ColunistaFórmula 1Post

Max Verstappen lidera TL1 do GP da Estíria, acompanhado por Pierre Gasly

A atividade foi marcada por muita movimentação, mas também pelo bom desempenho dos carros com motor Honda

A primeira sessão realizada nesta sexta-feira (25) foi bem movimentada, com os pilotos aproveitando a atividade para trabalhar com os pneus médios e duros, além de completar algumas voltas com os pneus macios. Max Verstappen terminou na liderança, após anotar 1m05s910, acompanhado por Pierre Gasly com 1m06s166.

Neste início, vale ressaltar que em vários momentos da atividade, os carros com motor Honda mostraram a sua força, trabalhando pelas primeiras posições e foram um destaque deste TL1. No entanto, quando os pilotos passaram a completar as suas voltas com os pneus macios, o grid ficou um pouco mais variado. Além disso várias voltas foram deletadas, com os pilotos extravasando os limites de pista. Desta forma Sergio Pérez completou a sessão na décima terceira posição.

Lewis Hamilton também teve a oportunidade de liderar a atividade, mas terminou na terceira posição, acompanhado por Valtteri Bottas em quarto lugar. Os olhos estão voltados para a disputa entre Red Bull e Mercedes.

Yuki Tsunoda foi o quinto colocado, seguido por Fernando Alonso e Esteban Ocon da Alpine. Lance Stroll com a Aston Martin ficou com a oitava posição, enquanto Antonio Giovinazzi que figurou em vários momentos entre os dez primeiros, foi o nono colocado. Charles Leclerc fechou em décimo.

Neste circuito, acredita-se que a dupla da Ferrari terá um pouco mais de dificuldade, mas está é a primeira sessão e vale lembrar que a dupla da McLaren ficou fora do Top-10, desta vez com Daniel Ricciardo em décimo segundo e Lando Norris na décima sexta posição.

A Fórmula 1 retorna às 10h, pelo horário de Brasília para a realização do segundo treino livre.

Saiba como foi o Primeiro Treino livre para o GP da Estíria

Quando a atividade teve início, a temperatura na pista estava na casa dos 47°C, com 24°C no ambiente.

Robert Kubica estava testando no lugar de Kimi Raikkonen e logo na primeira saída do polonês ele acabou rodando na curva 3. Em seu carro os pneus duros estavam instalados.

A pista ficava movimentada, logo no início da sessão, os pilotos davam preferência para testar os pneus médios e duros. Lando Norris liderou a atividade com 1m08s864, com os pneus médios nos primeiros cinco minutos. Mas aos poucos outros pilotos melhoraram as suas marcas, Max Verstappen tinha 1m07s454, acompanhado por Lewis Hamilton com 1m07s809.

O holandês da Red Bull e o inglês da Mercedes estavam disputando a ponta, Verstappen melhorou o seu tempo para 1m06s936, separado por 0s120 de Hamilton.

Nos primeiros dez minutos de sessão, todos já tinham aferido algum tempo, os dez primeiros eram: Verstappen, Hamilton, Leclerc, Pérez, Ricciardo, Norris, Giovinazzi, Alonso, Stroll e Vettel. Carlos Sainz estava nos boxes, pois identificou um problema no acelerador do carro e logo retornou para os boxes.

Yuki Tsunoda deixou a décima terceira posição, para ocupar o sexto lugar, com 1m07s280. Entre os dez primeiros, Esteban Ocon apareceu na sexta posição com os pneus duros, anotando 1m07s250. Fernando Alonso entrou entre os dez, mas ao extravasar os limites de pista na curva 10, o piloto da Alpine teve a sua volta deletada.

Após vinte minutos de atividade, vários pilotos retornaram para os boxes e a atividade ficou mais parada.

Carlos Sainz foi devolvido para a pista, mas rodou depois da curva dez, na saída dos boxes. No entanto, o piloto não teve nenhum problema para retornar para a sessão.

Depois da rápida parada nos boxes, os pilotos retornavam para o circuito com os pneus macios, Lewis Hamilton assumiu a liderança da atividade com 1m06s390, enquanto Valtteri Bottas era o quarto colocado com 1m06s721 – desfazendo a sequência de Red Bull, AlphaTauri que estavam na ponta, ainda com os pneus médios.

Fernando Alonso que apareceu entre os líderes teve mais uma volta deletada por extravasar os limites de pista, mas desta vez na curva nove.

E com a primeira meia hora de atividade encerrada, os dez primeiros eram: Bottas, Hamilton, Tsunoda, Verstappen, Gasly, Leclerc, Ricciardo, Norris e Ocon. Apenas a dupla da Red Bull, Gasly e Ocon ainda não estavam usando os pneus macios, pois permaneciam nos boxes.

E quando Max Verstappen apareceu com os pneus macios, o piloto da Red Bull assumiu a primeira posição com 1m05s910, superando Pierre Gasly que cravou 1m06s166. Restando 25 minutos para o encerramento da atividade, todos os pilotos já estavam trabalhando com os pneus macios.

Retornando aos autódromos, a dificuldade maior era com relação aos limites de pista. Várias voltas eram deletadas, justamente pelos pilotos que estavam extravasando os limites de pista.

Outra questão neste fim de semana era com relação a encontrar a pista livre para virar uma volta rápida. Como o circuito da Áustria é curto e rápido, vários pilotos estavam reclamando dos seus rivais, por conta de alguma volta que fora comprometida.

Nos últimos vinte minutos de atividade, os dez primeiros eram: Verstappen, Gasly, Hamilton, Bottas, Tsunoda, Alonso, Ocon, Stroll, Giovinazzi e Leclerc.

Os últimos minutos foram de uma sessão mais lenta, em modo de simulação de corrida, com os pilotos testando a durabilidade dos compostos. Ainda tivemos Valtteri Borras e Antonio Giovinazzi se encontrando na pista, onde o finlandês quase bateu no italiano.

Com o cronômetro zerado, vários pilotos aproveitaram para treinar a largada. 

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados