ColunistaDestaquesNascarPit-Stop Drops

Pit-Stop Drops: Martin Truex Jr destrona a Penske para vencer em Martinsville

Com o tradicional troféu-relógio de Martinsville, Martin truex Jr se garantiu na disputa dos playoffs (Jared C. Tilton | Getty Images)

Em mais uma prova no meio da semana para compensar o atraso da NASCAR Cup Series, a Penske mostrou força com seus três carros ao longo da etapa de Martinsville na última quarta-feira (10), mas foi Martin Truex Jr, da Joe Gibbs que mostrou força na reta final para garantir sua primeira vitória na temporada, se garantindo nos playoffs no fim do ano.

Os carros da Penske tiveram momentos de oscilação, mas em boa parte da prova era um deles que estava na liderança (com exceção do fim do segundo estágio, vencido por Jimmie Johnson), entretanto, os carros de Joey Logano, Ryan Blaney e Brad Keselowski eram os mais rápidos na escalada do pelotão.

A Penske de Joey Logano (22) e Ryan Blaney (12) andou bem em Martinsville (Jared C. Tilton/Getty Images)

No entanto, na parte decisiva, Martin Truex Jr veio com força e superou os pilotos da Penske para assumir a liderança no oval curto da Virgínia. Truex mostrou um ritmo forte e mais desenvoltura para se livrar dos retardatários para manter a liderança sobre controle até a linha de chegada.

A caravana da Penske veio na sequência, com Blaney, Keselowski e Logano na sequência. Fecharam o top 10 Chase Elliott, Alex Bowman, Matt Dibenedetto, Willian Byron, Kurt Busch e Jimmie Johnson. A categoria principal volta a correr no domingo, às 16h30 Horário de Brasília, em Homestead-Miami.

Susto com Austin Dillon

Um dano na parte dianteira provocou vazamento de gases no cockpit do carro de Dillon (3) (Jared C. Tilton/Getty Images)

Ainda sobre a prova de Martinsville, um momento que chamou a atenção foi o abandono de Austin Dillon na parte final da prova. O piloto da Richard Childress passou mal dentro do carro e foi retirado do veículo cambaleante. O corredor foi levado para o pronto-socorro no circuito de Martinsville, onde foi atendido e liberado uma hora depois.

O motivo do mal-estar foi devido a uma colisão que Dillon teve durante a prova, que provocou o vazamento de gases do motor dentro do cockpit do carro. O piloto acabou inalando substâncias tóxicas, o que o levou a perda de sentidos. Apesar do susto, o representante da Richard Childress foi liberado pelos médicos e está apto para correr no domingo.

Público voltando aos poucos

A prova de Talladega poderá ter até 5 mil torcedores (Jared C. Tilton/Getty Images)

A NASCAR já está estudando medidas para a volta do público às provas das suas categorias de acordo com o controle do coronavírus em determinadas regiões do país. A primeira corrida a ter espectadores na arquibancada será já neste domingo em Homestead-Miami, com a presença de mil soldados do exército estadunidense, que foram convidados para acompanhar a etapa.

Para a prova seguinte, em Talladega (Alabama), haverá venda de ingressos, limitadas a 5 mil pessoas, incluindo vagas para acampamentos em motorhomes que ficarão na parte interna do grid. No entanto, a categoria salienta que os torcedores terão que cumprir normas de distanciamento social para acompanhar a corrida.

 

Etiquetas
Mostrar mais

Eduardo Casola

Jornalista formado na Universidade de Sorocaba (Uniso) e apaixonado por esporte a motor desde quando se conhece por gente. Apenas um rapaz que gosta de uma boa corrida e de uma boa história!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Fechar