ColunistaFórmula 1Post

Leclerc estabelece a pole, com Sainz garantindo a primeira fila para a Ferrari

Na disputa pela pole deu Ferrari em Miami, Leclerc fez a melhor volta, seguido por Sainz. Verstappen comprometeu a sua volta com um erro

A classificação foi disputada nesta sábado (07) em Miami, após uma nova disputa intensa entre Ferrari e Red Bull, Charles Leclerc surpreendeu Max Verstappen conquistando a pole na última volta rápida. Quando foram liberados pela segunda vez no Q3, a disputa nos setores ficou entre Leclerc e Carlos Sainz, o monegasco registrou 1m28s796, contra 1m28s986 do espanhol, desta forma o atual líder do campeonato obteve a sua 12ª pole da carreira.

A pista de Miami tem se provado bem desafiadora, a velocidade é bem importante neste traçado, mas ter um domínio do carro, também influência no controle da volta, principalmente no trecho mais sinuoso do circuito.

Sobrou para a Red Bull a segunda fila em Miami! Verstappen foi consistente na classificação depois de um fim de semana difícil, onde ele andou pouco na sexta-feira. O holandês não poupou o equipamento, buscando a liderança. Em sua primeira volta rápida era o pole, mas cometeu um erro na sua segunda volta rápida que comprometeu o seu resultado.

Valtteri Bottas que está fazendo uma boa campanha com a Alfa Romeo, estabeleceu o quinto tempo, seguido por Lewis Hamilton que foi o sexto colocado. O heptacampeão mundial representou a Mercedes no Q3, pois George Russell teve a sua última volta rápida prejudicada. Pierre Gasly foi o sétimo colocado, desta vez a AlphaTauri consegui colocar os dois carros no Q3. Tanto a participação da AlphaTauri, como a da Alpine ficam variando de circuito para circuito. Lando Norris foi o oitavo colocado, com Yuki Tsunoda em nono. Lance Stroll conseguiu a décima posição para a Aston Martin. Sebastian Vettel se esforçou para levar o segundo carro da equipe ao top-10, mas amanhã larga da décima terceira posição.

A largada para o GP de Miami será dada às 16h30 desde domingo, seguindo o horário de Brasília.

Saiba como foi a classificação da F1 em Miami

A classificação da Fórmula 1 foi realizada uma hora e meia mais cedo que o TL2, a pista estava bem quente neste momento com a temperatura de 53°C na pista e 33°C no ambiente.

Q1

Os carros foram rapidamente liberados para a pista e com a possibilidade da sessão ser paralisada por conta de algum acidente, os pilotos não queriam perder tempo para aferir as suas voltas. Kevin Magnussen abriu a tabela de tempos anotando 1m33s148, mas foi superado por Alexander Albon que registou 1m32s495, instantes depois.

Carlos Sainz rapidamente estabeleceu 1m30s858, ficando com a ponta, para na sequência Ricciardo aferir o segundo tempo, mas o australiano ficou separado por 0s417 do líder. Com o segundo e o terceiro setor roxos, Verstappen estava na primeira posição, com 1m30s235, com Pérez que tinha 1m30s778. Russell surpreendeu na terceira posição com 1m30s807. Hamilton optou por fazer duas voltas de aquecimento, antes de completar um giro rápido no traçado de Miami. Os pilotos que estavam em volta rápida precisavam desviar dos competidores que estavam mais lentos no circuito e isso prejudicava as suas voltas.

Hamilton era apenas o décimo segundo colocado, aferindo 1m31s550. Todos os pilotos trabalhavam com os pneus macios. Zhou era uma surpresa neste início de Q1, pois o estreante e piloto da Alfa Romeo conseguiu o quinto melhor tempo, aferindo 1m31s020.

Na quarta volta do pneu, depois de uma breve passagem pelos boxes, Leclerc registrou 1m29s474, com Verstappen melhorando o sua marca para 1m29s836 – separados agora por 0s362. Os dez primeiros eram: Leclerc, Verstappen, Sainz, Pérez, Ricciardo, Stroll, Norris, Russell, Bottas e Vettel. Hamilton estava na zona de eliminação ocupando o décimo sexto lugar. Bottas foi o piloto que mais demorou para ser liberado, mas conseguiu o nono tempo cravando 1m30s845.

