ColunistaDestaquesExtreme EPost

JBXE anuncia Mikaela Åhlin-Kottulinsky e Techeetah adia sua estreia na Extreme E

Categoria fecha o grid faltando pouco mais de 20 dias para a etapa inaugural 

A Extreme E divulgou duas notícias importantes nesta sexta-feira 12: a confirmação que Mikaela Åhlin-Kottulinsky se juntará a Jenson Button, fundador e piloto da JBXE, no cockpit da equipe e o adiamento da entrada da Techeetah na competição.

Åhlin-Kottulinsky não é estranha à Extreme E, a sueca já atua como piloto de testes da Parceira-Fundadora do campeonato, Continental. Nessa posição, ela desempenhou um papel fundamental no desenvolvimento do pneu CrossContact Extreme E, que será utilizado em todos os SUVs elétricos da categoria, os chamados ODYSSEY 21.

Nos últimos anos, a piloto sueca competiu com sucesso na Copa Scirocco da Alemanha e na modalidade rallycross. Em 2015, participou da recém-criada Audi Sport TT Cup. Ela também competiu na categoria júnior da ADAC GT Masters em 2016 e na Audi Sport Racing Academy em 2017, antes de mudar para o Campeonato Escandinavo de Carros de Turismo em 2018, onde fez história como a primeira e única mulher a vencer corridas nesta série.

“Estou muito feliz por me juntar à equipe JBXE ao lado de Jenson Button, parece um sonho realizado”, disse Mikaela.

“Não só posso correr com um companheiro de equipe tão fantástico, mas nós dois acreditamos muito na plataforma da categoria. A Extreme E é mais do que apenas automobilismo, é um esporte com propósito. 

“Podemos usar para mostrar veículos elétricos e motivar as pessoas a repensar suas opiniões sobre as consequências das mudanças climáticas. Se conseguirmos tornar esta série de corridas emocionante, inovadora e interessante de acompanhar, a vontade de fazer grandes e pequenas mudanças crescerá – em benefício do nosso mundo e de todos no planeta”, concluiu a piloto.

Jenson Button declarou estar muito feliz por receber Mikaela na JBXE e tê-la como sua companheira de equipe: “Ela traz com sua experiência fantástica ao volante e seu trabalho com a Continental e a Extreme E até este ponto demonstram claramente o trunfo que ela será para a equipe.

“Em Mikaela, também não tenho dúvidas de que temos uma embaixadora incrivelmente valiosa para representar a JBXE e a Extreme E como um todo, na luta para aumentar a conscientização sobre as mudanças climáticas e ajudar a implementar os projetos do Programa Legado da Extreme E ao longo do caminho.”

Para Alejandro Agag, fundador e CEO da Extreme E, “Mikaela e Jenson certamente farão uma forte dupla de pilotos e mal posso esperar para vê-los correndo em apenas 22 dias no nosso primeiro X Prix na Arábia Saudita.”

ODYSSEY 21 da Techeetah. Imagem: divulgação.

A contratação de Mikaela para a JBXE completa o grid de pilotos  da Extreme E para a corrida de abertura de sua primeria temporada, já que a equipe Techeetah está adiando sua entrada na categoria.

A equipe, de propriedade do Grupo Indover da Indonésia, citou a pandemia COVID-19 o fator decisivo na decisão, com restrições globais de viagem, o que significa que eles não poderiam chegar à Europa para testar seu carro e pilotos ou fazer os preparativos necessários. 

Mesmo assim, a Team Techeetah continua comprometida em competir na Extreme E no futuro e atualizará seu status de futuro competidor nas próximas semanas.

Åhlin-Kottulinsky junta-se a um grupo estelar de pilotos de diferentes categorias do desporto motorizado, incluindo Jamie Chadwick, Timmy Hansen, Sébastien Loeb, Carlos Sainz Snr. e Molly Taylor. 

Todos estão prontos para competir nos desertos de AlUla, na Arábia Saudita, de 3 a 4 de abril, no que prometem ser dois dias de corridas emocionantes.

Mas, como bem disse Mikaela Åhlin-Kottulinsky, a Extreme E não é apenas sobre corridas, é um esporte com um propósito, e por meio do esporte a série está destacando as várias questões ambientais que afetam o planeta e a maior emergência de nosso tempo – as mudanças climáticas. 

Além de aumentar a conscientização, a série também apresentará o Programa Legado em cada um de seus cinco locais de corrida, deixando um impacto positivo e duradouro.

Mostrar mais

Cinthia Venâncio

Cearense que acompanha Fórmula 1 desde que se entende por gente. Faz aniversário no mesmo dia do Damon Hill.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados