ColunistaFórmula EPost

Preview e horários do ePrix do México

A 3ª rodada da Fórmula E será disputada no Autódromo Hermanos Rodrígues, neste retorno da categoria elétrica à Cidade do México

A Fórmula E disputará a 3ª etapa da temporada no México, no dia 12 de fevereiro. A disputa também está retornando à Cidade do México, a prova será realizada no Autódromo Hermanos Rodríguez.

No último ano quando a Fórmula E esteve no México a prova foi realizada em Puebla, além disso, o duelo correspondia a metade da temporada. Desta vez a categoria elétrica pisará em solo mexicano ainda no início do campeonato. O público estará nas arquibancadas para acompanhar a prova, podendo ocupar o estádio Foro Sol, para mais uma vez fornecer aquela atmosfera vibrante.

O autódromo Magdalena Mixhuca foi concluído em 1959 e passou a integrar a Fórmula 1 em 1963, após uma disputa que ocorreu no ano anterior com as mesmas regras da competição a fim de atrair participantes e equipes da categoria para a disputa. A morte do mexicano prodígio Ricardo Rodríguez aconteceu neste evento e tempos depois o autódromo prestaria uma homenagem a ele e ao irmão Pedro que faleceu em 1971, sendo um dos grandes incentivadores de corrida no país, por isso foi intitulado como Autódromo Hermanos Rodriguez. Antes de receber o nome pelo qual conhecemos o autódromo hoje, era chamado de Magdalena Mixhuca.

LEIA MAIS: SÉRIE CIRCUITOS DA F1: Hermanos Rodríguez

A prova acontecerá em um traçado de 2.606 KM, que conta com 16 curvas – seis para a esquerda e dez para a direita. A pista passou por mudanças nos últimos anos, mas a mais relevante aconteceu em 2020, quando a categoria optou por liberar a Peraltada. A corrida é disputada no sentido horário, o gerenciamento da bateria é um ponto muito importante neste traçado. Outro ponto é que pelo circuito estar localizado a 2,234 metros do mar, a baixa pressão atmosférica afeta a pressão dos pneus e o sistema de refrigeração dos carros.

Fórmula E retorna ao Autódromo Hermanos Rodríguez – Foto: reprodução FE

O ePrix do México será disputado quinze dias após as duas provas na Arábia Saudita. A Venturi deixou a etapa na liderança do campeonato, após Edoardo Mortara conquistar uma vitória no sábado, enquanto Lucas di Grassi cruzou a linha de chegada no terceiro lugar.

O piloto brasileiro tem um bom retrospecto na Cidade do México, contando com duas vitórias, uma conquistada em 2017 e outra em 2019, quando ainda corrida pela Audi, também é um dos circuitos favoritos de Di Grassi. Ainda é válido dizer que Di Grassi venceu em Puebla, no México, na temporada passada.

A Venturi se mostrou muito competitiva na Arábia Saudita, portanto é uma equipe que está sendo observada de perto, assim como a Mercedes. Nyck de Vries abriu a temporada com vitória e pole, mas foi surpreendido pela dupla da Venturi quando buscava a sua segunda vitória. A Mercedes está separada por apenas um ponto da atual líder do campeonato.

O campeonato promete ser mais uma vez bem disputado, pois apenas três times vão para essa etapa ainda sem pontos conquistados.

Programação ePrix do México 2022

Horários do ePrix do México – Foto: Ale Ranieri – BP

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados