ColunistaFórmula 1Post

F1 testará novo formato de classificação em 2023

Em dois eventos a Fórmula 1 testará uma redução na distribuição dos pneus e uma nova utilização dos compostos durante a classificação

A Fórmula 1 testará em 2023 um novo formato de classificação onde será obrigatório trabalhar com pneus específicos no Q1, Q2 e Q3. O teste ocorrerá em dois eventos na próxima temporada, mas que ainda não foram definidos pela FIA.

Para a temporada 2022 tivemos uma pequena revisão no formato, agora os pilotos que conseguirem chegar ao top-10, não precisam mais largar obrigatoriamente com os pneus que registraram a volta mais rápida no Q3.

No formato atual os times podem liberar os seus pilotos dos boxes usando qualquer tipo de composto, apostando naquele pneu que melhor se adequa as características do seu carro. Entretanto, está existindo uma preferência pelos pneus macios durante toda a classificação. Desta forma, vemos que esses mesmos pneus são deixados de lado na corrida, por ter uma durabilidade menor do que a obtida com os pneus médios.

Por dois eventos em 2023 ficou decidido que a F1 e a FIA vão testar a redução dos compostos – dos trezes conjuntos que são fornecidos em um fim de semana regular, será testado a distribuição de apenas 11 conjuntos. A categoria também está pensando em uma forma mais sustentável de gerir os seus finais de semana.

LEIA MAIS: F1 pensa em uma forma mais sustentável de lidar com a distribuição dos pneus no futuro

Nesta alocação que será avaliada, os conjuntos serão divididos da seguinte forma: 3 duros, 4 médios e 4 macios. Atualmente a distribuição é realizada desta forma: 2 duros, 3 médios e 8 macios.

Durante os testes, os pneus duros serão destinados ao Q1, os médios para o Q2 e os macios para o Q3. Se uma sessão tiver a pista molhada por conta da chuva, qualquer composto poderá ser usado.

Essas avaliações podem ser bem interessantes para a categoria, mudando um pouco a dinâmica do fim de semana. A implementação da regra depende da verificação e do impacto que isso terá para a F1. Entretanto, realizar um formato assim, só será efetivo se os carros tiverem desempenhos mais próximos, pois equipes que tem mais dificuldade para gerir os pneus, devem ficar presas no Q1, já que os pneus duros demandam mais tempo de preparação para encaixar um boa volta.

A Fórmula 1 está buscando novos formatos de fim de semana, para tornar a competição mais atrativa e dinâmica.

Mostrar mais

Debora Almeida

Meus olhos brilharam quando eu vi o estilo de pilotagem do Vettel ele despertou o meu interesse pelo esporte e cada vez mais eu queria entender sobre o assunto. Hoje gosto de tirar fotos e escrever textos!

Deixe uma resposta

Artigos relacionados