ColunistasFórmula 1

FP3 EUA – Vettel se aproxima de Hamilton em último treino antes da classificação

Lewis Hamilton concluiu mais um treino no ano, na frente de Sebastian Vettel e neste final de semana, até o momento com 100% de aproveitamento. O inglês alcançou a marca de 1:34:478 mas apenas 0s092 separaram ele do alemão da Ferrari, mostrando a possível brigar pela pole na classificação.

Valtteri Bottas ficou com o terceiro lugar, seguido por Kimi Raikkonen. Já a Red Bull que havia mostrado um bom desempenho na sexta, apareceu em quinto com Max Verstappen e em nono com Daniel Ricciardo.

Felipe Massa voltou a voar baixo, afirmando o bom desempenho da Williams neste final de semana, conseguindo bater os dois carros da Renault e Force India.

lll Saiba como foi o FP3

O Terceiro treino livre começou com pista seca e sol em Austin, mas havia a presença de algumas nuvens no céu.

Antes das luzes verdes serem acionadas, o que daria indicio do inicio da sessão, uma pequena fila se formava no pit-lane, era possível ver Max Verstappen utilizando os compostos ultramacios, seguido por Sebastian Vettel com os supermacios e Marcus Ericsson com os macios, em uma verdadeira salada de escolha dos pneus.

O primeiro tempo foi registrado por Brendon Hartley da Toro Rosso que tinha 1:41:499, mas pouco tempo depois era batido por Carlos Sainz (1:37:125) e Nico Hulkenberg com 1:37:613. Os três pilotos seguiram dando voltas na pista e melhorando os seus tempos.

Quase quinze minutos depois do inicio da sessão, Sebastian Vettel aparecia na pista com o seu primeiro tempo cronometrado e com os pneus ultramacios e marcava 1:36:603, mas pouco tempo depois era a vez do australiano assumir a ponta com 1:36:534 e o finlandês da Ferrari que também vinha andando forte marcar 1:35:562.

Aos poucos os outros pilotos também começavam a registrar os seus tempos, como os pilotos da Force India que ocupavam o quinto lugar com Pérez (1:37:058) e Ocon em sétimo com 1:37:251.

Bottas conseguia se encaixar em segundo ao marcar 1:35:637 e Hamilton era o terceiro com 1:35:717.

Sebastian Vettel conseguia melhorar e subia de quinto para terceiro ficando entre os carros da Mercedes quando registrou 1:35:717.

A briga pela ponta era acirrada e Bottas também assumiu a liderança com 1:35:545, mas o seu companheiro vinha milésimos depois supera-lo com 1:35:125.

As movimentações de meio de pelotão seguiam e Fernando Alonso conseguia encaixar a sua McLaren no sexto lugar, superando os carros da Force India e Renault que estavam logo atrás com o seu 1:36:404.

Quando o treino já estava beirando a sua meia hora de conclusão, apenas Max Verstappen e os dois carros da Williams não tinham tempo cronometrado.

Vandoorne aparecia em décimo primeiro ao marcar 1:37:342 e pouco tempo depois Felipe Massa conseguia o nono lugar com 1:36:956, repetindo o bom desempenho da sexta.

Romain Grosjean rodou sozinho na curva 14 e ficava com o carro atolado na brita, com isso o Safety Car virtual foi acionando até a remoção do carro ser realizada.

Quando a pista voltou a ser liberada Max Verstappen saia para a sua primeira volta e os outros pilotos iniciavam um novo stint com jogos de pneus ultramacios novos.

Verstappen acabou aparecendo em terceiro com o seu 1:35:217, mas Vettel assumia a ponta com 1:34:570 e instantes depois era a vez de Raikkonen encaixar 1:34:755.

O inglês da Mercedes também estava investindo em voltas rápidas e tomava o topo do alemão ao marcar 1:34:478 e Bottas ficava entre as Ferraris com 1:34:692. Felipe Massa era o sétimo com 1:36:260 e Stroll nono com 1:36:421.

Os quinze minutos finais foram focados em simulação de corrida para os ponteiros e a melhora de tempo ficou por conta do meio do pelotão. Fernando Alonso conseguia um sétimo lugar com 1:36:239 e Vandoorne era o décimo com 1:36:599.

Hulkenberg também aproveitou para melhorar a sua marca para 1:35:608 com um sexto lugar e Sainz era sétimo com 1:35:650, seguido por Ocon com 1:35:965.

Massa seguia em ritmo bom e era sexto com 1:35:346, superando os outros competidores.

 

 

Mostrar mais

Debora Almeida

Jornalista, escrevo sobre automobilismo desde 2012. Como fotógrafa gosto de fazer fotos de corridas e explorar os detalhes deste mundo, dando uma outra abordagem nas minhas fotografias. Livros são a minha grande paixão, sempre estou com uma leitura em andamento. Devoro séries seja relacionada a velocidade ou ficção cientifica.

Deixe uma resposta

Botão Voltar ao topo
%d blogueiros gostam disto: