participação de três equipes

Dois dias após o encerramento do GP da Inglaterra, a Pirelli e outras três equipes realizam testes de pneus no traçado britânico, para dar continuidade aos testes de desenvolvimento dos compostos de 18 polegadas que serão introduzidos na próxima temporada.

A Red Bull forneceu o seu carro para o primeiro dia de atividades, enquanto Haas e Aston Martin se comprometeram com a participação dos dois dias de sessão. A Pirelli teve a oportunidade de testar mais uma vez os pneus slick. Os testes estão chegando ao final, depois de Silverstone restam as atividades na Hungria e Magny-Cours. Na pista francesa, contando com a contribuição da Alpine, a Pirelli vai realizar a última avaliação dos pneus de chuva.

Alexander Albon, piloto de testes da Red Bull assumiu o carro na terça-feira, pela manhã ele completou 78 voltas, alternando o trabalho entre voltas rápidas e simulação de corrida, ajudando a Pirelli na coleta de dados sobre os compostos.

Sebastian Vettel testou na terça-feira com a Aston Martin, assim como Nikita Mazepin que guiou o carro da Haas. O piloto russo completou 42 voltas pela manhã, mas ao final do dia de atividades tinha dado 110 voltas no circuito.

Sebastian Vettel foi um pouco além pela manhã, completando 51 voltas, mas também fechou o dia com 110 giros em Silverstone. Além disso o alemão teve tempo para dar um pouco de suporte para Mick Schumacher que participou de um dia de filmagens com a Jordan 191, carro que foi guiado pelo pai quando realizou a sua estreia na Fórmula 1.

Mick Schumacher da Haas deu seguimento aos testes de pneus nesta quarta-feira, enquanto Lance Stroll ajudou a Aston Martin no segundo dia de atividades. O canadense fechou a manhã com 56 voltas, enquanto Schumacher completou 51. 

LEIA MAIS: Pirelli confirma cronograma de testes dos pneus de 18 polegadas para a temporada 2022

Todas as dez equipes foram convidadas para participar dos testes de pneus da Pirelli, mas a Williams não pode fornecer o seu carro para nenhum dos dias de atividade, por falta de um carro-mula que pudesse sofrer as modificações para se adequar as necessidades dos testes.

A Mercedes optou por se retirar dos testes, depois de ter participado deles em Ímola. Por conta do teto orçamentário e a batida de Valtteri Bottas em Ímola, os gastos ficaram altos, comprometendo o desenvolvimento dos carros da Mercedes. Mesmo com o crédito que a Pirelli paga aos times para as suas participações, a Mercedes não teria como justificar a disponibilidade de um carro de testes.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados