Em corrida virtual, Pascal Wehrlein vence pela primeira vez na Fórmula E

Sharing is caring!

A terceira etapa do Desafio Race at Home, campeonato virtual da Fórmula E foi realizada neste sábado, 09/05. A competição apoia à UNICEF no combate à pandemia de COVID-19 e reúne gamers, influenciadores e todos os pilotos oficiais da categoria. O terceiro round foi realizado nas ruas do Principado de Mônaco.

lll DESAFIANTES

Alguns nomes convidados para esta etapa foram Alex Lynn (Jaguar), Sophia Floersch (Mercedes), Simona de Silvestro (Porsche) e Charlie Martin (BMW). 

A corrida foi muito disputada e bastante limpa com poucos toques entre os competidores, um deles foi entre Simona de Silvestro e Alex Lynn na 10ª volta sem grande consequências. 

 

Na frente e de maneira super tranquila, Kevin Siggy ficou com a vitória. O vencedor do McLaren Shadow, largou da pole position e se manteve na liderança da primeira a última volta, sem ser ameaçado pelos demais desafiantes.

 

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Highlights! Big slides, overtakes and spins – it’s pro drivers vs sim racers in the #RaceAtHome Challenge grid race 🏁 Donate to @UNICEF – tap the link in our bio #ABBFormulaE

Uma publicação compartilhada por ABB Formula E (@fiaformulae) em

lll FORMULA E 

Pascal Wehrlein da Mahindra Racing teve uma corrida perfeita: largou na pole position, liderou do início ao fim e ainda cravou a volta mais rápida da prova (51.510), conquistando, assim, o máximo de pontos possíveis em uma única etapa, 29. 

O alemão sobreviveu à primeira volta caótica, sendo um dos poucos a escapar ileso na primeira curva. Vandoorne derrapou, mas conseguiu retornar ao traçado e manter a segunda colocação, enquanto todos os outros carros se envolveram em diversos acidentes.

Largando em sexto, Guenther aproveitou ao máximo o caos dos primeiros instantes de prova para assumir a terceira colocação, mas não conseguiu impor um ritmo forte o bastante para pressionar os dois primeiros colocados.

Surpreendentemente, entre os primeiros eliminados pelo “Race Royale”, no qual o último piloto a completar a volta deixa a prova, estava Mitch Evans (Jaguar), Sébastien Buemi (Nissan) e a dupla da DS Techeetah, Antonio Félix da Costa e Jean-Eric Vergne – dupla que segue sem marcar pontos na competição, assim como a da Audi.

Falando em Audi, mais uma vez os pilotos brasileiros tiveram uma atuação discreta. Lucas di Grassi (Audi) largou na 24ª posição e conseguiu ganhar algumas posições nas primeiras voltas, mas terminou na 17ª colocação. Felipe Massa (Venturi) por sua vez largou em 14º e terminou em 15º.

Com a vitória na etapa de Mônaco, Pascal Wehrlein agora é o segundo colocado no campeonato com 45 pontos, 20 a menos do que o líder do Desafio Race at Home, Maximilian Guenther, com 65 pontos.

Destaque também para a Porsche, única a pontuar com dois carros, e para Ma Quinghua que marcou seus primeiros pontos.

Imagem reprodução da Fórmula E
Imagem reprodução da Fórmula E

Lembrando que o piloto que for o campeão dos Desafiantes, terá o direito de pilotar um Gen2 real quando a sexta temporada da Fórmula E for retomada.

Enquanto isso não acontece, o foco segue nas corridas virtuais, e no próximo sábado (16/05) será disputada a quarta etapa do Desafio ABB Fórmula E Race at Home, às 11h30 (Horário de Brasília) com transmissão ao vivo e exclusivo no Brasil no canal Fox Sports 2.

Os melhores momentos da corrida principal estão aqui:

 

 

Cinthia Maria

Cinthia Venâncio comenta zoeiramente a Fórmula 1 desde os sete anos de idade e nas horas vagas é profissional de marketing, fotógrafa, doceira, redatora e revisora. Como todo bom cearense, nunca diz não a um baião de dois com queijo coalho e carne de sol. Aprecia rock do bom, não tem vergonha de dizer que não é fã do Tarantino e sempre é a motorista da rodada. Geralmente esquece o que não deveria

Deixe uma resposta

shares