Ocon não participou da atividade, pois a Alpine não conseguiu recuperar o seu carro após o francês bater no TL3.

Dois minutos antes do encerramento, Schumacher saltou para o oitavo lugar, com 1m30s645. Hamilton que tinha retornando com um novo conjunto de pneus macios, conseguiu o quinto melhor tempo com 1m30s388. Os últimos minutos foram marcados pelo trânsito na pista. Zhou não conseguiu espaço na pista para abrir uma última volta rápida, enquanto Magnussen cometeu um erro.

Eliminados

16) Kevin Magnussen – 1m30s975
17) Guanyu Zhou – 1m31s020
18) Alexander Albon – 1m31s266
19) Nicholas Latifi – 1m31s325
20) Esteban Ocon – não participou da classificação

Q2

A temperatura da pista caiu dois graus desde o início da sessão. Mick Schumacher liderou a saída dos boxes, novamente usando os pneus macios. O piloto da Haas anotou 1m30s423, mas Leclerc estava bem veloz na pista e completou o seu giro já na casa de 1m29s754. Carlos Sainz superou o companheiro de equipe anotando 1m29s729. A Red Bull apareceu na sequência para completar a sua primeira volta, Max Verstappen com o tempo de 1m29s202 era o líder da atividade, 0s471 melhor que Pérez.

Quando todos os pilotos, exceto Russell completaram ao menos uma volta rápida, os dez primeiros eram: Verstappen, Pérez, Sainz, Leclerc, Gasly, Bottas, Alonso, Tsunoda e Norris. Russell foi enviado para a pista quando ela estava livre, mas reclamou dos saltos do carro e foi obrigado a abortar a sua tentativa de volta rápida. Leclerc voltou para a ponta estabelecendo 1m29s130.

Russell completou a sua volta, portanto saltou para a sétima posição, aferindo 1m30s173. Na zona de eliminação era possível ver: Norris, Stroll, Schumacher, Vettel e Ricciardo. Os pilotos voltaram para a pista mais uma vez quando restavam cerca de três minutos para o final.

Na última volta Norris saltou para a terceira posição, Stroll conseguiu o oitavo lugar, levando um carro da Aston Martin ao Q3. Alonso foi parar na zona de eliminação, conseguindo apenas o décimo primeiro tempo. A dupla da AlphaTauri ficou com o nono e o décimo lugar. Russell não conseguiu uma volta limpa no final, sendo prejudicado para obter um tempo melhor. Vettel cometeu um erro na chicane que comprometeu a sua volta.

A proximidade do grid rendeu uma classificação muito disputada.

Eliminados

11) Fernando Alonso – 1m30s160
12) George Russell – 1m30s173
13) Sebastian Vettel – 1m30s214
14) Daniel Ricciardo – 1m30 310
15) Mick Schumacher – 1m30s423

Q3

O Q3 começou bem disputado, Verstappen superou Leclerc por 0s064 saltando para a pole com 1m28s991. Sainz demonstrava ritmo, mas o espanhol ficou com o terceiro lugar, anotando 1m29s071. Em sua primeira volta rápida com os pneus macios, Pérez apareceu na terceira posição com 1m29s498, acompanhados por Bottas, Hamilton, Norris, Tsunoda, Stroll e Gasly.

Após uma volta rápida, os pilotos retornaram aos boxes para substituir os pneus, antes de partir mais uma vez para a pista.

Os pilotos aproveitaram os últimos dois minutos para aferir os seus tempos. Leclerc cravou a pole anotando 1m28s796, com Sainz que tinha 1m28s986 ajudou a Ferrari a completar a primeira fila. Verstappen e Pérez ficaram com o terceiro e quarto lugar. Bottas completou o top-5, com Hamilton ficando com a sexta posição.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados