AutomobilismoColunistaFórmula EPost

Quali em Berlim: Vergne e Da Costa fazem a dobradinha da Techeetah, Di Grassi é o terceiro

Brasileiro fez grande volta na Super Pole, mas foi superado pela dupla da equipe chinesa

O quali no sábado de Berlim foi dourado. A Techeetah dominou o quali da primeira corrida com o super tempo de 1:06.227 do pole position Jean-Eric Vergne e a segunda posição de Antonio Félix da Costa. 

A Super Pole contou com a participação de Lucas di Grassi, que fez o 3º melhor tempo. Sérgio Sette Câmara larga da 18ª posição.

Os três primeiros já saem em vantagem na briga pelo campeonato, já que o atual líder, Nyck de Vries se classificou apenas em 19º, Robin Frijns foi o último e Sam Bird ficou com a 12ª posição. 

SAIBA COMO FOI O TREINO
Grupo 1 – de Vries | Frijns | Bird | Dennis | da Costa | Lynn

Félix da Costa, Frijns e de Vries deixaram os boxes mais cedo, enquanto Lynn esperou até o último minuto para ir para a pista. 

O piloto português fez seu Techeetah falar mais alto e ficou com o melhor tempo do grupo, 1:06:486. Jake Dennis ficou em 2º, apesar de ter sido atrapalhado por de Vries no final de sua volta rápida, e Bird em 3º. 

Livre de punição pelos comissários, Nyck de Vries fez o 4º tempo, 1:06.902, seguido por Lynn. Robin Frijns errou a freada durante a volta e foi o último do grupo.

Grupo 2 – Cassidy | Evans | Mortara | Rast | Wehrlein | JEV 

Após a participação do grupo 2, apenas de Costa e Dennis se mantiveram entre os seis que disputam a Super Pole. Isso porque Vergne, Mortara, Evans e Wehrlein fizeram bons tempos.

Vergne, inclusive, assumiu a liderança com o tempo de 1:06.239 e as três melhores parciais do treino. Mortara ficou 0.187 atrás do francês. Evans colocou seu Jaguar na 4ª posição e Wehrlein fechou o top 6.

Grupo 3 – Vandoorne | di Grassi | Guenther | Rowland | Lotterer | Sims 

O terceiro grupo surpreendeu por não se colocar entre os seis que avaçam para a Super Pole. A exceção foi Lucas di Grassi, penúltimo a fechar a volta, fazendo o tempo de 1:06.555. Guenther chegou perto, mas deu um toque no muro e ficou com a 8ª posição. Rowland em 9º.

Lotterer foi o 13º, seguido por Sims. Vandoorne ficou apenas em 17º. 

Grupo 4 – Buemi | Nato | Sette Câmara | Turvey | Blomqvist | Eriksson 

Em mais um bom quali, Buemi e Nato foram os únicos do último grupo a avançarem para a Super Pole. O piloto da Venturi fez o 2º tempo (1:06.425) ficando 0.001 à frente do companheiro de equipe. Buemi foi o 5º com 1.06.509.

Sérgio Sette Câmara foi o 18º com o tempo de 1:06.852, ficando logo atrás de Blomqvist. Turvey ficou com a 2ª posição e Eriksson foi o último.

Super pole – Di Grassi | Buemi | da Costa | Mortara | Nato | Vergne

Lucas di Grassi fez uma volta limpa, sem muitos erros anotou 1:06.427. Mesmo sendo o primeiro a marcar voltar, conseguiu fazer um tempo competitivo, inclusive comparado às marcas da fase de grupos. Sebastien Buemi não conseguiu acompanhar o brasileiro e foi 0.584 mais lento.

Félix da Costa superou o tempo de di Grassi em todos os setores e ficou com a pole temporária após cravar 1:06.300. A dupla da Venturi fez voltas sem muitos erros também, Nato perdeu mais tempo que Mortara e ficou com o 4º lugar, apenas 0.047 atrás do companheiro de equipe. 

Com a decisão da pole nas mãos, Vergne teve a chance de fazer uma primeira fila à Techeetah e não decepcionou. O francês conseguiu a excelente marca de 1:06.227 e ficou com a pole position.

 

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados