ColunistaDestaquesNascarPit-Stop DropsPostUS Route

Pit-Stop Drops: Hamlin lidera na hora certa para vencer em Darlington

Numa corrida cheia de reviravoltas, Denny Hamlin foi o piloto certo no momento certo para vencer a segunda etapa de Darlington da NASCAR Cup Series, realizada na última quarta-feira (20). O piloto da Joe Gibbs assumiu a liderança perto do fim e foi beneficiado com a chuva que caiu faltando 20 voltas para a bandeirada. Este foi o segundo triunfo do corredor na temporada.

Denny Hamlin celebrou a vitória com sua máscara… peculiar (Chris Graythen | Getty Images)

O lance decisivo aconteceu perto do fim, quando Hamlin assumiu a ponta na última sequência de pit-stops e segurou a ponta na relargada, mesmo com a pressão de Chase Elliott, da Hendrick, e de Kyle Busch, também da Joe Gibbs, que vieram na sequência.

NOT CLEAR!@KyleBusch turns @chaseelliott! pic.twitter.com/Hk8tA92UAA

May 21, 2020

Busch tentou ultrapassar Elliott, mas ficou fora da linha do pelotão. Ao tentar retornar para o traçado ideal, acertou o Chevrolet Camaro número 9, mandando Chase para o muro. O piloto da Hendrick saiu irritado do carro e fez um gesto obsceno para Buschinho quando este passava pelo local do acidente após a bandeira amarela.

Então, a chuva que ameaçava cair durante o dia todo desabou no circuito de Darlington. Como Mais da metade da prova já fora realizada, a direção de prova encerrou a disputa, declarando Hamlin como vencedor, na dobradinha da Gibbs, com Kyle Busch em segundo. Completaram os dez primeiros Kevin Harvick, Brad Keselowski, Erik Jones, Joey Logano, Aric Almirola, Jimmie Johnson, Matt Dibenedetto e Martin Truex Jr.

lll Pedido de desculpas

Após a prova, Kyle Busch foi interpelado pelo chefe da equipe de mecânicos do carro de Chase Elliott, Alan Gustafson, que quis tirar satisfações pela manobra ocorrida no fim da prova. Para quem esperava uma das típicas confusões pós-corrida, no fim viu apenas a conversa entre as partes. Logo depois, em entrevista, Buschinho admitiu que errou e se desculpou com a equipe de Elliott pelo acidente.

lll Xfinity: Em duelo emocionante, Briscoe segura Busch na marra

Em disputa acirrada, Briscoe superou Kyle Busch por um triz (NASCAR.com)

O retorno da Xfinity Series, divisão intermediária das séries nacionais da NASCAR, demorou mais do que o esperado, devido às chuvas que caíram desde terça-feira na região do circuito de Darlington, mas quem teve paciência para esperar até a noite de quinta-feira (21) acompanhou uma corrida animada, com um final eletrizante. No fim, bem que o favorito Kyle Busch tentou, mas foi Chase Briscoe que levou a melhor.

Mesmo largando do meio do pelotão, Busch demonstrou o favoritismo e assumiu a liderança na segunda parte da prova, dando a impressão que seria mais um passeio do piloto da Joe Gibbs. No entanto, uma punição por excesso de velocidade nos boxes lhe jogou para o fim do pelotão. Mesmo assim, Buschinho mostrou sua força chegou em condições de brigar pela vitória nas voltas finais.

Contudo, em sua frente, havia um motivado e emotivo Chase Briscoe no caminho. O jovem piloto da Stewart Haas viveu um drama pessoal na última semana, quando ele e sua esposa perderam o bebê que estavam esperando. Apesar da situação, Briscoe manteve a concentração mostrou força boa parte da prova, quando sofreu investidas de Justin Allgaier ao longo do terceiro segmento.

Com a bandeira amarela faltando 15 voltas para o fim, Briscoe retomou a liderança nos boxes e relargou bem abrindo vantagem, enquanto Busch superava Allgaier pelo segundo posto e partiu para o ataque nos giros finais.

Briscoe e Busch duelaram de forma frenética pela ponta, raspando o muro e se tocando ao longo da pista. O bicampeão da Cup Series chegou a tomar a ponta, mas o piloto da Stewart-Haas deu o troco e segurou o rojão até a bandeirada.

“The biggest day of my life after the toughest day of my life.” pic.twitter.com/DY5pxTsFNB

May 21, 2020

Com toda a emoção dos últimos dias, Briscoe desabou em lágrimas ao sair do carro. “Esta vitória é para minha esposa. Esta foi a semana mais difícil que já tive de lidar. Quando assumi a liderança, eu estava chorando no meu carro. Esta foi mais do que uma vitória em corrida, foi a maior vitória da minha vida após passar pelo dia mais duro da minha vida”, afirmou.

A próxima etapa da Xfiniy Series será nesta segunda-feira, no oval de Charlotte. Já a Cup Series corre no domingo, com a tradicional Charlotte 600, prova que celebra o Memorial Day e que tem o costume de ser realizada no mesmo fim de semana do GP de Mônaco de F1 e das 500 milhas de Indianápolis. No entanto, como a prova em Mônaco foi cancelada e a Indy 500 ficou para agosto, a etapa da NASCAR será a única a acontecer na data original, mesmo que sem a presença de público.

Fonte: NASCAR.com

Mostrar mais

Eduardo Casola

Jornalista formado na Universidade de Sorocaba (Uniso) e apaixonado por esporte a motor desde quando se conhece por gente. Apenas um rapaz que gosta de uma boa corrida e de uma boa história!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados