McLaren se retira do GP da Austrália, após membro da equipe ser infectado com o COVID-19

Sharing is caring!

A McLaren anunciou nesta quinta-feira (12) que não vai participar do GP da Austrália, um dos membros da equipe foi testado para o COVID-19 e após a confirmação eles optaram por não participar da prova.

Todas as equipes estavam prontas para disputar o início da temporada 2020 no circuito Albert Park, mas quando começaram a se preparar para o GP quatro funcionários da Haas e um membro da McLaren passaram a ter os sintomas do coronavírus e foram isolados.

O comunicado da McLaren disse:  “A McLaren Racing confirmou esta noite em Melbourne que se retirou do Grande Prêmio da Austrália de Fórmula 1 em 2020, após o teste positivo de um membro da equipe para o coronavírus. O membro da equipe foi testado e auto-isolado assim que começou a mostrar sintomas e agora será tratado pelas autoridades locais de saúde.

“A equipe se preparou para essa eventualidade e tem suporte contínuo para o funcionário que agora entrará em um período de quarentena. A equipe está cooperando com as autoridades locais relevantes para auxiliar suas investigações e análises.”

“Zak Brown, CEO da McLaren Racing, e Andreas Seidl, diretor da equipe da McLaren F1, informaram a Fórmula 1 e a FIA da decisão esta noite. A medida foi tomada com base no dever de cuidar não apenas dos funcionários e parceiros da McLaren F1, mas também dos membros de outras equipes, fãs da Fórmula 1 e aqueles envolvidos com a categoria. ”

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

shares
WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com