ColunistaPostW Series

Jamie Chadwick sobra mais uma vez e conquista a pole para o GP da Espanha da W Series

Após uma classificação disputada, Chadwick surpreende ao estabelecer tempo na casa de 1m44s, superando Powell por 0s329

Jamie Chadwick não está deixando espaço para nenhuma competidora, a pilota britânica mais uma vez mostra que o seu talento é fora de série. Nesta sexta-feira (20) em Barcelona, a pilota que é a aniversariante do dia foi mais uma vez a mais veloz da pista, estabelecendo a pole-position.

Na manhã de sexta-feira ela já dava sinais de um bom desempenho, quando estabeleceu o melhor tempo no treino livre. A atual líder do campeonato e bicampeã da categoria, viu uma briga intensa pela pole, mas sobrou ao anotar 1m44s951, superando Alice Powell por 0s329.

Abbi Pulling que está recebendo suporte da Alpine e de Alice Powell ficou com a terceira posição. Beitske Visser e Emma Kimiläinen fecharam o top-5.

Belén García, Marta García e Sarah Moorne competiram pela pole, mas ficaram com a sexta, sétima e oitava posições respectivamente. Jessica Hawkins obteve o nono lugar seguida por Fabienne Wohlwend. A nossa brasileira Bruna Tomaselli obteve a décima segunda posição.

Saiba como foi a Classificação da W Series em Barcelona

Após a classificação da Fórmula 2 ser realizada, a W Series entrou na pista para definir as suas posições para a prova do sábado em uma sessão de 30 minutos. Jamie Chadwick que é a atual líder do campeonato e comandou a liderança do TL1 era a favorita para obter a pole nesta sexta-feira.

Com o cronômetro em regressiva, as pilotas partiram para a pista, aquecendo os seus carros e tentando melhorar a goma dos pneus para estabelecer as voltas rápidas. Os tempos começaram a aparecer, mas ainda eram muito altos, na casa de 1m51 ou 1m52. Os compostos usados pela W Series funcionam de uma forma diferente, onde os melhores tempos são estabelecidos com mais voltas, portanto os tempos tinham potencial para melhorar ainda mais.

Bustamante tinha aparecido na liderança, mas o seu tempo foi deletado por ter extravasado os limites de pista. Moore foi para a ponta com 1m47s527, com os tempos melhorando gradualmente. A espanhola Marta Garcia passou a ocupar a segunda posição com 1m47s407, mas na sequência Chadwick saltou para a ponta com 1m47s309.

Neste momento as posições foram alterando rapidamente, os engenheiros alertavam as competidoras que elas deveriam andar com o pé-embaixo, antes de ser necessário resfriar o carro. Tomaselli tinha aparecido entre as dez primeiras colocadas, mas caiu para a décima segunda posição. Alice Powell foi a primeira a entrar na casa de 1m46s954 retornando para a liderança após cinco voltas.

Antes de retornaram aos boxes, Pulling superou o tempo Bristol Street Motors por 0s064, para ficar na ponta. Enquanto ocorria uma breve parada nos boxes, as dez primeiras eram: Pulling, Powell, Chadwick, B. Garcia, Hawkins, Moore, Visser, Marti, Eaton e García. Tomaselli ocupava a décima terceira posição.

As pilotas foram devolvidas para a pista nos últimos dez minutos, com os pneus substituídos e a calibragem realizada, elas preparam os pneus para dar mais uma sequência de voltas rápidas. Todas as pilotas, exceto Tomaselli estavam no traçado.

Wohlwend saltou para a quinta posição ao anotar 1m47s026. Moore era o destaque pois detinha o melhor primeiro e segundo setor da pista, depois de anotar 1m46s241. Hawkins fechou o segundo tempo, separada por 0s095 da líder. Tomaselli só retornou para a pista quando restavam sete minutos para o encerramento da sessão e teria menos tempo para trabalhar os pneus, comprometendo assim sua posição na tabela de tempos.

Com um melhor resultado no terceiro setor, Powell conseguiu superar Marta Garcia, registrando 1m45s967, mas a sequência da sessão era bem agitada e assim Hawkins superou Powell e Marta Garcia para assumir a ponta com 1m45s740.

Nada estava definido e assim Powell, Pulling e M. Garcia foram alterando as suas posições, até que Jamie Chadwick surpreendeu as rivais cravando 1m45s280 e na volta seguinte foi mais rápida outra vez, para entrar na casa de 1m44s951. Tomaselli passou a ocupar a décima primeira posição.

Com o cronômetro zerado as dez primeiras eram: Chadwick, Powell, Pulling, Visser, Kimilainen, B. Garcia, M. Garcia, Moore, Hawkins e Wohlwend.

Classificação da W Series em Barcelona – Foto: reprodução
Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados