ColunistaFórmula 1Post

Verstappen supera Hamilton e crava a última pole da temporada 2021 da Fórmula 1

Na batalha final deu Verstappen, o holandês conseguiu estabelecer uma boa volta e não se incomodar com o desempenho de Hamilton

Na última classificação do ano, Max Verstappen cravou a pole do ano, o piloto da Red Bull conseguiu estabelecer o melhor tempo neste sábado (11), portanto ganha o direito de começar a corrida na liderança, o holandês anotou 1m22s109, obtendo a 13ª pole da carreira.

Verstappen contou com o auxílio de Pérez para fazer essa volta voadora, o holandês andou alguns metros atrás do mexicano para poder usar o vácuo. Em contrapartida a dupla da Mercedes não fez o uso do vácuo para tentar emplacar um tempo melhor.

Lewis Hamilton tentou brigar pela pole, mas errou na primeira volta, passando um pouco do limite da curva cinco. Entretanto, na última volta, o inglês realmente não conseguiu encaixar a volta, portanto ficou com o segundo lugar.

Lando Norris estabeleceu o terceiro melhor tempo, superando Sergio Pérez, o piloto da McLaren encontrou uma grande volta nesta disputa. Carlos Sainz é o quinto colocado, seguido por Valtteri Bottas que não conseguiu ficar nas primeiras posições. Charles Leclerc que foi superado pelo companheiro de equipe, começa a corrida da sétima posição.

Yuki Tsunoda representou a AlphaTauri da oitava posição, acompanhado por Esteban Ocon e Daniel Ricciardo.

A tática da Red Bull é começar a corrida neste domingo com os pneus macios, contando com um pouco mais de aderência no início da prova.

O GP de Abu Dhabi tem largada programada para acontecer às 10h (de Brasília).

Saiba como foi a Classificação da F1 em Abu Dhabi

A temperatura da pista estava na casa dos 30°C, com 26°C no ambiente.

Q1

A última classificação começou no entardecer de Abu Dhabi, rapidamente a dupla da Red Bull deixou os boxes e passou a buscar a volta rápida. Os pilotos apostavam nos pneus macios, mas a dupla da Ferrari era a exceção pois estava trabalhando com os pneus médios. Pérez abriu a tabela de tempos anotando 1m24s253, mas pouco depois o tempo do mexicano foi superado, Verstappen cravou 1m23s680, seguido de perto pela AlphaTauri, pois Gasly anotou 1m23s967, enquanto Tsunoda anotou 1m23s993.

Depois que todos os pilotos tinham uma volta rápida aferida, os dez primeiros eram: Hamilton, Bottas, Verstappen, Norris, Alonso, Gasly, Tsunoda, Ricciardo, Pérez e Sainz. Os pneus médios não ofereciam uma volta voadora para a dupla da Ferrari e depois de duas tentativas, a dupla retornou aos boxes.

Pérez completou outra volta rápida e ficou com o quarto lugar, anotando 1m23s577, com Verstappen se encaixando na segunda posição, separado por apenas 0s056 do inglês da Mercedes. Alguns pilotos ainda tentavam melhorar as suas marcas permanecendo na pista, como Ricciardo que assumiu a sexta posição, seguido por Ocon.

O regime de bandeira vermelha foi instaurado quando restavam 6 minutos e 25 segundos para o encerramento do Q1. Mick Schumacher tinha arrancado um ‘pino’ que identificava a entrada dos boxes, a peça que estava solta acertou o carro de Norris. Entretanto, não demorou muito para a pista ser limpa e a sessão recomeçada.

Giovinazzi puxou a saída dos boxes, junto com a dupla da Ferrari. Na zona de eliminação era possível ver: Vettel, Raikkonen, Latifi, Schumacher e Mazepin, portanto estes pilotos precisavam buscar uma volta mais rápida. 

Antes do cronômetro zerar Hamilton foi o piloto mais rápido cravando 1m22s845. A dupla da AlphaTauri melhorou os seus tempos e ficou com a quinta posição, enquanto Leclerc com a Ferrari assumiu a sexta posição. Gasly era o sétimo.

A dupla da Williams foi eliminada no Q1.        

Eliminados

16) Nicholas Latifi – 1m24s338
17) George Russell – 1m24s423
18) Kimi Raikkonen – 1m24s779
19) Mick Schumacher – 1m24s906
20) Nikita Mazepin – 1m25s685

Q2

Os pilotos da Mercedes, Red Bull e AlphaTauri, usavam os pneus médios. Giovinazzi e Norris também foram liberados com os pneus de faixa amarela. Hamilton logo registrou 1m23s185, seguido por Verstappen 1m23s189. Carlos Sainz surpreendeu com os pneus macios, pois cravou 1m23s174 para assumir a liderança da atividade.

 

De pneus macios era possível ver a dupla da Ferrari, Alpine e Aston Martin. Verstappen estragou um pouco o seu composto, pois cometeu um erro e fritou o composto esquerdo. Depois que todos os pilotos completaram ao menos uma volta rápida, os dez primeiros eram: Sainz, Hamilton, Verstappen, Leclerc, Bottas, Tsunoda, Alonso, Ocon, Norris e Pérez.

Nos últimos dois minutos a pista ficou bem movimentada e os pilotos tiveram que lidar com trânsito. Pérez instalou os pneus macios e assumiu a liderança com 1m23s135, mas instantes depois Verstappen também fechou a sua volta, anotando 1m22s800, dando preferência para começar a corrida no domingo de pneus macios.

Por conta do trânsito, Alonso e Vettel tiveram as suas voltas prejudicadas. Gasly também não conseguiu melhorar o seu tempo.

Eliminados

11) Fernando Alonso – 1m23s460
12) Pierre Gasly – 1m24s460
12) Lance Stroll – 1m24s066
14) Antonio Giovinazzi – 1m24s251
15) Sebastian Vettel – 1m24s305

Q3

Posta liberada e todos os pilotos foram liberados simultaneamente, usando os pneus macios. Verstappen era o líder com 1m22s109, pois Pérez sacrificou a sua volta para dar o vácuo ao companheiro de equipe. Hamilton ficou com a segunda posição, anotando 1m22s660, separados por 0s551 do holandês. O inglês cometeu um erro na sua volta, desta forma ela não foi perfeita.  

Pérez roubou a posição de Yuki Tsunoda, ficando com o terceiro lugar depois de cravar 1m22s968. O japonês da AlphaTauri teve a sua volta deletada. Bottas portanto assumiu a quarta posição com 1m23s192.

Do quinto ao décimo, as posições eram: Sainz, Leclerc, Norris, Ocon, Ricciardo e Tsunoda.

No último giro Hamilton anotou 1m22s480, ficando com a segunda posição, Verstappen ficou com a pole depois de anotar 1m22s109, o holandês conquistou a 13ª pole da carreira. Norris conseguiu a terceira posição, enquanto Pérez era o quarto. Sainz superou Bottas, portanto o finlandês vai começar a corrida do sexto lugar.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados