ColunistaDestaquesNascarPit-Stop DropsPostUS Route

Pit-Stop Drops: Chase Elliott lava a alma e ganha a segunda prova de Charlotte

Finalmente, Chase Elliott celebrou a vitória na divisão principal este ano (Chris Graythen/Getty Images)

Após uma série de dissabores nas duas últimas corridas na divisão principal, Chase Elliott enfim foi à forra. Com uma condução precisa e um bom equipamento, nada lhe tirou a chance de vencer a etapa de Charlotte da NASCAR Cup Series realizada nesta quinta-feira (28). Com a vitória, o piloto da Hendrick se garante nos playoffs no fim do ano, além de ser o quinto vencedor diferente da atual temporada.

Com o grid invertido entre os 20 primeiros da corrida anterior, Elliott teve que largar do meio do pelotão, mas conseguia demonstrar ser um dos mais rápidos ao longo da prova, junto com Kevin Harvick. Apesar das vitórias nos segmentos terem ficado com Joey Logano e Alex Bowman, eram Harvick e Elliott os pilotos com mais potencial de brigar pela vitória.

Kevin Harvick foi o principal oponente de Elliott, mas perdeu muito rendimento no fim (Jared C. Tilton/Getty Images)

Isso se confirmou na parte final da prova, quando Harvick assumiu a ponta e Elliott se consolidou na segunda posição. No entanto, o carro da Stewart-Haas não tinha um bom rendimento para uma longa sequência de bandeira verde, e acabou perdendo rendimento. Basto ao piloto da Hendrick se aproveitar dos retardatários para assumir a ponta e não perder mais.

No final, ainda houve briga pelo segundo lugar entre Ryan Blaney e Denny Hamlin. Na última volta, o piloto da Joe Gibbs levou a melhor. Completaram o top-10 Ricky Stenhouse Jr, Kurt Busch, Joey Logano, Brad Keselowski, Austin Dillon, Martin Truex Jr e Kevin Harvick, este se arrastando na pista nas voltas finais.

A NASCAR Cup Series volta no domingo (31), retomando o calendário normal, com a etapa no oval curto de Bristol, no Tennessee. O início da prova está marcado para 16h30, no Horário de Brasília.

Xfinity Seires: Kyle Busch comanda mais um show

Com o número 54, Kyle Busch venceu com ultrapassagem na última volta (Jared C. Tilton | Getty Images)

Na etapa da Xfinity Series realizada na última segunda-feira (25), Kyle Busch teve que ralar, mas o veterano não deu chances para a concorrência, vencendo mais uma vez na segunda categoria da NASCAR, na etapa realizada em Charlotte.

Busch teve seus desafios, com punição por excesso de velocidade nos boxes e com estratégia diferentes, mas, desde o início, o piloto da Joe Gibbs mostrava que era o homem a ser batido na etapa da Carolina do Norte.

Na última relargada, Buschinho teve que batalhar pela vitória com Austin Cindric, da Penske, mas a experiência e a esperteza falaram mais alto e Kyle ganhou pela 97ª vez na Xfinity Series, com uma bela ultrapassagem no fim. Cindric, além de não conseguir segurar a ponta, perdeu a segunda posição para Daniel Hemric nos metros finais. Completaram o top-10: Ross Chastain, Justin Allgaier, Brett Moffitt, Michael Annett, Brandon Brown, Harrison Burton e Myatt Snider.

Truck Seires: Elliott segura Busch e fatura U$ 100 mil

Já nas picapes, bem que Kyle Busch tentou completar o ciclo vitorioso, mas o bicampeão da Cup Series acabou superado por Chase Elliott na etapa de Charlotte da Ganter Outdoors Truck Series, que retomou as suas atividades na última terça-feira (26). Para Elliott teve dois significados especiais.

Com a picape número 24, Elliott ensaiou a primeira parte da redenção na terça (Jared C. Tilton | Getty Images)

O primeiro é que a vitória foi redentora no duelo entre Elliott e Busch após o acidente na prova de Darlington da Cup Series na semana anterior. Outro fator foi um desafio ofertado por Kevin Harvick e pelo empresário Marcus Lemonis (aquele do programa “O Sócio” e que é CEO da empresa que patrocina a Truck Seires), no qual prometeram pagar o valor de U$ 100 mil para o piloto da divisão principal que derrotasse Buschinho na corrida das picapes. Lembrando que o valor foi revertido para uma instituição de caridade indicada pelo piloto vencedor.

Na pista, Tanto Busch, como Elliott partiram de trás e foram avançando ao longo da prova. Com uma estratégia melhor, o filho de Bill Elliott assumiu a ponta não deixou o rival se aproximar nas voltas finais para vencer a prova. Também terminaram entre os dez primeiros Zaine Smith, Brett Moffitt, Sheldon Creed, John Hunter Nemecheck, Johnny Sauter, Ty Majeski, Austin Hill e Bem Rhodes.

 

Etiquetas
Mostrar mais

Eduardo Casola

Jornalista formado na Universidade de Sorocaba (Uniso) e apaixonado por esporte a motor desde quando se conhece por gente. Apenas um rapaz que gosta de uma boa corrida e de uma boa história!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Fechar