ColunistaPostW Series

Guia completo W Series: a temporada 2021 vai começar

A W Series começa neste fim de semana na Áustria, com o GP da Estíria, dividindo o calendário da Fórmula 1

A segunda temporada da W Series começa neste fim de semana, a categoria feminina disputará a sua primeira prova no Red Bull Ring, no GP da Estíria.

A W Series realizou a sua estreia em 2019, em um calendário que contou com seis provas, quando a categoria correu nos finais de semana da DTM. Nesta segunda edição, a W Series fechou uma parceria com a Fórmula 1 e será um evento suporte da principal categoria do automobilismo mundial. Algo que vai ajudar muito na visualização da competição e também dará mais oportunidade para as pilotas.

Por conta da relevância a W Series também atingirá mais pessoas neste ano, a categoria será exibida em mais de 175 países e espera atingir mais de 500 milhões de telespectadores. No Brasil, o Grupo Globo adquiriu os direitos de transmissão e a prova será exibida no SporTV. 

A exibição da categoria é importante, principalmente para mostrar que as mulheres também estão no automobilismo. Certamente ela servirá para mudar o pensamento de muitos, informar e até mesmo gerar mais oportunidades para as mulheres.

Pilotas

Bruna Tomaselli, nossa representante – Foto: reprodução W Series

São 18 pilotas regulares no grid, participando da temporada 2021, mas por conta da pandemia e das restrições que estão mudando constantemente, nesta temporada a W Series terá cinco pilotas reservas. Em seu primeiro ano elas contaram com duas pilotas reservas. 

A W Series é uma categoria de Fórmula 3, ela não é dividida por equipes, na verdade a categoria é um grande time. As pilotas correm juntas e dividem os seus dados e informações. Cada uma conta com um engenheiro para realizar os ajustes dos carros.

O Grid

44 – Abbie Eaton, Reino Unido, 29 anos
27 – Alice Powell, Reino Unido, 27 anos
17– Ayla Agren, Noruega, 27 anos
95 – Beitske Visser, Holanda, 26 anos – Foi a vice-campeã da temporada 2019 e deseja conquistar o título da W Series. Atualmente ela está disputando a WEC.
22 – Belén Garcia, Espanha, 21 anos
97– Bruna Tomaselli, Brasil, 23 anos – Nossa representante brasileira, que esteve no programa Road to Indy. Ela tentou participar da primeira temporada, mas não foi escolhida, depois de ganhar mais experiência, foi selecionada para compor o grid da segunda temporada.
7 – Emma Kimiläinen, Finlândia, 31 anos
5 – Fabienne Wohlwend, Liechtenstein, 23 Anos
51 – Irina Sidorkova, Rússia, 17 anos
55Jamie Chadwick, Reino Unido, 23 anos – Campeã da W Series em 2019 e ganhou a oportunidade de defender o título nesta segunda temporada. Atualmente ela é pilota de testes da Williams e participa do Extreme E com a Veloce Racing.
21 – Jessica Hawkins, Reino Unido, 26 anos – Embaixadora da Aston Martin na Fórmula 1, ela também é pilota dublê em filmes.
19 – Marta García, Espanha, 20 anos
85 – Miki Koyama, Japão, 23 anos
32 – Nerea Martí, Espanha, 19 anos
37 – Sabré Cook, Estados Unidos, 27 anos
26 – Sarah Moore, Reino Unido, 27 anos
11 – Vicky Piria, Itália, 27 anos
31 – Tasmin Pepper, África do Sul, 30 anos

Pilotas reservas

49 – Abbi Pulling, Reino Unido, 18 anos – participou da pré-temporada da W Series
20 – Caitlin Wood, Australia, 24 Anos
3 – Gosia Rdest, Polônia, 28 anos
99 – Naomi Schiff, Ruanda, 27 anos
31 – Tasmin Pepper, África do Sul, 30 anos

*Os números à frente do nome são a numerção que elas vão utilizar em seus carros.

LEIA MAIS: W Series confirma pilotas reservas para a temporada 2021

O fim de semana

Assim como outras categorias de base, a W Series conta com um treino livre e uma classificação, as duas serão realizadas na sexta-feira de 30 minutos. A corrida será disputada no sábado, em formato Sprint de 30 minutos mais uma volta. O talento puro das meninas poderá ser observado.

Agenda para o GP da Estória – Primeira prova da W Series – Foto: reprodução BP

O SporTV só exibira a corrida. 

A pontuação da W Series

Recebem pontos as pilotas que terminarem da primeira à décima posição, igual aos pontos que são distribuídos atualmente pela Fórmula 1.

Sistema de Pontos na W Series – Foto: reprodução BP

Pontos da Superlicença

A categoria distribuirá pontos para a superlicença, que é necessária para correr na Fórmula 1.

Pontos para a Superlicença obtidos com a W Series – Foto: reprodução BP

O carro

Carro da Bruna Tomaseli – Foto: reprodução W Series

Assim como na temporada inaugural que ocorreu em 2019, as pilotas vão usar o Fórmula 3, Tatuus T-318 (Alfa Romeo). Ele foi aprimorando e atualizado para fornecer mais segurança e confiabilidade.

Os carros também receberam uma pintura especial, cores distintas que vão ajudar na identificação das pilotas na pista.

A W Series usa os pneus da Hankook para equipar os seus carros, eles são fornecedores da categoria desde 2019. A linha é a Ventus Race o F200 para pista seca e o Z217 para pista molhada.

Confira o Calendário

Calendário da Temporada 2021 da W Series – Foto BP

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados