ColunistaPost

Josef Newgarden segura Romain Grosjean no fim e vence o GP de Long Beach

Em disputa que também contou com o atual campeão, Alex Palou, o piloto da Penske conseguiu se manter à frente e venceu pela segunda vez seguida na temporada

Mesmo com Grosjean e Palou no encalço, Newgarden manteve a ponta na reta final (Joe Skibinski/Indycar)

O tradicional GP de Long Beach, que voltou para sua data original neste ano, trouxe uma disputa muito intensa em todas as posições , especialmente pela vitória, com reviravoltas e com os pilotos indo até o limite pela vitória na clássica pista de rua californiana. Romain Grosjean e Alex Palou brigaram muito pelo triunfo, mas Josef Newgarden mostrou sua força e venceu pela segunda vez seguida na temporada, assumindo a liderança da competição.

A corrida começou dominada por Colton Herta, que largou na pole position e dominou a disputa no primeiro terço de prova. Mesmo com a bandeira amarela causada por Dalton Kellett nas primeiras voltas, nenhum piloto do pelotão da frente ou mesmo do intermediário se arriscou a mudar a estratégia e seguiu.

No primeiro ciclo de paradas, que se iniciou na volta 22 das 85 previstas, Scott Dixon aproveitou mais uma vez de uma estratégia inteligente e subiu no grid com o undercut, saltando de 16º para quinto após o ciclo de paradas. Alex Palou também se aproveitou da parada adiantada e conseguiu passar Newgarden no ciclo de paradas.

Enquanto a Chip Ganassi brilhava nos boxes, a Andretti se enrolava. A parada de Herta não foi muito boa e o piloto do carro 26 voltou apenas na terceira posição, atrás de Palou e Newgarden. Colton ainda tentou passar logo o rival da Penske, mas foi o primeiro a descobrir que superar o bicampeão da Fórmula Indy não seria uma tarefa fácil.

A corrida seguiu morna, com disputas mais intensas no pelotão intermediário até o início do segundo ciclo de paradas. Palou fez sua parada na volta 53 e tentava repetir a manobra bem sucedida para ampliar a vantagem. Contudo, duas voltas depois, Colton Herta perdeu o controle de seu carro e bateu na penúltima curva do circuito, abandonando e jogando fora a chance de um bom resultado.

Apesar da pancada, o piloto da Andretti ainda conseguiu tirar o carro para evitar a intervenção do Pace Car. Com a bandeira amarela apenas no setor da batida, Newgarden aproveitou o momento para realizar seu último pit-stop e, com isso, superou Palou, assumindo a liderança da prova. 

A partir de então, a prova começou a ficar mais nervosa e acidentes foram ocorrendo. Primeiro foi com Simon Pagenaud, que tentou uma ultrapassagem na curva da fonte e acabou rodando, ficando atolado no jardim de flores.

Na relargada, Marcus Ericsson se desconcentrou na disputa com Romain Grosjean e acertou o muro, furando o pneu e rodou na curva seguinte após se enroscar com o próprio companheiro de equipe Scott Dixon.

Neste ínterim, o francês começou a crescer na disputa, já que tinha pneus macios, enquanto os rivais tinham compostos duros no último ciclo de paradas. Assim, Grosjean superou Will Power e Alex Palou, atingindo a segunda posição e partindo para cima de Newgarden pela ponta.Todavia, o piloto da Andretti gastou todo seu push-to-pass no processo, embora os rivais da Penske e da Ganassi também usaram quase todos os recursos no decorrer da prova.

Faltando 12 voltas para o fim, Jimmie Johnson (em fim de semana desastrado, após sofrer dois acidentes nos treinos e fraturar o pulso em um deles) rodou e acertou a barreira de pneus, levando junto David Malukas, causando a bandeira amarela.

A última relargada aconteceu com quatro voltas para o fim, com Grosjean partindo ao ataque com tudo que dispunha para cima de Newgarden. Entretanto, o piloto da Penske tinha um acerto muito forte para as retas e conseguia neutralizar qualquer tentativa de ataque dos rivais.

Quando os líderes abriam a última volta, Takuma Sato acertou a barreira de pneus no mesmo ponto do acidente anterior. A direção de prova esperou pela possibilidade do japonês conseguir voltar à prova, mas não teve jeito e a corrida foi encerrada sob regime de bandeira amarela.

Com isso, Newgarden ratificou a sua segunda vitória consecutiva e assumiu a liderança do campeonato, com cinco pontos de frente para Scott McLaughlin, que foi apenas o 14º. Já Grosjean conquistou seu primeiro pódio pela Andretti, enquanto Palou fechou o pódio e está em terceiro no campeonato.

Hélio Castroneves teve uma corrida discreta, mas segura. Mesmo com o toque sofrido por Rinus Veekay no começo da corrida, o piloto da Meyer Shank conseguiu manter o carro inteiro e impediu as confusões, terminando em um sólido nono lugar.

A próxima etapa da Fórmula Indy será no dia 1º de maio, com o GP do Alabama no circuito misto de Barber.

Classificação do GP de Long Beach, confira aqui

Campeonato após três etapas:

1 – Josef Newgarden (EUA) – Penske/Chevrolet – 118
2 – Scott McLaughlin (NZL) – Penske/Chevrolet – 113
3 – Alex Palou (ESP) – Chip Ganassi/Honda -103
4 – Will Power (AUS) – Penske/Chevrolet – 102
5 – Scott Dixon (NZL) – Chip Ganassi/Honda – 83
6 – Romain Grosjean (FRA) – Andretti/Honda – 75
7 – Rinus Veekay (NED) – Ed Carpenter/Chevrolet – 67
8 – Marcus Ericsson (SUE) – Chip Ganassi/Honda – 66
9 – Pato O’Ward (MEX) – McLaren SP/Chevrolet – 63
10 – Graham Rahal (EUA) – RLL/Honda – 60

13 – Hélio Castroneves (BRA) – Meyer Shank/Honda – 46

Mostrar mais

Eduardo Casola

Jornalista formado na Universidade de Sorocaba (Uniso) e apaixonado por esporte a motor desde quando se conhece por gente. Apenas um rapaz que gosta de uma boa corrida e de uma boa história!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados