ColunistaFórmula 2Post

Lawson aproveita pista livre para surpreender Hughes e vencer Sprint em Jeddah

Grande parte da prova foi comprometida pela ação do Safety Car, mas Lawson se aproveitou do instante em que a pista estava livre para vencer

As provas em Jeddah costumam ser bem caóticas, a Sprint da Fórmula 2 não poderia ser diferente. Em grande parte dela vimos a ação do Safety Car em decorrência de acidentes, mas os instantes que tivemos em bandeira verde foram movimentados, com disputas concentradas principalmente entre os dez primeiros.

Liam Lawson venceu a corrida após realizar uma ultrapassagem em Jake Hughes na décima oitava volta, o piloto tinha uma performance melhor, portanto após ganhar a posição, disparou na liderança. Lawson teve uma boa reação desde o momento que o Safety Car deixou a pista, ele atacou Calan Williams, se aproveitando da passagem dada por Hughes após o reestabelecimento da prova.

O piloto da Van Amersfoort Racing ainda foi surpreendido na chegada, quando Vips conseguiu a potência necessária para passá-lo na linha de chegada. Destaque para Felipe Drugovich que conseguiu o quarto lugar ao começar a prova da décima posição, o brasileiro está em um ótimo fim de semana e realizou uma corrida consistente, fazendo várias ultrapassagens.

O top-5 ainda contou com Calan Williams. Richard Verschoor foi o oitavo colocado, Ayumu Iwasa teve uma corrida de altos e baixos, mas terminou na zona de pontuação com o sétimo lugar, enquanto Ralph Boschung foi o oitavo colocado. Enzo Fittipaldi obteve a décima segunda posição depois de largar do décimo quarto lugar.

A limpeza de pista é um grande problema em Jeddah, o trabalho não é realizado rapidamente, portanto grande parte da prova se perde com a atuação do Safety Car. Outra coisa que eles parecem desconhecer é o uso da bandeira vermelha.

Saiba como foi a prova Sprint da Fórmula 2

Na sexta-feira durante o TL1, o piloto Cem Bölükbasi sofreu um acidente, ele foi transferido para o Hospital das Forças Armadas King Fahad, em Jeddah para realizar exames e lá identificaram que ele sofreu uma concussão, desta forma não poderá participar do evento.

Após a realização da classificação, vários pilotos foram penalizados: Amaury Cordeel perdeu dez posições no grid por não ter desacelerado o suficiente durante a bandeira vermelha. Frederik Vesti perdeu três posições por ter atrapalhado a classificação de Ralph Boschung, foi um dos motivos para o piloto da Campos não conseguir um tempo melhor. A mesma punição foi aplicada à Jüri Vips que atrapalhou Enzo Fittipaldi.

Clement Novalak perdeu cinco posições por atrapalhar Olli Caldwell. Enquanto Caldwell também perdeu três posições no grid, por atrapalhar Vips. Jack Doohan teve todos os seus tempos de volta deletados pois a equipe não apresentou os 0,8 kg de combustível necessário depois da classificação, durante o parque fechado.

O grid para a largada ficou definido desta forma:

Hauger e Hughes formaram a primeira fila por conta da inversão do grid, Drugovich era o décimo colocado. O início fora movimentado, Hauger segurou a ponta, mas Hughes largou mal e caiu para a quarta posição, desta forma Williams e Iwasa ocupavam o segundo e terceiro lugar respectivamente. Nos primeiros metros Logan Sargeant precisou frear um pouco mais forte para não fugir muito do traçado ideal. Doohan largou bem e já era o décimo oitavo colocado na primeira volta.

Armstrong era o sexto colocado, depois de um duelo com Boschung, o piloto da Campos ainda perdeu a posição para Vips, caindo para oitavo lugar. O Safety Car foi acionado no segundo giro após uma batida de Oliver Cordeel, o piloto perdeu o controle do carro ao passar pela zebra.

O grid se reaproximou, desta forma os dez primeiros eram: Hauger, Williams, Hughs, Iwasa, Lawson, Armstrong, Vips, Boschung, Drugovich e Verschoor. O trator entrou na pista para a remoção do carro de Cordeel, enquanto os outros pilotos aguardavam o reinício da prova.

O Safety Car deixou a pista ao final da sexta volta, os primeiros colocados estavam bem próximos, principalmente Williams que estava atento para atacar Hauger. Por outro lado, Iwasa foi ultrapassado por Lawson.  O Safety Car foi acionado imediatamente após a relargada, pois Doohan bateu forte na traseira de Sargeant.

Williams assumiu a liderança da prova, pois Hauger passou pelos boxes após receber um alerta que o Safety Car passaria pelos boxes, além disso as luzes do pit-lane estavam acessas, mas o diretor de prova mudou a ordem instantes depois, portanto o pit-lane foi fechado. Hauger caiu para a décima segunda posição. O prejuízo para Hauger era ainda pior, o piloto da Prema foi punido com um Stop and Go de dez segundos.

A prova era bem curta por ser uma Sprint, contando com apenas 20 voltas, mas parte da prova foi comprometida por conta da ação do Safety Car e demora para a limpeza de pista. O Safety Car deixou a pista mais uma vez ao final da décima terceira volta.

Williams comandou a ponta, com Hughes usando o lado de fora da pista para garantir a primeira posição no primeiro sinal que tinha espaço para realizar a ultrapassagem. Lawson aproveitou o movimento para acompanhar e assumir a segunda posição, Williams portanto era atacado por Iwasa. Drugovich era o sétimo colocado. No fundo do grid a largada foi um pouco tumultuada, principalmente com Pourchaire que não estava tendo uma prova muito fácil. Hauger partiu para os boxes para cumprir a punição.

Na décima quinta volta Iwasa foi ataco por Vips, assim caiu para a quarta posição. Drugovich saltou para o sexto lugar. O DRS foi liberado na décima sexta volta. Drugovich tentava se aproximar de Iwasa buscando o quinto lugar.

Lawson assumiu a liderança da prova na décima oitava volta da prova, logo disparou na frente, conseguindo estabelecer mais de um segundo de vantagem para o piloto que se tornou o segundo colocado. Hughes começou a perder performance.

Antes da abertura da décima nona volta, o Virtual Safety Car foi ativado, o caro de Marcus Armstrong apagou após uma disputa mais pesada com Iwasa. A bandeira verde foi dada na última volta, Drugovich se aproveitou da reação ruim de Williams e a espalhada na pista que o adversário deu para assumir o quarto lugar. Vips passou Hughes na linha de chegada para ficar com o segundo lugar.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados