ColunistaFórmula 1

Ferrari, Agosto, Alemanha e Chuva

GP da Alemanha, realizado em agosto, com chuva, um piloto da Ferrari liderando o campeonato com excelentes chances de título, cenário perfeito para um triunfo “rosso”, certo? Errado, a Scuderia já perdeu 2 títulos por ter um de seus pilotos vitimados em graves acidentes em terras germânicas em provas realizadas no mês de agosto com chuva.

lauda-acidente
Fonte: @Tumblr

| 01 de agosto de 1976: história mais que conhecida, retratada de forma brilhante no filme “Rush”. Prova disputada no longo Nordscheleife de Nurburgring. Niki Lauda que liderava o campeonato com folga e marchava para seu bicampeonato de forma brilhante sofre um terrível acidente onde seu capacete é arrancando, o piloto sofre queimaduras terríveis, é salvo por Arturo Merzario, chega a receber a extrema unção no hospital, fica cerca de um mês internado e surpreendentemente retorna as pistas no GP da Itália, pouco mais de 40 dias após quase morrer em Nurburgring. Perde o título na prova final em Fuji também disputada sob forte chuva, a qual abandona por falta de segurança. James Hunt da McLaren se aproveita do infortúnio do austríaco para reagir e vencer o campeonato.

1982_hockenheim_02
Fonte: @Tumblr

| 07 de agosto de 1982: em uma das temporadas mais conturbadas da Fórmula 1, até aquele momento nenhum piloto havia conseguido disparar na ponta do campeonato, mas parecia que o francês Didier Pironi faria isso, afinal a Ferrari tinha um excelente carro e a principal rival que seria a Renault tinha muitos problemas de confiabilidade. Pironi tinha a pole garantida com o melhor tempo na sexta feira, mas resolveu ir a pista no sábado para ver o comportamento do carro com pneus de chuva, então a tragédia atingiu a casa de Maranello três meses após a terrível perda de Gilles Villeneuve. Na reta antes da curva para o estádio Didier vem a toda velocidade, Derek Daly vai para a direita da pista e Pironi imagina que a Williams estava lhe dando passagem, de repente a Renault de Alain Prost aparece à frente, o choque é inevitável. A Ferrari 28 decola e na queda a frente do carro se desintegra causando seríssimas lesões nas pernas do francês. Terminava ali o sonho do título e também a promissora carreira de Didier Pironi.

Coincidência ou não, definitivamente GP da Alemanha disputado em agosto e com chuva não é uma boa para os carros vermelhos de Maranello.

Etiquetas
Mostrar mais

Cristiano Seixas

Fã hardcore de Fórmula 1, apreciador da história, números e estatísticas da categoria, mais conhecido como Mestre Cristiano Seixas, Wikipédia erra o Cristiano não.

Deixe uma resposta

Artigos relacionados

Fechar